Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 15 de junho 2019

RETRATO EMPRESARIAL

JORNAL CIDADE

Divulgue neste espaço de grande visibilidade seu negócio, suas iniciativas, novidades, através de publicações jornalísticas, comerciais e institucionais de qualidade. Comércio, empresas, indústrias, prestação de serviço, empreendedorismo, agronegócio, investimentos, pessoas jurídicas e físicas em geral, representações públicas, Terceiro Setor, entidades classistas e outros. Confira nossas opções. Temos também ótimas alternativas para diferentes redes sociais e edições impressas! Contatos telefônicos: (62) 98500-1331 (zap), 99657-1441, 98463-7622, 3357-4158

SINDIURUAÇU E REGIÃO relembra: cartão de crédito está à disposição dos servidores. Auto Posto Cegão é conveniado

Relembrando que o funcionalismo público pode obter cartão de crédito da Real Card – tradicional empresa goiana com 14 anos de atuação no mercado, eficientemente administrando cartões –, Mário Ribeiro Filho (Marinho), presidente da entidade, salienta que basta aos interessados procurarem o Sindicato. “É sem burocracia e em poucos minutos a contratação está pronta”, comenta, acrescentando que o benefício pode ser usado em todo o Brasil.

 

Marinho (dir.), Washington Pereira e colaboradores do Auto Posto Cegão, durante visita deste 30 de maio – Fotos: Divulgação/Sindicato

 

Gerente de venda e pós-venda da Real Card, Washington Pereira coordena trabalhos, entre eles o de credenciar pontos comerciais ou de prestação de serviço. Na foto, durante mais uma visita ao Auto Posto Cegão, local em que foi bem recepcionado pela equipe, juntamente com o presidente Marinho

 

 

Marinho, durante visitação ao Auto Posto Cegão (fotos acima e abaixo)

 

Auto Posto Cegão: na avenida Tocantins (foto) e na BR-153, saída para Goiânia (pista sentido Uruaçu)

 

O valor do limite disponibilizado é de acordo com a renda salarial de cada servidor público municipal das localidades de atuação do Sindicato – Uruaçu, Campinorte, Nova Iguaçu de Goiás, Alto Horizonte, Mara Rosa, Amaralina, Estrela do Norte, Mutunópolis, Barro Alto, Santa Rita do Novo Destino e Nova Glória –, ganharam nova alternativa para o uso de cartão de crédito.

Em Uruaçu, o Auto Posto Cegão é um dos estabelecimentos conveniados, aceitando normalmente o uso do cartão de crédito da Real Card/Sindicato.

Durante visita de 30 de maio ao Auto Posto, no Centro de Uruaçu, Marinho e Washington Lázaro Carvalho Pereira (Real Card) dialogaram com a direção e os colaboradores do ponto comercial, um dos mais tradicionais postos de combustíveis da região. Os dois também agradeceram, uma vez mais, pela confiança depositada no Sindicato e na Real Card. Marinho relata: “As visitas fazem parte da interação mantida com os estabelecimentos conveniados”.

 

Marca própria

Em reportagem do início de 2019 publicada neste espaço, ambos comentaram sobre o benefício. Confira:

“Dentro da comodidade oferecida pela Real Card, empresa parceira tradicional, especializada em administrar cartão de crédito e, dentro da educação financeira do servidor, é uma alternativa a mais, com excelente aceitação no mercado brasileiro. Trabalhamos para oferecer ao funcionalismo público o máximo de conquistas. Essa é mais uma”, observa Marinho.

Washington Lázaro Carvalho Pereira, gerente de venda e pós-venda da Real Card, tem coordenado os trabalhos, um deles o de credenciar pontos comerciais ou de prestação de serviço.

Explicando que a Real Card se destaca com a oferta de cartão de crédito de marca própria (private label), Washington Pereira salienta: todas as fases da operacionalidade ocorrem com qualidade, comodidade, facilidade, inclusive com não acúmulo de valores a serem debitados na conta bancária do servidor, que, em certos casos não tem o débito feito em um mês, provocando acúmulo para o 30 dias seguintes. Ele assinala também que por meio da opção private label a fidelidade dos clientes é algo notório, além de os pequenos e médios empreendedores administrarem o crédito sem qualquer intermediação de bancos, permitindo atuação com taxas mais baixas.

Ele relembra que o uso do meio eletrônico de pagamento com marca própria no Brasil tem origem nos anos 1970, através de grandes lojas de departamentos, como a Mesbla e a Mappin. Nas duas décadas seguintes, outras redes varejistas, tipo C&A, Riachuelo e Pernambucanas, adotaram o recurso. Em tempos mais recentes, as redes de hipermercados – Carrefour, Extra e Walmart, entre outras –, para chegar aos dias atuais, com as lojas independentes e, o médio e pequeno varejo.

Cada servidor que tem cartão de crédito da empresa Convênios Card Administradora (parceira anterior) pode normalmente continuar com ele, informou Marinho à reportagem, acrescentando mais: é possível ter os dois. “Lógico, reforçando o que eu já disse: cada usuário precisa manter sempre o controle necessário, para que não gaste acima do que está dentro da possibilidade dele”.

 

(Especial)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!