Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 19 de julho 2019

OPINIÃO

DIVERSOS

‘EDITORIAL’ – Edição 290 (16 a 30/09/2018) – ‘Nomes mais interligados com Uruaçu’

‘O último foi Manoel de Oliveira Mota’

 

Na edição de 16 a 31 de agosto, o Jornal Cidade trouxe como reportagem principal informações sobre seis candidatos a deputado estadual. Quatro deles, residentes em Uruaçu, mais dois de identificação grande com a cidade nortense. Na Capa, a manchete Para a Assembleia, eu vou votar em…, com os dizeres: Fruto da democracia e das ideologias: seis opções para deputado estadual – Dhone Rodrigues (Solidariedade), Eliane Pinheiro (PSDB), Machadinho (Podemos) e Xuxa (PSL), residentes em Uruaçu. E, dois de laços grandes com o Município: doutor Cláudio Brandão (PMB) e Júlio da Retífica (PTB). Noite de 7 de outubro: será possível tomar conhecimento sobre os 41 vitoriosos para a Assembleia.

Sem desrespeitar e aplaudindo a democracia, liberdade, o periódico entende com perfeição e sabe como funciona o sistema eleitoral do Brasil. Forma de incentivar o eleitorado votar em um deles. Esse foi um dos objetivos, ao mesmo tempo em que a publicação alertava que mais ou menos 200 (até mais!) concorrentes ao Palácio Alfredo Nasser devem ganhar votos em Uruaçu, algo ocorrido em campanhas eleitorais do passado. Tem por todos os lados o ditado, a pergunta Terra de ninguém?. Sabe-se que, além desses nomes, existem outros com boas intenções perante a localidade que geralmente não elege ninguém. O último foi Manoel de Oliveira Mota (há anos, dedicado advogado com atuação na Grande Goiânia), no pleito de 1982. Teoricamente, quem mais mantém laços com Uruaçu, mais tende se envolver com as causas do reduto de 87 anos. Daí, predomina (teoricamente, idem) o pensamento de que o bairrismo deve soar alto, porém, devido série de fatores isso não é levado para as urnas, pelo menos em Uruaçu.

Em um trecho da publicação, está: Com as definições das convenções no princípio de agosto – e pleito em andamento –, a definição oficial das frentes políticas ditou quem é quem e quais os procedimentos seriam tomados não apenas nos âmbitos nacional e estadual, mas também no plano municipal, onde está a base de todo competidor (pretendente a ocupante de cargo eletivo), aquele que busca vitória nas eleições 2018 junto aos 27.362 eleitores de Uruaçu aptos a votar em cento e duas Seções, nos 20 locais que contarão com urnas.

Das quarenta e uma cadeiras da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás alguma terá na legislatura 2019-2022 a titularidade de alguém com laços uruaçuenses?, aborda a reportagem. É aguardar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!