Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 20 de março 2019

Uruaçu – Agora presidida por Taroba, Câmara retoma trabalhos ordinários

Eleito em dezembro, durante o período de recesso parlamentar o vereador Taroba não deixou de centrar atenção em assuntos envolvendo a Câmara Municipal de Uruaçu. Tomando conhecimento detalhado da situação da Casa de Leis, o presidente chegou tranquilo a data da posse administrativa, em 1º de janeiro. Da mesma forma, nesta data, dia do início de tudo.

 

Taroba: presidente 2019 do Legislativo, que tem retorno dos trabalhos nesta segunda 18 – Foto (Arquivo): Márcia Cristina/JORNAL CIDADE

 

Comissões – Imagem: Divulgação/Câmara

 

Além dos eventos legislativos, o vereador Taroba marca presença nos de outros Poderes. Em dois exemplos de janeiro de 2019, durante entrega de veículos para a Prefeitura e a Diocese de Uruaçu – Taroba (dir.), juntamente com Valmir Pedro (esq.); Divino Galvão e Padre Crésio (auxiliares do prefeito); bispo Messias dos Reis (agora, titular da Diocese de Teófilo Otoni-MG); e, os vereadores Professor Gigi (PTC) e Robson Pimentel (PTB), colegas de Câmara… – Foto: Márcia Cristina

 

…E, abaixo, na cerimônia de posse do advogado Rodrigo Magalhães na presidência da Subseção da OAB Uruaçu – Taroba (esq.), Tenente Coronel Maxwell (comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar [14º BPM], sediado em Uruaçu), Rodrigo Magalhães e Rafhael Barboza (delegado de Polícia local) – Foto: Márcia Cristina

Professor Gigi, líder 2019 do governo Valmir Pedro na Câmara Municipal – Foto (Arquivo): ASCOM/Prefeitura de Uruaçu

 

A sessão 2019 da Câmara Municipal de Uruaçu, agendada para esta segunda-feira 18 de fevereiro, às 18h30, no Plenário, marca o retorno dos trabalhos ordinários do terceiro ano da atual legislatura.

Com novo presidente – Antônio de Souza Reis (Taroba [Pros]) –, o órgão tende atuar coletivamente na mesma linha dos dois anos anteriores: legislando e fiscalizando, em favor dos munícipes, sem radicalismo quanto à governabilidade, mas sem ser um puxadinho do Poder Executivo, algo que nem Valmir Pedro (PSDB), prefeito de Uruaçu, deseja.

Taroba é da opinião que, no exercício pleno da democracia, devidamente normal a Câmara tem os vereadores que são governo e os vereadores que são oposição. Para o novo ocupante da cadeira central, é importante que todos se respeitem e possam fazer grande trabalho, ajudando o Município se desenvolver mais. Professor Gigi (PTC) foi escolhido líder de governo na Câmara para atuar em 2019.

Eleito em 3 de dezembro, durante o período de recesso parlamentar Taroba, vereador em segundo mandato, não deixou de centrar atenção em causas envolvendo o órgão que agrupa 13 edis.

Tomando conhecimento com proximidade maior da real situação da Câmara Municipal, ele chegou tranquilo a data da posse administrativa, em 1º de janeiro. Todas as causas burocráticas administrativas e financeiras foram resolvidas e definidas. Procedimentos normais, quando cada vereador assume a Câmara.

Tramitando, oriundo de 2018, não existe nenhum projeto expressivo encaminhado pela Prefeitura e, para o início da nova temporada, em diferentes sessões certamente os pares apesentarão mais uma série de indicações (antigamente chamadas de requerimentos).

Vereador com presença assídua nos eventos dos três Poderes municipais, Taroba (servidor estadual da Policial Civil [PC]) pretende continuar participando.

 

Extra em janeiro

A Casa de Leis já havia promovido sessão extraordinária, em janeiro, quando debateu e aprovou projeto de lei da Prefeitura versando sobre o novo piso salarial do magistério público da Educação Básica.

Frisa-se que anualmente dezenas de Municípios goianos não cumprem tal lei, mesmo sob determinação do Ministério da Educação (MEC) para que paguem salário atualizado. Em Uruaçu, o piso é cumprido há anos.

Para 2019, o MEC estipulou em R$2.557,74 o valor do piso, aumento de 4,17% em relação ao ano anterior. O valor corresponde ao vencimento inicial dos profissionais do magistério, com formação de nível médio e jornada de 40 horas/semana.

Em janeiro, Valmir Pedro comentou ao JC que atitudes visionárias dele não resultaram em boicotes no Poder Legislativo, que o mesmo tem base sólida, fiel na Câmara e salientou: “O trabalho legislativo sério dos vereadores resultaram na aprovação de todas as matérias de interesse do Executivo. Uma vitória que não é do prefeito em si, mas do Município”.

O administrador comentou ainda que o trabalho dos parlamentares “também possibilitou elegermos presidentes nos três anos”, se referindo aos vereadores Sil (PSDB; presidente em 2017 e 2018) e Taroba.

 

Comissões

Responsáveis pelas pautas de votação, as Comissões Permanentes também têm novas formações para 2019, com Wanildo Freitas (PSDB) presidindo a mais importante – de Constituição e Justiça e de Redação (CCJ).

Vitais para o processo parlamentar, a Casa de Leis uruaçuense possui seis desses importantes colegiados compostos por três integrantes, onde atuam debruçados sobre todos os projetos de leis, as emendas e outras tramitações. A elas, documentação integral é submetida em primeiro plano e, após debatidas e votadas se tornam aptas irem para as decisões do plenário, onde também ganham debates e são votadas em uma ou duas vezes.

Leia também:

Presidente Taroba: população não pode e não será prejudicada

Em Uruaçu, Taroba vence eleição e presidirá Câmara em 2019

 

(Jota Marcelo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!