CULTURA & EDUCAÇÃO

DIVERSOS

Prefácio/livro ‘Devaneios’ – Jair de Souza Palma

Prefácio (enviado, a um profissional dos microfones, para locução) de um livro digital. Leia!

 

Você ouve uma história surreal de três amigos estudante da mesma classe de aula, que num passado não tão distante resolveram escrever um livro com poemas, contos e crônicas.

Este aqui é um Livro Eletrônico, mas inicialmente foi escrito em formato comum, com capa dura, paginado e numerada as folhas, lá pelos idos dos anos de 1972 a 1974, em três mãos. Eles estudantes do Curso Técnico em Contabilidade do Instituto Educacional O Piracicabano; o livro Devaneios não foi editado em papel, pois os mesmos não tinham os recursos necessários para assim fazê-lo, em gráfica do próprio Instituto.

O objetivo era imprimir o livro e presentear com um exemplar aos professores e demais colegas de classe, formandos da turma de 1974, turma A e B por ocasião da colocação de grau. Passou-se o tempo. Hoje, após mais de três décadas, o aluno escritor Jair de Souza Palma vê coroado os seus escritos e anotação em forma de livro digital.

Os demais coautores amigos e colegas e também escritores nunca mais se encontraram; sem terem vistos os seus escritos publicados em forma normal, mas as 28 peças literárias escritas pelo autor deste livro eletrônico vê com alegria as suas anotações lidas em uma estação de rádio via internet; um amigo, radialista e apresentador das crônicas em seu programa noturno e assim registrar as páginas já amareladas pelo tempo em áudio e dar vida ao livro Devaneios, que é recomendado às pessoas que amou e ama; por quem sente a ausência e a saudade da sua cara metade, pelos devaneios nas madrugadas frias e geladas, parceiro da solidão que acalenta e aconchega a ausência.

Mais de três décadas se passaram, hoje, realiza um sonho de ver as suas inspirações, não em papel sob forma livro normal, mas, em mídia sonorizada para acalentar os corações de quem curte o amor, a paixão e a solidão cotidiana, nestes devaneios e reveses da vida que nos proporciona nas curvas sinuosas, escorregadias e pedregosas de nossas veredas obscuras neste GPS traçado na caminhada da vida.

Estes áudios do autor levarão você à saudade dos tempos de bancos escolares, dos amores escondidos dentro da classe de aula, do cupido fechando um; o próprio autor, que veio a se casar com a menina mais pura e linda de toda a classe; sua eterna amada e este material por Ela guardado dedicam in memoriam as locuções e os escritos por Ela guardados e encontrados após sua morte terrena entre seus pertences íntimos e assim sendo em forma de gratidão, presenteamos nossos amigos e ouvintes das páginas escritas em noites de devaneios e quem sabe a suas próprias histórias de amores e fantasias.

Contém esclarecer que o livro Devaneios foi escrito em três mãos, pelos amigos, sendo que cada um era responsável por escrever durante o mês uma ou mais peça literária, como poemas, contos ou crônicas e depois passar ao próximo escritor para dar continuidade no livro escrito. Para esta continuação, haveria necessidade de ler os escritos do amigo anterior, para se inteirar do assunto e prosseguir nas mesmas cadencias literárias composta pelo seu antecessor.

As crônicas aqui reunidas são apenas de uma autoria, sendo que as demais crônicas, poemas e contos eram dos outros, não inclusos nesta mídia sonora por falta de não serem encontrados, para que os mesmos autorizassem as suas anotações em um programa radiofônico.

Aquele livro com 80 peças literárias em diversos gêneros e estilos; 28 são do autor deste livro eletrônico, nunca foram lidas pelos demais amigos de escolas e bem como nunca mais tiveram a intenção de publicar o livro Devaneios; mas, apenas uma gota de sabedoria e inspiração, aqui é registrada em locução, com efeitos sonoros e algumas inclusões de fundo musical em noites de Devaneios.

Talvez, você ouvinte, deve até ter percebido que os assuntos são relacionados há quase sempre aos mesmos temas – amor, paixão, saudade e solidão –, porém quando foi escrito não era bem a ordem aqui contida, uma vez a opção foi colocar em ordem alfabética e a mesma lida via internet-rádio e com os recursos mais modernos de sonoplastia, complementados a cada crônica com uma música instrumental do maestro e arranjador do Rei da Juventude, bem como suas próprias canções. Os fundos musicais e efeitos sonoros foram inseridos durante as locuções, ao vivo, das leituras das peças literárias e, outras ainda complementadas com mais uma música relacionada à crônica propagada.

 

Jair de Souza Palma é autor do prefácio e de crônicas do livro nunca lançado. Digital, com poemas dele, foi lançado Devaneios – jair.saturno@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!