CULTURA & EDUCAÇÃO

DIVERSOS

‘Seu Nome’ – Biafra

Quando escuto a sua voz

Estremeço, me dá um nó

Sinto o tempo me tocar

Como um beijo

Que ficou no ar

Foi bom…

 

Como posso te esquecer?

Se o teu cheiro

Está em mim

Invadindo sem querer

Tudo passa

E eu só sei dizer

Seu nome, seu nome…

 

Tudo aquilo que senti

Não dá mais pra se apagar

Fecho os olhos

Não te esqueço

Deito e amanheço

Como é bom lembrar…

 

Tudo aquilo que senti

Não dá mais pra se apagar

Fecho os olhos

Não te esqueço

Deito e amanheço

Como é bom lembrar

Seu nome, seu nome…

 

Como posso te esquecer?

Se o teu cheiro

Está em mim

Invadindo sem querer

Tudo passa

E eu só sei dizer

Seu nome, seu nome…

 

Tudo aquilo que senti

Não dá mais pra se apagar

Fecho os olhos

Não te esqueço

Deito e amanheço

Como é bom lembrar…

 

Tudo aquilo que senti

Não dá mais pra se apagar

Fecho os olhos

Não te esqueço

Deito e amanheço

Como é bom lembrar

Seu nome, seu nome…

 

Amor!

 

Composição de Biafra e Piska, gravada por Biafra, no disco Seu Nome (1985), pela Barclay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!