Governo de Goiás libera R$1,8 milhão para fortalecimento da piscicultura, em Minaçu

Recursos serão utilizados na compra de equipamentos e estruturação de frigorífico de abate e beneficiamento de tilápia. Durante evento serão anunciados, ainda, outros benefícios, entre eles, programas Mais Crédito e Mais Empregos.

 

Minaçu, 27 de outubro: anúncio da liberação de R$1,8 milhão para fortalecimento da piscicultura, em Minaçu. Solenidade terá a presença da primeira-dama Gracinha Caiado – Foto: Larissa Melo/Divulgação

 

O Governo de Goiás anuncia nesta terça 27 de outubro a liberação de R$1,8 milhão para projetos de piscicultura em Minaçu, região Norte do Estado, em evento com a participação da coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado. Os recursos são do Fundo de Fomento a Mineração (Funmineral) e serão utilizados para a aquisição de equipamentos e estruturação de frigorífico para abate e beneficiamento de tilápia. Serão contemplados piscicultores e pessoas em situação de vulnerabilidade social no Município.

O objetivo da iniciativa é estruturar a cadeia produtiva local da piscicultura, com foco em fomento à produção e produtividade, assistência técnica ao pequeno produtor e agricultor familiar, além de beneficiamento do pescado para comercialização. O termo de parceria para a liberação de recursos será firmado a partir das 10h, na Praia do Sol, em Minaçu, por meio de assinatura entre representantes da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Secretaria da Retomada, Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) e Prefeitura de Minaçu.

Durante o acontecimento, serão anunciados, ainda, os programas Mais Crédito e Mais Empregos, operacionalizados pela Secretaria da Retomada, em parceria com a Agência de Fomento de Goiás (Goiás Fomento), assim como apoio para a constituição de uma Cooperativa, por meio da Secretaria da Retomada e, a divulgação de cursos de piscicultura e programa de assistência técnica e gerencial, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás). As ações também integram o projeto Agro é Social, desenvolvido pelo Governo de Goiás, via Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Seapa e Emater.

Além de Gracinha Caiado, participarão o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto; o secretário da Retomada, César Moura; o presidente da Emater, Pedro Leonardo de Paula Rezende; o diretor-presidente da Goiás Fomento; Rivael Aguiar; o prefeito de Minaçu, Zilmar Duarte; o superintendente do Senar Goiás, Dirceu Borges; o presidente da Associação dos Aquicultores do Parque Aquícola Conquista (AAQUIPAC), Jadir Mendonça Goulart; e, produtores da região.

De acordo com a Radiografia do Agro, publicada pela Seapa, em 2018 a produção de pescado em Goiás foi de 15.537 toneladas, sendo que quase 59,8% da produção aquícola do Estado é de tilápia, o equivalente a mais de 9.291 toneladas.

 

Agro é Social

Em 2019, pequenos produtores de tilápia da Associação receberam, do Governo de Goiás, insumos, por meio do Agro é Social – gerando renda e transformando vidas. O programa, lançado pelo Gabinete de Políticas Sociais e coordenado pela Emater e Seapa, tem o objetivo de atender famílias rurais em situação de vulnerabilidade social. Foram doados tanques-rede e alevinos e, além dos recursos, os piscicultores receberam assistência técnica por meio de uma parceria entre Emater e Senar Goiás.

O objetivo principal do programa é cuidar de toda a cadeia produtiva de agricultores em condições de maior fragilidade material, com auxílio na capacitação, acompanhamento técnico, insumos, acesso a crédito e regularização de documentos. A finalidade é fornecer ferramentas a essas famílias para que possam gerir a produção de forma autônoma e independente e promover o incremento em suas rendas.

 

(Informações, sob adaptações: Comunicação Setorial da Seapa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!