CULTURA & EDUCAÇÃO

DIVERSOS

‘Guerrilheiros do Araguaia’ – Júnior Lamarca

Quando o mal se enraizou

pelos rincões do Brasil

Uma voz se levantou

e demonstrou força motriz

 

Contra toda intervenção

da mão capitalista

Fez bater um coração

no peito idealista

 

Em Formoso resistiu,

Trombas fitou a matilha

O Araguaia assistiu

os entraves da guerrilha

 

Zé Porfírio combateu

pela terra devoluta

E viram que um filho teu

não foge à luta

 

Perderam a primeira e ficaram sentidos

Seus batalhões combalidos

Subestimaram os povos da mata

E na mata foram reprimidos

 

Perderam a segunda e foram humilhados

Milicos desnorteados

Seus estrategistas mostraram a falha

E a batalha deixou um legado

 

Tiraram o time de campo

e não engoliram a derrota

Se prepararam por mais de um ano

e raivosos voltaram pra mata

 

Usaram disfarces campeiros e enganaram a população

Quebraram barreiras, rompendo trincheiras, ceifaram a revolução

 

Mas o Araguaia foi testemunha dessa resistência

De uma querência que não aceitou essa submissão

Todo nosso sangue que foi derramado a terra adubou

Fez nascer coragem e tenacidade que aqui germinou.

 

Júnior Lamarca é professor, produtor cultural, músico e historiador. Natural de Goiânia e adepto da pedagogia progressista, para compor essa obra uniu suas duas grandes paixões: educação e cultura. Ao longo de quase duas décadas de ensino público, percebeu que além da escassez de produção bibliográfica referente ao ensino de História de Goiás para o público juvenil, o rendimento escolar era alavancado quando a arte era explorada em suas aulas. Em 2014, através de vasta pesquisa bibliográfica e de campo, traçou um recorte histórico, destacando momentos que contribuíram (e contribuem) para a formação cultural do povo goiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!