Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 18 de maio 2019

JORNALISMO] Ponte – Valmir Pedro viabiliza ligação de caminho no Centro de Uruaçu

1º de maio de 2014. Nessa data (quase cinco anos atrás), parte do escoramento do encabeçamento da ponte da rua Miracema do Norte, em Uruaçu, cedeu, causando também outras danificações. Valmir Pedro (PSDB), prefeito de Uruaçu, que tem investido desde o início do mandato em dezenas de ligações, ordenou que o estrago fosse reparado e a obra está em andamento.

 

Aguardada desde maio de 2014, só agora a reforma, adequação da ponte da rua Miracema do Norte se torna realidade – Fotos, inclusive a da página principal: Márcia Cristina/JORNAL CIDADE

 

Conserto anima moradores. É o caso de Eber Pinheiro da Silva, que possui residência e comércio na vizinhança e disse ao JORNAL CIDADE: “Ele [prefeito Valmir Pedro] teve vontade de arrumar e vejo que o serviço está ficando bom. É uma iniciativa importante” – Foto: Jota Marcelo/JORNAL CIDADE

 

Secretário Edguimar Vasconcelos, sobre Valmir Pedro: “Mesmo contando com poucos recursos e suportes material e humano escassos, tem conseguido, todo dia, solucionar problemas. É uma referência de prefeito, voltando atenção para as obras” – Foto: Jota Marcelo/JORNAL CIDADE

 

Edguimar Vasconcelos e operários trabalham na obra desde a semana inicial de fevereiro – Foto: Jota Marcelo/JORNAL CIDADE

 

Restauração, conclusão da ponte ajudará trânsito fluir nas imediações

 

Casal Raquel Bispo/Sandro Jorge Inácio considera vital a solução do problema (ponte) e pede a instalação de dois equipamentos redutores de velocidade na rua Miracema do Norte

 

Instantes iniciais do aterramento, em 21 de fevereiro – Foto: ASCOM/Prefeitura

 

Prefeitura firmou ‘compromisso com os moradores da região de resolver a situação e agora estamos cumprindo. Além da reconstrução da ponte, faremos também o recapeamento asfáltico de toda a região’

 

Dias iniciais da obra da ponte – Foto: ASCOM/Prefeitura

 

Quatro dos investimentos nas pontes da zona rural, em informações do superintendente Cidervane Rabelo. Rio Passa Três, região da antiga Escola Agrícola (hoje Casa Terapêutica)… – Fotos (Arquivo): Divulgação/Superintendência

 

…Córrego próximo da sede da Cerâmica; antiga propriedade do produtor rural Jonas Rita…

 

…Córrego Furnas, na região do Barroso, proximidades da propriedade do Senhor Samuel…

 

…Córrego Vereda (região da Vereda)

 

Vereador Joeli do Salão: “O prefeito está de parabéns! Sou fiscal e torcedor para que as obras possam fluir em Uruaçu, seja na zona urbana ou na zona rural” – Foto: Jota Marcelo/JORNAL CIDADE

 

Ouvindo moradores, operários e Edguimar Vasconcelos (secretário municipal de Infraestrutura), reportagem do JORNAL CIDADE esteve no local, às margens do rio Machombombo, na manhã da quarta-feira 20 de fevereiro.

Sucederam os pedidos, as cobranças de providências para a recuperação, nada foi feito e durante todo esse tempo, a inconformidade e irritação também soaram fortes, especialmente da parte de moradores vizinhos e costumeiros usuários daquela via pública. A patrimônio, que sequer ficou adequado para ser usado em meia pista, teve seu trecho como opção para descartes de lixo, entulho, animais mortos e até ponto de encontro de casais no escurinho da noite.

Mais que ligar regiões que apresentam grande movimentação de veículos e pedestes, englobando bairros centrais. “Não vimos qualquer iniciativa para a solução do problema e nós, agora, na sequência de nossos investimentos em pontes, estamos arrumando e, tenham certeza, essa ponte, destruída devido enchente e desgaste, ficará muito boa para ser usada durante décadas”, disse ao JC, o prefeito, que visitou a obra na manhã de 22 de fevereiro.

 

Edguimar especifica

Falando ao JORNAL CIDADE, o secretário detalhou que o acabamento é feito com três pilares de sustentação com dois metros de extensão e 12 vigas de apoio. “Sem estrutura correta, não aguenta mesmo! Da forma que estamos recuperando, cai a ponte, mas não cai a barreira”, atestou Edguimar, conhecedor profundo de obras públicas.

Sobre o aterramento, que ele informou iniciar no dia seguinte – e foi –, explicou que “não basta só jogar a terra e despejar pedras, é preciso fazer isso com uma técnica”.

Edguimar narrou também que a pavimentação asfáltica a ser realizada nas duas pontas e na própria parte plana (tabuleiro) da ponte deve ser antecedida de ótimas providências, pois, ao contrário, a água da chuva e o próprio tempo de uso danificariam o espaço.

O prefeito e o secretário manifestaram ao JC que a atual Administração sempre dedicou atenção para com as pontes. Casos, por exemplo, das existentes nas ruas Rio Grande do Norte (divisa bairro São Vicente-vila JK); Gurupi (divisa vila Dourada II-setor Casego); e, sequência da rua Duque de Caxias (divisa Centro-Setor Sul I). Outras também na parte Oeste uruaçuense, onde existe um complexo de mais de dez bairros.

“Sabemos que outras pontes precisam ser reformadas, adequadas e, inclusive, construídas. Aos poucos estamos solucionando problemas envolvendo-as, que têm execução direta, com material e mão de obra de qualidade”, ponderou Valmir Pedro.

Listando a existências de centenas de problemas estruturais crônicos nas duas áreas de Uruaçu, Edguimar avalia que Valmir Pedro “é um guerreiro”, pois “mesmo contando com poucos recursos e suportes material e humano escassos, tem conseguido, todo dia, solucionar problemas. É uma referência de prefeito, voltando atenção para as obras públicas”.

Bueiros: o secretário comunicou ainda que vasto trabalho é realizado, com construção e reparos. “Um caso antigo, por exemplo, solucionamos de vez, na esquina da rua Belém com a São Sebastião, no Parque São Jorge. Era motivo de muita reclamação, mas está solucionado. Na Vila Primavera, efetuamos a limpeza e, construímos todas as vazantes de bueiros. No bairro São Vicente, esse serviço também é realizado e, assim por diante”.

No que se refere à zona rural, a mesma informação foi prestada por Cidervane Rabelo, superintendente municipal de Agricultura e Pecuária/Prefeitura. “Arrumamos muitas e, somos cientes que temos mais para arrumar. Estamos Trabalhando. Dia 23 de fevereiro, vamos entregar oficialmente alguns mata-burros construídos da região do Macaco”.

“Já reconstruímos 26 pontes nas mais variadas regiões da zona rural de Uruaçu. É um compromisso nosso sendo desenvolvido, em respeito às famílias moradoras e trabalhadoras do campo”, mencionou o prefeito ao JORNAL CIDADE.

 

Moradores

Residente em área próxima de uma das cabeceiras da ponte e munícipe prejudicado ao extremo com a situação, Eber Pinheiro da Silva, que tem na parte frontal do lote estabelecimento comercial do ramo de conserto e reforma de sofás, opinou que ao longo do tempo de permanência sem uso a ponte representou o de pior, com as pessoas correndo risco. “Aqui é Centro. Teve gente da Prefeitura que veio tempos atrás, foram feitas fotos, mas nada! Arrumada e usada, ela trará segurança e estética”, anteviu, elogiando a iniciativa de Valmir Pedro: “Ele teve vontade de arrumar e vejo que o serviço está ficando bom. É uma iniciativa importante”.

Do outro lado, na parte Oeste da ponte, reside o casal Raquel Bispo/Sandro Jorge Inácio. “Bom demais estarem solucionando o problema, que dura há tempos. Finalmente! Essa nossa parte da rua ficou praticamente sem uso”, disse ele.

A esposa igualmente se mostrou feliz com o procedimento da Prefeitura e, sugeriu, pediu, através do JC, que sejam instalados dois equipamentos redutores de velocidade, pois a ponte se localiza entre dois trechos de expressivas descidas. “Isso evita que o trecho da rua vire uma pista de corrida. Aqui por perto residem crianças, inclusive duas de uma prima minha que mora em frente minha casa”.

O casal relembrou que na extremidade Leste da rua existiam dois quebra-molas, retirados anos atrás. “Seria bom mesmo implantar algo que reduzisse a velocidade”, assinalou o marido dela.

A Prefeitura de Uruaçu esclarece ter firmado ‘compromisso com os moradores da região de resolver a situação e agora estamos cumprindo. Além da reconstrução da ponte, faremos também o recapeamento asfáltico de toda a região’.

Procurado pela reportagem, Roberto José Tavares (o Amigo10 de Uruaçu), titular da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), informou estar adoentado (dengue) e que posteriormente retornaria. O periódico visou saber dele, defensor da mobilidade urbana, sobre a possibilidade da implantação dos equipamentos. Frisa-se que na condição de vereador (2013-2016), o hoje auxiliar da Prefeitura empreendeu diferentes pedidos para que a referida ponte, além de outras, fossem reparadas pelo poder público.

Vereador integrante da Comissão de Obras, Serviços Públicos e Atividades Privadas, Joeli do Salão (MDB) disse ao JORNAL CIDADE que a obra atende anseios da população em geral, pois a ponte está no Centro da cidade e, temos certeza, o serviço da obra é de qualidade. Da mesma forma que visitei outras obras, também estou sintonizado com essa. Meu papel, igualmente outros vereadores, é fiscalizar, dentro das normas e da lógica. O prefeito está de parabéns! Sou fiscal e torcedor para que as obras possam fluir em Uruaçu, seja na zona urbana ou na zona rural”.

 

(Jota Marcelo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!