Familiares, Uruaçu e a medicina perdem médico Dalmo de Castro

Doutor Dalmo de Castro: médico tradicional no Norte goiano radicado em Uruaçu faleceu em casa no início da tarde do sábado 21 de março, após dias internado em Goiânia. Durante décadas proprietário majoritário do então Hospital Santana, recentemente ele e a família venderam a unidade de saúde – Fotos, inclusive a da página principal: Márcia Cristina/JORNAL CIDADE

 

Um dos médicos pioneiros de Uruaçu, Dalmo Barbosa de Castro (doutor Dalmo) faleceu em casa, na cidade de Uruaçu, na tarde de 21 de março.

Nascido na mineira Passos, em 20 de maio de 1935 (prestes a completar 85 anos) e, uma das pessoas mais visionários da história de Uruaçu, ele apresentava problemas de saúde, principalmente complicação renal e insuficiência cardíaca. Após dias internado e fazendo tratamento na capital Goiânia (com destaque para hemodiálise), apresentou melhora e recebeu alta, com volta a Uruaçu na segunda quinzena de fevereiro.

Entre a sexta-feira 20 e o sábado 21 de março, o profissional da área médica se mostrou bastante inquieto, com piora no quadro, tendo três paradas cardíacas. Houve tentativa de reanimação, mas doutor Dalmo não resistiu.

Durante décadas proprietário majoritário do então Hospital Santana, recentemente o mesmo e a família venderam a unidade para um grupo de médicos empreendedores, que idealizaram implantar novidades, começando pelo nome – se tornou Hospital Serra da Mesa. Doutor Dalmo ficou, ainda, com uma das partes e já não vinha mais atendendo em seu consultório.

O velório é restrito aos familiares. Da mesma forma, o sepultamento, que acontecerá no domingo.

Doutor Dalmo, em um exemplo, certa vez, partindo de Porangatu, se dirigiu até Brasília montado a cavalo. Meta: obter ajuda do governo federal no combate a malária que acometia muitas famílias do então Médio Norte goiano. E, ainda escreveu carta, à luz de lamparina, solicitando ajuda ao ministro da Saúde do governo João Goulart (Jango), também para combater a malária. Resultado: conseguiu a ajuda e em Porangatu, Uruaçu e outras localidades da região existem personagens que testemunharam essas iniciativas, acima de tudo, humanas.

Em 2009, foi homenageado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), reconhecimento fruto da atuação dele contribuindo para a valorização, o desenvolvimento, o fortalecimento da medicina no Estado. Na época, o JORNAL CIDADE publicou reportagem focando o evento em que doutor Dalmo recebeu troféu e diploma de Honra ao Mérito Médico 2009.

 

(Jota Marcelo. Com atualizações)

5 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!