Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 18 de fevereiro 2019

ESPAÇO 80

JORNAL CIDADE

Relembrando nacionalmente e internacionalmente os anos 1980

Céu recebe mais músicos

Em menos de uma semana neste dezembro de 2018, duas mortes de talentos da música brasileira que brilharam, entre outras épocas, nos anos 1980.

Sérgio Knust (foto acima), guitarrista da banda Yahoo durante 15 anos, que também tocou com o grupo Novo Som, além de ter composto sucessos e colaborado com uma galera do porte de Wanessa Camargo, Aline Barros e Tânia Mara. Ele, que tinha 52 anos, estava desaparecido desde o sábado 8 e foi localizado na segunda 10, dentro de seu carro, em um barranco na altura do quilômetro 4,5 da BR-130 (Nova Friburgo-RJ [onde se apresentou no sábado]). Foi um acidente automobilístico.

Hoje, sábado 15, faleceu, 56 anos, o baixista Arthur Maia (foto abaixo), ao mesmo tempo arranjador e produtor musical. Também foi um dos fundadores do grupo carioca de música instrumental Cama de Gato (que, a partir dos anos 1980 ajudou a criar a linguagem do dito jazz brasileiro); integrou a banda Black Rio; e, a banda pop Egotrip. Músico que ia do jazz ao funk com a mesma habilidade, era versátil mesmo, tocando em discos e shows de uma gente, tipo Caetano Veloso, Djavan, Gal Costa, Gilberto Gil, Jorge Ben Jor, Lulu Santos, Marisa Monte, Milton Nascimento…

(Informações: agências e Redação. Fotos: Rede social e Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!