Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 18 de julho 2019

OPINIÃO

DIVERSOS

‘EDITORIAL’ – Edição 293 (1º a 15/11/2018) – ‘Sem brigas. Uruaçu acima de tudo!’

1.

Uruaçu, sede deste periódico, é maior que cada um de nós… Menos ódio, menos guerra no dial. Quanto mais positividades, melhor para a localidade e sua população! A intolerância está demais, envolvendo todas as classes sociais e outras frentes de vida do ser humano, que, ultrapassando limites, está tenso acima da média, já começando por culpa de problemas existentes dentro do lar. Lá fora, tudo piora e vira uma sucessão de fatos péssimos.

Os problemas de Uruaçu são muitos e graves, igualmente os de outros Municípios. Através do trabalho é possível, sim, reduzir. No mínimo, diminuir as adversidades. Todas as pessoas devem defender e ajudar Uruaçu melhorar. Faça a sua parte!

2.

Brasil: impressionante o tamanho da inexperiência, a enorme prepotência, o gigantismo da bobeira vistos nas mentes de alguns políticos. A falta de visão detona (ainda mais se capangas entupirem o poço profundo do ego da chefia), pois saber enxergar os fatos é primordial na atuação. Recomendação: leitura de livros e textos consistentes, fundamentados, envolvendo Juscelino Kubitschek, Tancredo Neves e Ulysses Guimarães, mais Nelson Mandela, Franklin Delano Roosevelt e Barack Obama. Com tais leituras, fica a certeza (também) de que a ocupação diária envolverá somente os médios e grandes casos, pois picuinha não deve ocupar o tempo desses alguns políticos.

A falta de tino administrativo e político enfraquece alguns, fortalecem outros. Se cuidar, refletir, equilibrar é essencial.

3.

(Falta de) controle – Ninguém tem a necessidade de querer pisar nos outros! Na vida, nunca ninguém devia ignorar os outros e nem tratar as pessoas como inimigas. Nem mesmo na área política isso podia ocorrer. Quem faz isso, anda, corre, voa, se empolga com o glamour… Mas, depara com as amarguras do cotidiano. Daí, começa lembrar de quem? De quem foi desdenhado, dos que foram desvalorizados, tidos como inimigos e desprezados.

4.

Não faça uso de artifícios errados para complicar ainda mais a sua vida ou a convivência de terceiros. Modere-se, seja moderado todos os dias.

Lute pela paz todos os dias da vida! Em cada pequeno, médio e grande gestos a prática da paz está presente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!