Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 18 de novembro 2019

OPINIÃO

DIVERSOS

‘Editoriais’ e artigos. A opinião do periódico. A opinião de todos!

‘EDITORIAL’ – Edição 316 (16 a 31/10/2019) – ‘Obras públicas paradas no Brasil: problema’

A morosidade existente no setor público brasileiro representa prejuízo diversificado, atingindo o cidadão e os próprios órgãos empreendedores das estruturas municipais, estaduais e federais. Fica a impressão de que não levam a sério, quando o assunto é, por exemplo, obras públicas. É o mesmo assunto da edição anterior.

Dia 15 de outubro, foi lançado o livro Obras Paradas: Entrave para o Desenvolvimento do Brasil, com resultados do trabalho do deputado federal Zé Silva (SD-MG) como relator da Comissão Externa das Obras Inacabadas, da Câmara Federal.

Em dados da Agência Câmara (da área da Comunicação Social Câmara) de outubro/2019, frisa-se que ‘segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), em 2018 foram identificadas 14.403 obras paradas em todo o País. Nelas já foram gastos R$70 bilhões, mas ainda seriam necessários mais R$40 bilhões para finalizá-las. Todo o Orçamento de Infraestrutura para este ano é de R$24 bilhões; em 2020 serão apenas R$19 bilhões.

“Ninguém sabia quantas obras paradas existiam no Brasil quando começamos a comissão externa em 2016”, observou Zé Silva. Diferentes estimativas foram dadas ao longo do trabalho da Comissão. “Falou-se em 2 mil, 7 mil e depois 14,4 mil. Mas trata-se de uma estimativa [do TCU]”, disse no lançamento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!