Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 24 de maio 2019

Hospital Regional tem papel importante para regionalização da saúde em Goiás, diz Ismael Alexandrino

Um dos pilares da atual gestão, a regionalização permitirá a otimização dos atendimentos e serviços de saúde para a população dos Municípios goianos, principalmente para os mais distantes da capital Goiânia, esclarece o Governo de Goiás.

 

Hemu, em imagem de 12 de março de 2019 – Fotos, inclusive a da página principal: Márcia Cristina/JORNAL CIDADE

 

Hemu. Clicada de 30 de junho de 2018, uma semana antes da inauguração inicial – Foto: Marcello Dantas – @levedeviagem

 

Unidade de saúde dias antes da inauguração da etapa inicial – Foto: Divulgação/SES-GO

 

Hospital, em 6 de julho de 2018… Inauguração – Foto: Divulgação

 

O Hospital Estadual Geral e Maternidade de Uruaçu (Hemu), obra em construção no Norte de Goiás, está com 95,97% do projeto principal concluído e 43,97% da segunda parte da obra em andamento, referente ao almoxarifado, subestação elétrica, central de gás, entre outros. A unidade, que começou a ser construída na gestão passada, é financiada com recursos do Tesouro Estadual e, quando estiver em pleno funcionamento, realizará atendimentos exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Conforme publicado amplamente pelo JORNAL CIDADE, a estrutura aguarda reequilíbrio financeiro estadual para que as obras, que já estão avançadas, sejam retomadas. Após o início de suas atividades, o Hemu vai compor a rede de Hospitais Gerais do Estado de Goiás (Hoge), juntamente com o Hospital Estadual Geral de Goiânia Alberto Rassi (HGG), Hospital Estadual de Pirenópolis Ernestina Lopes Jaime (Heelj) e Hospital Estadual e Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), integrando o complexo de unidades da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, ressalta a importância de conclusão das obras do Hemu para a regionalização da saúde em Goiás, um dos pilares da sua gestão. “A unidade será concluída e suas atividades serão fomentadas e muito bem aproveitadas para a oferta de saúde na região Centro-Norte”, afirma, lembrando: ainda que em pleno funcionamento, o Hospital terá custeio de mais de R$100 milhões anuais e que a gestão buscará apoio no Ministério da Saúde (MS) para a manutenção da unidade.

“Apesar de ter sido inaugurado para a população [dia 6 de julho do] ano passado sem a sua devida conclusão, o Hemu não teve um cronograma de execução. Agora, precisamos de uma dotação orçamentária, pois a verba não foi prevista no orçamento da gestão anterior”, diz. No entanto, o titular da SES lembra que por meio de uma gestão com extrema responsabilidade, os usuários podem contar com o Hospital que será concluído e entrará em funcionamento.

 

Regionalização

Segundo o secretário do governador Ronaldo Caiado (DEM), o Hemu é de fundamental importância para o atendimento de saúde regionalizado e alcançará mais de um milhão de habitantes distribuídos nos 60 Municípios nortenses e de outras regiões. Estão previstos para a casa de saúde atendimentos em gineco-obstetrícia, urologia, proctologia, clínica médica e cirúrgica, ortopedia, traumatologia, cardiologia, gastroenterologia, pneumologia, neurologia clínica e mastologia, além de realização de exames, leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI’s) adulta, pediátrica e neonatal e atendimentos de urgência e emergência.

Após o secretário de Saúde de Goiás visitar o Município de Santa Terezinha de Goiás em 23 de fevereiro, uma Policlínica também está sendo viabilizada para a região Centro-Norte de Goiás. Na cidade, a regionalização da Saúde proposta por Ismael Alexandrino, uma estrutura física que seria utilizada pela gestão municipal para um Hospital de pequeno porte, será remodelada para que uma das 17 Policlínicas Regionais idealizadas por Caiado seja implantada. Para o assessor governamental, a Policlínica permitirá melhor uso da estrutura construída na cidade e será mais um instrumento para colaborar com a regionalização da saúde, determinação constante de forma destacada no plano governamental de Caiado.

 

(Informações, com adaptações e acréscimo de dados: Comunicação Setorial da SES-GO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!