Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 18 de julho 2019

Programa ‘Gás Solidário’ – Valmir Pedro: ‘Faltava criar um programa como esse’

“Só quem tem o coração sensível, voltado para o povo, é capaz de criar um programa como esse”, disse Anne Lígia, primeira-dama de Uruaçu, no evento de lançamento. Iniciativa, que visa contemplar mil famílias com um botijão de gás a cada dois meses, atenderá moradores em situação de pobreza e extrema pobreza.

 

“Só quem tem o coração sensível, voltado para o povo, é capaz de criar um programa como esse”, disse Anne Lígia (2a à esq.), primeira-dama de Uruaçu, no evento, em referência ao prefeito Valmir Pedro. Com eles, Divina Maria de Jesus Ferreira, coordenadora do programa Gás Solidário e, os vereadores Taroba e Professor Gigi (PTC) – Fotos, inclusive a da página principal: Márcia Cristina/JORNAL CIDADE

 

Famílias beneficiárias serão acompanhadas e, o benefício é pessoal e intransferível

Prefeito Valmir Pedro e Anne Lígia durante o evento assistencial de 28 de fevereiro

 

O benefício é de caráter temporário e não gera direito adquirido, informa a Prefeitura

 

Secretário Padre Crésio Rodrigues, ao discursar, exemplificou Madre Teresa de Calcutá

 

Em depoimento sobre investimentos da gestão 2017-2020, Dona Gildene Santos se emocionou e emocionou terceiros

 

Vice-prefeito doutor Juarez Lourindo: “Tínhamos um propósito: entregar Uruaçu melhor que pegamos”

 

Vereador Taroba: “Quando a Prefeitura consegue propor programas, a gente fica feliz”, explicando que a Câmara é parceira

 

Anne Lígia informou que dezenas de colegas primeiras-damas goianas estão interessadas pelo Gás Solidário

 

Valmir Pedro lembrou: entre as iniciativas da Administração dele consta a preocupação de criar eventos para a família, através de diversas áreas

 

Padre Francisco Agamenilton Damascena (administrador diocesano) (esq.) e Padre Elias Aparecido da Silva participaram do acontecimento

Denúncias sobre irregularidades na aquisição do benefício devem ser informadas para a Secretaria. Nas fotos ao final da reportagem, mais um pouco sobre o ato público

 

Lançado pela gestão Valmir Pedro (PSDB) em 28 de fevereiro, o programa Gás Solidário foi projetado para contemplar em 2019, mil famílias carentes moradoras nas zonas urbana e rural. Não cadastrados em programas sociais e que tenham renda de até um salário mínimo estão habilitados para participar, porém, a inscrição não assegura a conquista, que é de caráter temporário, sem geração de direito adquirido.

Serão quinhentas no primeiro semestre e quinhentas no segundo e, a previsão é de que em no máximo 60 dias as contempladas da primeira etapa recebam o benefício, a ser creditado em conta da agência local da Caixa Econômica Federal. O agraciado sacará o recurso com cartão magnético, efetuará a compra do botijão de gás, solicitará a nota fiscal e apresentará o comprovante na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social. Taxa bancária de manutenção de conta (em torno de R$4,50) a ser cobrada em cada conta será bancada pela Prefeitura.

O prefeito frisou que, inicialmente, com a economia (em torno de R$1 milhão, R$1,5 milhão) gerada pela não realização do Carnaval, é possível sustentar mil família a cada 60 dias e, que a outra parte será investida em pavimentação asfáltica urbana.

Quaisquer denúncias sobre irregularidades na aquisição do benefício podem e devem ser informadas para a Secretaria. Constatada irregularidade, perde-se o direito.

“Esse programa se tornará exemplo para Goiás e para o Brasil”, discursou o chefe do Executivo, comentando que outras Prefeituras estão em busca de informações da novidade (e até com agendamentos; obtenção pessoal de dados detalhados), citando as goianas Formosa e Itapaci e, muitas primeiras-damas, algo que a esposa Anne Lígia havia destacado minutos atrás, ao fazer uso da palavra.

Relembrando, perante enorme plateia concentrada na Cepalur (Feira Coberta), dezenas de obras estruturantes e assistenciais que a Administração 2017-2020 já realizou, o prefeito enfatizou que, apesar das dificuldades financeiras pelas quais passa a Prefeitura de Uruaçu, “faltava criar um programa assistencial como esse. Nós procuramos fazer inclusão social”. “Um pai não espera sobrar para cuidar do filho, da esposa, da sua família! Se eu fosse esperar sobrar recursos para investir nas famílias necessitadas, eu não investiria nunca, pois as demandas são crescentes, aumentam todos os dias e, os recursos são escassos”.

Segundo a Prefeitura, é o maior programa de distribuição de renda da história de Uruaçu e 100% será financiado com recursos da municipalidade. Entre as iniciativas da Administração dele, colocou, existiu, existe e existirá a preocupação de criar uma variedade de eventos que envolvam a família, através de áreas diversas da Prefeitura.

Informando respostas aos críticos, disparou: “Se eu fosse esperar sobrar recursos para investir nas famílias necessitadas, eu não investiria nunca, pois as demandas são muitas, aumentam todos os dias e, os recursos são escassos”, disse o prefeito Valmir Pedro. Para alguém com atuação no comércio que o abordou dias atrás informando não concordar com o programa, mas sim com a oferta de empregos, Valmir Pedro narrou que lançou desafios ao interlocutor, tipo Você contrataria para a sua empresa uma senhora, idosa, aposentada, doente, que sobrevive com baixa renda; e, Você admitiria em sua empresa uma senhora que cuida de dois, três netos e tem como renda única em casa o pouquinho salário do esposo sem qualificação… Se contratar, nós vamos levar alguém assim lá amanhã para entrevista.

 

Triplo de pretendentes

Prefeito de uma cidade coalhada de famílias carentes e com desempregados, Valmir Pedro registrou previsão: “Tenho certeza que cerca de 3 mil famílias serão cadastradas, de acordo com os critérios do programa, mas atenderemos mil famílias”.

Elogiando o desemprenho de auxiliares liderados por Padre Crésio Rodrigues (secretário municipal de Assistência Social), ele pronunciou que não haverá interferência de ninguém. “Será um programa justo, sério, que vai respeitar todos os critérios e que respeitará as necessidades das famílias necessitadas”, especificando que a iniciativa o realiza como homem público.

Ao encerrar, Valmir Pedro comentou: há tempos, pede oração para ele, a equipe de trabalho e a cidade. “Continuem orando, pois Deus tem abençoado o nosso governo. Uruaçu ainda não está como nossa equipe quer, mas no final do governo a cidade será muito melhor, mais justa humana, mais humana”.

O prefeito recebeu homenagem no evento e, um trecho de texto proclamado externava que o mesmo é merecedor da honraria devido a dedicação e ao empenho para com as famílias carentes. Também pelo companheirismo, pela lealdade e comprometimento em prol da comunidade.

Beneficiários oriundos de famílias humildes e, Padre Crésio Rodrigues se fundamentou no estilo de vida singelo e humilde de Madre Teresa de Calcutá para tecer algumas palavras na mensagem ao público – em linhas gerais, a religiosa disse certa vez: o que ela fazia seria uma gota (de água no meio do oceano), mas que fazia a diferença com o bem que procurava fazer. “Nosso prefeito sonhou, desejou e prometeu esse programa, hoje colocado em prática através da nossa Secretaria”, manifestou. O assessor municipal salientou que todos desejam uma cidade justa e humana, mas são os Poderes constituídos que têm a tarefa e a responsabilidade maior de viabilizar as necessidades. Informando que a equipe da Pasta trabalhou e trabalha muito para ajudar na praticidade do Gás Solidário, o secretário expressou: “Nosso desejo é que àqueles que mais precisam sejam os contemplados”.

Em março, o programa tramitará, passará por debate e, certamente, será aprovado em votação única na Câmara Municipal. Dos 13 vereadores, cinco se fizeram presentes, com o presidente Taroba (Pros) discursando e expondo reação que teve frente a um crítico – do programa –, que deseja adentrar a política, via cargo eletivo. O parlamentar disse ao mesmo que o interlocutor cresceu consumindo Toddynho (bebida achocolatada) e que quando calçasse as sandálias da humildade passaria a entender a importância do benefício para as famílias de baixo poder aquisitivo.

Segundo o vice-prefeito doutor Juarez Lourindo (PSB), com o programa a atual Administração e os vereadores reforçam algo que propuseram. “Eu falei muito na campanha que, eleitos, entregaríamos a cidade melhor do que encontramos. Está muito melhor! Falta muito? Claro, mas nos dois últimos anos faremos mais ainda”. Se revelando emocionado com o depoimento, ao microfone, da idosa Gildene Santos, o vice relatou que teve pobres infância e adolescência. O mesmo foi repassado pelos demais oradores. O prefeito, memorizou, por exemplo, que quando criança buscava, sob ordem da mãe, lenha no cerrado, em área onde hoje é o encontro da avenida Tancredo Neves-final do anel (avenida JK)-início da rodovia GO-237. Falou também que buscava barro próprio para arear vasilhas. Relembrou ainda outra fase criança (chegando aos tempos de adolescente), trabalhando em garimpo, para ajudar no sustento do lar pobre.

Participaram igualmente, outros secretários; superintendentes; autoridades religiosas, dentre elas, o Padre Francisco Agamenilton Damascena, administrador diocesano; líderes classistas; e, personalidades.

 

Primeira-dama

Ao público, Anne Lígia revelou se sentir honrada, pois na condição de primeira-dama participava do lançamento do maior programa social de Uruaçu. “Só quem tem o coração sensível, voltado para o povo, é capaz de criar um programa como esse”, opinou, em referência ao marido prefeito.

Comunicando participar de um grupo de primeiras-damas goianas no aplicativo WhatsApp, explicou, que, ao postar informações na noite da véspera do evento sobre o Gás Solidário, dezenas de colegas tiveram o interesse de enviar os mais variados questionamentos sobre o programa.

“Parabéns não só ao Valmir, mas também agradeço toda a equipe envolvida. Que Deus abençoe todos cada vez mais, permitindo criar novos programas, ajudando quem precisa”.

Anne Lígia convidou o público para participar, em 8 de março, 13h, na sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), de evento em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Ela listou parte dos atrativos do acontecimento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Márcia Cristina e Jota Marcelo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!