OPINIÃO

DIVERSOS

‘EDITORIAL’ – Edição 387 (1º a 15/10/2022) – ‘Vacinar é preciso!’

No mundo, a história da vacinação, envolvendo a saúde em geral, lembra fatos positivos.

Com a pandemia da Covid-19, muitas afirmações ocorreram e ocorrem, inclusive com polêmica enorme, radicalismo extremo, reunindo gente favorável ou não.

Do texto enviado por Agência de notícia ao JORNAL CIDADE, com trecho aqui transcrito sob adaptações: No caso do novo coronavíruos, o vírus continua circulando e infectando pessoas diariamente. ‘A boa notícia é que estudos mostram que graças à vacinação, essas subvariantes têm suas ações atenuadas, gerando menor quantidade de casos graves e uma infecção com menor tempo de duração. A vacina foi a grande responsável pela diminuição das taxas de internação (casos mais graves) e óbitos no Brasil, o que trouxe um cenário de controle da pandemia. “Para continuar com esse resultado, é importante que as pessoas completem as doses da vacina”, pontua a docente. E é por conta dessa “redução” da proteção contra o vírus que muitas cidades e Estados do País estão oferecendo o “segundo reforço”, popularmente chamada de quarta dose – inicialmente para profissionais de saúde, idosos e pessoas imunossuprimidas, estendendo gradualmente a proteção até para quem está na casa dos 30 anos..

Em outra parte de determinado texto, está, sobre outra vacina: O caso de poliomielite identificado nos Estados Unidos e a queda na taxa de vacinação no Brasil reacenderam uma preocupação que havia sido sanada no início dos anos 1990, quando a doença foi considerada oficialmente eliminada no País. A meta anual de imunização deve contemplar 95% das crianças brasileiras, porém, essa porcentagem ficou em 76,05% em 2020 e 67,71% em 2021, segundo o DataSUS. A tendência é que continue havendo diminuição nesse índice..

A Pasta estadual da Saúde em Goiás, orienta: O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), reforça a importância da vacinação contra a meningite diante do aumento no número de casos no País. A meningite é um processo inflamatório que atinge as membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal, podendo gerar sequelas e levar ao óbito. A doença pode ser causada por diferentes agentes, como bactérias, vírus, fungos e parasitas. As meningites bacterianas e virais são as mais preocupantes pela magnitude de sua ocorrência e potencial de produzir surtos..

Já a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite é uma realidade neste início de outubro, para imunização de crianças de um até quatro anos, 11 meses e 29 dias contra o vírus causador da paralisia infantil. Até aquelas que já receberam a proteção em anos anteriores precisam ser vacinadas.

Vacinar, vacinar, vacinar! Se cuide!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!