OPINIÃO

DIVERSOS

‘EDITORIAL’ – Edição 374 (16 a 31/03/2022) – ‘Cursos e mercado de trabalho’

O mercado de trabalho, setor da prestação de serviços, com suas expansões e necessidades de mão de obra qualificada, sempre contam com vagas de empregos disponíveis em todo o Brasil, nas cidades pequenas, médias e grandes, parte deles sem cobrança alguma de taxa de inscrição.

Que as pessoas, em especial os jovens, se interessem ao máximo e façam cursos, no Brasil existentes de maneira satisfatória. Trabalhar é importante e atuar profissionalmente portando conhecimentos adquiridos em cursos, mais importante ainda.

Na busca por novos talentos, diferentes empresas e representações divulgam vagas de empregos, geralmente com as oportunidades sendo para início imediato. Exemplo do Sistema S; das Associações Comerciais e Industriais; e, do Sistema Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg)/Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás)/Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária em Goiás (Ifag) (Sistema Faeg/Senar/Ifag.

Envolvendo Goiânia, um recente fator positivo nessa área, conforme postagem em rede social do vereador Leo José:

Foi aprovado em segunda votação, o projeto de lei de minha autoria, em que fica autorizado a criação do Instituto Tecnológico de Goiânia – Maguito Vilela.

O intuito do projeto é de qualificar a mão de obra existente para preenchimento das vagas de empregos disponíveis em nosso mercado de trabalho, na capital.

Com o Instituto Maguito Vilela, o trabalhador ganhará uma ferramenta poderosa para melhorar seu currículo, ganhando conhecimento e melhorando suas chances de ingressar no mercado em uma boa vaga. 

Sempre atuei e continuo a atuar com foco em políticas públicas voltadas ao emprego e renda e, sigo buscando ajudar o trabalhador a ter mais dignidade e para que nossos jovens consigam a tão sonhada vaga de primeiro emprego..

No Governo de Goiás, as Escolas do Futuro oferecem, conforme a época, mais de 6 mil vagas gratuitas para cursos em várias modalidades e temas (os candidatos devem ter mais de 16 anos e ensino fundamental completo), com as inscrições podendo ser realizadas pelo site efg.go.org.br.

No Instituto Federal de Goiás (IFG), as vagas existentes para cursos técnicos integrados ao ensino médio estão distribuídas entre os 14 Câmpus da instituição de ensino superior, que, também oferece cursos para jovens e adultos (EJA), com vagas para cursos técnicos integrados ao ensino médio, destinados a jovens com 18 anos ou mais e adultos.

Vale a pena fazer um curso, reciclar (acompanhando as tendências profissionais), vale a pena estudar, ter ao menos um curso superior, aprender novas línguas. Bom trabalho!

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!