OPINIÃO

DIVERSOS

‘EDITORIAL’ – Edição 340 (29/10/2020) – ‘Honesta. Professora Eunice é honesta!’

Rotular Professora Eunice (dir.) de desonesta é uma desonestidade – Foto: Assessoria/Campanha 2020

 

Professora Eunice, presidente do Podemos uruaçuense e candidata a vice-prefeita de Machadinho (Democratas), tem origem e berço totalmente simples, honestos, com o trabalho se tornando realidade desde quando essa mineira-goiana era bem nova. O mesmo ocorreu com os irmãos da mesma. Uma das práticas que afastam muita gente do setor político é o ato da inverdade. Mentira absurda vista em Uruaçu dentro da campanha eleitoral 2020 é a pregação de que Professora Eunice é desonesta ou que esteve envolvida com desonestidade enquanto servidora pública do Estado de Goiás e do Município. Profissional exemplar da área educacional, a vice-prefeitável se dedica tanto ao trabalho que não tem tempo para perder com acusações falsas, levianas e que, em alguns casos, têm origem em pessoas frustradas, que pagam para terceiros plantarem tais inverdades; a maldade também parte de pessoas que nutrem ódio por quase tudo e todos. Mentira tão absurda que até mesmo determinados personagens adversários expressam contrariedade devido falsas acusações em desfavor dela (e, em outros casos, em desfavor de demais agentes políticos).

Há pouco tempo, o JORNAL CIDADE relembrou (reesclareceu): Solange Bertulino, eleita para comandar o Município no mandato 2013-2016, substituiu, na campanha 2012, Professora Eunice, que se viu na época, com restrição eleitoral – devido questões administrativas comuns (nada de desonesto!) –, resolvida faz bom tempo. Tanto, que a filiada do Podemos era pré-candidata a vereadora, apta 100% para concorrer, quando foi convidada para sair vice de Machadinho.

Professora Eunice não tem pendência eleitoral. Não possui qualquer restrição eleitoral. Não está com problema algum diante da Justiça Comum. Nada a desabona, nada a atrapalha no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Nenhuma barreira a impede no Tribunal de Contas da União (TCU). A candidata é ficha limpa. Ela possui todos os requisitos morais necessários ao exercício do direito de concorrer e, se eleita, do mandato político.

Pela segunda vez, Professora Eunice é candidata e já trabalhou em várias campanhas eleitorais, apoiando aliados conceituados. Toda vez que ganhou e toda vez que perdeu, jamais deixou de ser a Eunice simples, humilde, trabalhadora. Aconteça o que acontecer dia 15 de novembro, Professora Eunice não vai mudar seus princípios, seu jeito de ser.

Fake News é crime, dá cadeia! Cuidado devem ter os que despejam mentiras contra Professora Eunice e contra outros participantes das eleições em curso.

No caso de Uruaçu, parabéns Machadinho e Professora Eunice, Ana Paula e Evisio Silva, Janio Ferreira e Lulinha da Vila, Valmir Pedro e doutor Juarez Lourindo e, todos os candidatos a vereador por emprestarem seus nomes ao processo democrático! Que, ao máximo, suas honras sejam preservadas e que não sejam vítimas da maldade e da mentira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!