Reeleito em Uruaçu, Valmir Pedro tem muito trabalho e amplos desafios

Entre os desafios do prefeito eleito, pensar na formatação parcial ou não da equipe governamental em poucos dias e, gerir em novos tempos um Município que carece de estruturas em todas as áreas, com urgência maior para a saúde pública – melhorias humana e material –, e, cobrar junto com outros prefeitos, a conclusão da obra do Hospital Regional, com qualificada, rápida ação para equipá-lo, contratação de equipe e início da operacionalização. Esta publicação também aborda as outras três candidaturas de Uruaçu.

 

Valmir Pedro: vitória democrática, com a vontade popular – Fotos: Divulgação/Campanha

 

“Ajudou mudar a ‘cara’ da prática da política de manter a união em Uruaçu”, comenta Valmir Pedro (esq.), sobre o vice doutor Juarez Fernandes (dir.)

 

Valmir Pedro (adolescente, trabalhando em garimpo de ouro): vitória de grande significado e menos de 50 dias para o início de nova gestão

 

Vitória de Valmir Pedro e reeleição conquistada com 9.919 preferências populares. Uma delas, justamente o voto dele. Comemoração, com alegria dividida e, agradecimentos aos eleitores, aliados, apoiadores

 

Após os eleitores uruaçuenses irem às urnas no domingo 15 de novembro e, o Tribunal Superior Eleitoral divulgar oficialmente o resultado, a constatação de fato: o candidato à reeleição Valmir Pedro (PSDB), que tem doutor Juarez Lourindo (Solidariedade) na vice, venceu a adrenalizante disputa eleitoral para a Prefeitura de Uruaçu, com 48,38% dos votos válidos.

Machadinho (Democratas) ficou em segundo lugar, contabilizando 47,32%. Do total de 27.779 votos aptos e 20.502 válidos (94,80%), foram 9.919 contra 9.701, uma diferença 218 de sufrágios. Em branco, 295 (1,36%). Nulos: 830 (3,84%). 21.627 eleitores se dirigiram até as Seções.

Beirava quase 23h quando o TSE finalizou e publicou o resultado oficial. Antes, a lentidão do sistema de informática do TSE irritou geral, em todo o País. Militância do prefeito somou parciais das 77 urnas, através das quais é possível chegar ao resultado antes mesmo do anúncio oficial da Justiça Eleitoral. Ou seja: a comemoração teve início anteriormente ao anúncio oficial.

Uruaçu não detém eleitorado com o hábito de reeleger ocupantes do Paço Municipal e, 2020 foi ano para Valmir Pedro – nascido na Vila da Palha (hoje setor Aeroporto) e de conquistas na esfera política –, quebrar essa tradição, feito alcançado antes apenas por Marisa Araújo, eleita em 2000 e reeleita em 2004.

Trabalho a mais para a Justiça Eleitoral e as forças de segurança pública: ao longo do dia da votação, transcorreram incidentes com proporções variadas em alguns pontos da cidade de Uruaçu.

Cerca de 147,9 milhões de eleitores escolheram prefeitos, vice e vereadores em 5.567 Municípios, na maior eleição municipal da história do País. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), 881 nomes disputaram as duzentas e quarenta e seis Prefeituras goianas. Em Goiânia e Anápolis, a decisão final será em segundo turno, dia 29 de novembro

 

Apoiadores

Em setembro, durante a convenção, Valmir Pedro comentou que a nova escolha do aliado como candidato na chapa representaria ainda mais, segundo o prefeito, a sintonia perfeita entre ambos, com o amigo sendo sinônimo de trabalho, ética, serenidade, colaboração. Observando que doutor Juarez Lourindo não foi e não é problema para a gestão 2017-2020 – “como vimos em mandatos passados” –, Valmir Pedro notou: além de ser bom vice, ele é boa pessoa e, amigo, não apenas do prefeito, mas de todos os integrantes da Administração. Sublinhando que doutor Juarez “ajudou mudar a ‘cara’ da prática da política de manter a união em Uruaçu”, o prefeito especificou o vice também de fiel, “ajudando desempenhar trabalho determinante”.

Viu-se uma campanha eleitoral acalorada, acirrada ao extremo. Coalhada de provocações, especialmente em direção de Valmir Pedro, que jamais se furtou de esclarecer, destacando ser ele o responsável maior pela defesa de sua própria honra.

Outros cinco partidos integraram o projeto de reeleição da coligação Uruaçu segue adiante!, liderado pelo PSDB, comandado localmente por Batista da Retífica: Solidariedade (presidido em Uruaçu por Wemerson Fonseca), DC (por Márley Júnior [Macarrão]), PRTB (doutor Daniel Lima), PSD (Divino Galvão), PSL (Marciell Lázaro) e Republicanos (Pastor Noraldino).

O prefeito de Uruaçu conta com o apoio dos comandos estaduais de tais siglas, de forma mais próxima via congressista Lucas Vergilio (Solidariedade).

 

Desafios

Através de conquistas de emendas individuais e de bancada em Brasília, mais recursos próprios, o prefeito atual-reeleito planeja investir bem mais em Uruaçu, Município, igual outros, carente de contemplações.

No conjunto de desafios, encerrar a atual etapa com normalidade; debruçar sobre equipe governamental (atual e futura) em menos de 50 dias; iniciar seu segundo governo sob os efeitos do novo coronavírus; e, muito mais. Aliás, o pedido inicial no mundo, junto aos gestores, é estrutura satisfatória no campo da saúde pública.

Está no radar de Valmir Pedro, o fator obra do Hospital Regional, com qualificada e rápida ação para equipá-lo, contratação de equipe e início da operacionalização. O objetivo é somar forças com prefeitos da região e formularem pedidos diante do Governo de Goiás.

Os projetos não executados no mandato pioneiro se juntam aos outros propostos para a fase que se aproxima. O prefeito justifica que nem tudo pensando foi praticado, observando: isso adveio por causa de sucessivas crises pelas quais o Brasil passou, passa (e passará). “Nós temos a pretensão de oferecer o maior número de obras para a população e Uruaçu, seja material ou humana”, havia dito recentemente o prefeito ao JC.

As frentes de serviços englobando pavimentação asfáltica e afins são vistas em distintos bairros. “Nossas ações, favorecendo a população, é uma realidade que não para. Em dezembro, estaremos, novamente, em Brasília, naquela ‘Romaria’ de busca de pedidos de emendas”, antevê.

Se com a vitória democrática, Valmir Pedro conquistou pela segunda vez seguida o Poder Executivo e já tem atenção voltada para a Administração 2021-2024, os outros três disputadores prosseguirão com suas atuações profissionais.

[Leia mais nas três submatérias abaixo

 

Machadinho: ‘Não se perde o que não se tem’

 

Machadinho e a vice Professora Eunice Faria: segunda colocação na disputa eleitoral de Uruaçu em 2020

 

Machadinho, que em 2016 também ficou na segunda colocação – perdeu de 8.632 a 8.073; diferença de 559 votos –, passou, durante quatro anos, muito tempo realizando visitas, participando de eventos, mantendo contatos, fazendo interlocuções, se candidatou a deputado estadual em 2018, mas não foi eleito.

As andanças são vitais, mas, outras atividades e iniciativas precisam ser praticadas, como por exemplo, investir bem (legalmente) em questões diversas. Equipes de coordenação, marketing e outras responsabilidades precisam zelar todo dia de si e do candidato.

Alguns aliados de frente do democrata exageram atenção em alguns detalhes, abandonando outros por total. A comunicação social das campanhas eleitorais de Machadinho, por exemplo, é ruim, ruim, ruim. Vê-se empolgação com artes gráficas, montagens, vídeos, áudios, redes sociais, aplicativos e, nitidamente a comunicação social não é valorizada. Um candidato, por meio de seus núcleos, precisa ser apresentado com qualidade máxima, com comunicação social direta e clara, sem ocultação. Se o candidato se esconde em algo, se ele é escondido, ou seu núcleo humano não aparece, aí a falha da comunicação social cresce.

Falta de diálogo, achismo, imaginações, alucinações, prepotência, arrogância, desprezo e outras falhas também prejudicam Machadinho. Não basta estar em sintonia com as pessoas, é preciso estar e estar sob permanente interação. Esconder, correr das pessoas não é bom negócio. É possível estar escondido, mesmo estando no meio do povo? Claro que Sim!

Ele, em si, não comete tais erros (erra, óbvio, aqui-acolá, por naturalidade, mas, em causas amenas), entretanto, gente bem próxima do mesmo é especialista nisso. E, esse negócio de pensar que a vitória é certa antes das verdades do fechamento das urnas é um atraso gigante!

Talvez, quem sabe, se encarar uma campanha sem glamour (praticado por alguns aliados) e enxergando ser possível colher bons frutos sem extravagâncias (algumas delas, financeiras), Machadinho logrará sucessivos êxitos! Tem gente prejudicando, queimando Machadinho nas campanhas eleitorais. Repete-se: ele é vítima de erros grosseiros oriundos de pessoas próximas que querem, na verdade, ajudá-lo.

Se encontrar ânimo, provavelmente o democrata sairá candidato a deputado estadual em 2022.

Resumo de texto (com adaptações) publicado por aliados de Machadinho horas após a definição do resultado:

‘Quero agradecer a Deus por ter me dado a oportunidade de ser candidato a prefeito em Uruaçu. Eleição é a lição mais primordial da democracia. Quem não sabe perder, quem não sabe respeitar a manifestação do povo numa eleição, não está preparado para viver sob a égide do regime democrático. É muito bom ganhar, mas entre perder de pé e ganhar ajoelhado, prefiro sempre perder de pé. Fiz uma campanha muito limpa, muito honesta. Só tenho que agradecer as pessoas que trabalharam voluntariamente por mim, que estão tristes, mas eu digo que não, porque não perdemos nada, ganhamos muito, ganhamos amizades, respeito e aprendizado. Não se perde o que não se tem, apenas ficam as frustrações de ter perdido a oportunidade de realizar a mudança tanto esperada. No entanto, podemos dizer que ganhamos muitos amigos e vivemos momentos de congraçamento, nos quais pudemos exercer o que há de mais precioso nessa vida: conversar, ouvir e partilhar. Porque a cada nove pessoas dez me recebiam com sorriso no rosto, me abraçaram e me agradeceram por estar lá. Agradeço cada sorriso e cada abraço, porque isso me deu muita força nestes dias. Agradeço de coração os votos que me foram confiados. Eles refletem as circunstâncias de uma eleição marcada, em alguns momentos, pelo colossal abuso do poder econômico e político [o disputante que polarizou com ele discorda dessa afirmação]. Porém ao final, a democracia prevaleceu. Por fim desejo aos vereadores eleitos consciência e sabedoria para não abandonarem a população que grita por socorro.’.

Machadinho, que teve Professora Eunice (Podemos) na vice –, disputou a Prefeitura pela coligação Verdade, transparência e trabalho, constando também o Cidadania (presidido por Nadir Arantes de Carvalho [Dona Nadir]), PSC (por doutor Francisco Barroso), PSB (Professor Horbylon), PV (Armindo Pereira da Silva), PTB (Paullo Junior), Pros (Professor Francisco) e PMN (Professor Pacanaro).

De Ozires Ribeiro Silva, presidente do Democratas de Uruaçu:

‘Participamos mais uma vez da maior demonstração da democracia popular brasileira, Eleições.

Na condição de Presidente Municipal do DEM (Democratas) da cidade de Uruaçu /Goiás, quero registrar os meus agradecimentos a todos os colaboradores pertencentes a chapa 25.

Fizemos uma campanha prepositiva para o nosso majoritário Azarias Machado Neto (Machadinho).

Uma campanha cheia de lisura, respeitando todo o processo democrático de direito e as observâncias legais.

Quero nominar aqui duas grandes pessoas que estiveram à frente da coordenação ao qual estendo aos demais os meus mais sinceros agradecimentos: Moisés e Lucas. Obrigado pelo empenho! Obrigado pelos esforços feitos para que pudéssemos eleger os nossos candidatos.

O vosso trabalho e empenho jamais serão esquecidos!

Parabenizo a todos os vereadores eleitos! Faço votos que façam um mandato voltado a nossa população.

Que o peso de vossa caneta possa ser sensível às demandas da população do nosso Município.’.

 

Ana Paula: MDB revela novo nome feminino

 

Ana Paula (com o vice Evisio Silva): terceiro lugar na disputa eleitoral

 

Na terceira colocação, Ana Paula Catoira (MDB [chapa pura, com Evisio Silva na vice]), somando 2,31% (473 votos).

Apontada por parte da população como a grande (e positiva) revelação da cena política uruaçuense em 2020, disputou pela primeira vez uma campanha. Deixa impressão positiva, através da educação dela; das propostas explanadas (100% dentro dos bons padrões); das atividades de campanha em si praticadas com respeito e de maneira ordeira.

Outro ponto relevante foi o seu não envolvimento com problemas dos concorrentes. Ana Paula se apresentou ao eleitorado e pode ter futuro promissor, mesmo obtendo baixa votação por agora.

O MDB de Uruaçu está esfacelado. E, saber que durante anos reinou absoluto nesse reduto que abrigou militantes excepcionais!

 

Janio Ferreira agrada militância e outros quadros

 

Janio Ferreira: 409 votos e desempenho que agradou

 

Na quarta colocação, Janio Ferreira (PT [chapa solo]), com 1,99% (409 votos).

Dentro dos ideais, das propostas do Partido dos Trabalhadores para 2020, Janio Ferreira Alves atuou corretamente dentro da campanha, apresentando propostas. E, claro, defendendo o legado de gestões federais petistas (2003 a 2016, com Lula e Dilma Rousseff). Essa é a ótica do PT uruaçuense, presidido interinamente por Ivania Carozo.

Nem o prefeitável, nem o vice Lulinha da Vila são razões de chateação. Pelo contrário: se comportaram bem. Comportamento: “Nos debates, Janio se apresentou muito bem e está de parabéns”, manifestou ao periódico Antônio Ricardo Eckert, que candidatou a vereador, igual a presidenta. “[…] Uma campanha bonita, simples, feita com amor. Essa dupla merece respeito, só temos elogios para os dois, que são feras! Parabéns ao Janio Ferreira e ao Lulinha da Vila!”: considerações de Eckert.

PT, que tenta se reerguer em todos os Estados e no Distrito Federal, visando reconquistar o Palácio do Planalto, se possível com Lula presidente da República.

 

‘Pronto para a próxima’

Janio, em postagem: ‘Independente do resultado, saímos mais amadurecidos e mais fortes para a próxima batalha. Obrigado a todos e a todas. Serei eternamente grato a todos vocês pelos 409 votos recebidos. Estamos prontos para a próxima.’.

Ele relembrou terem levado o nome do partido ‘sem medo e isso é muito importante para todos nós.’.

Leia sobre a eleição dos vereadores, acessando aqui.

 

(Reportagem principal: Jota Marcelo e Márcia Cristina. Submatérias: Jota Marcelo. Com atualizações)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!