Prevenção a incêndios é prioridade na CRV Industrial

Usina goiana desenvolve colheita 100% sem o uso de fogo. No ano passado, 88% de colheita de cana foram mecanizadas. Nas demais áreas, consideradas impróprias para o maquinário, a colheita foi através de corte manual, evitando o uso de fogo.

Programa de Prevenção a Incêndio ajuda evitar transtornos ocasionados pelas chamas, como degradação do solo e problemas pulmonares na população que reside nas proximidades das áreas – Fotos, inclusive a da home: Comunicação

 

 

 

Nesta época do ano, com a umidade do ar abaixo dos 20%, a falta de chuvas e com ventos fortes e constantes, a ocorrência de incêndios é uma ameaça grave à natureza e à vida humana. A CRV Industrial, usina no Vale do São Patrício, em Goiás, ciente desses riscos, sempre desenvolve um amplo trabalho de vigilância e monitoramento.

Um levantamento feito pelo Corpo de Bombeiros de Goiás revelou que, de 2011 a 2021, a corporação atendeu uma média 6,5 mil ocorrências de combate a incêndios em vegetação por ano.

Para evitar os transtornos ocasionados pelas chamas, como degradação do solo e problemas pulmonares na população que reside nas proximidades das áreas, a usina possui um Programa de Prevenção a Incêndios.

Além disso, conta com ações emergenciais, com treinamento e reciclagem das equipes de brigadistas nos períodos de entressafra e uma vasta frota de caminhões pipas.

Ainda é desenvolvido um plano de auxílio mútuo, em parceria com outras instituições, como Prefeitura e Corpo de Bombeiros para auxiliar as comunidades em localidades próximas.

 

No campo

É importante salientar que a colheita da unidade é 100% sem o uso de fogo. No ano passado, 88% de colheita de cana foram mecanizadas. Nas demais áreas, consideradas impróprias para o maquinário, a colheita foi através de corte manual, evitando o uso de fogo.

Em 2021, foi registrado a ocorrência de 91 focos de incêndios em canaviais. Contudo, apesar do quantitativo dos incêndios, foram contabilizados apenas 1.693,74 hectares de cana queimada, o equivalente a 6,86% do total de cana colhida mecanizada.

Além disso, todas as colhedoras de cana são dotadas de kits de combate a incêndios. E as frentes agrícolas dispõem de caminhões pipa, que acompanham as atividades de colheita mecanizada e os serviços a quente, como solda.

Destaque também para as torres de monitoramento, com equipe fixa 24 horas por dia e a utilização de recursos e equipamentos como caminhões motobombas, viaturas, caminhões de apoio e veículos emergenciais. Os recursos e equipamentos são exclusivos para essas atividades e estão estrategicamente alocados.

A manutenção dos aceiros, com metragem adequada para ajudar a conter a propagação do fogo, é outra ação realizada. Ademais, é desenvolvido o enleiramento de palhas para a contenção do incêndio por meio de remoção de material combustível.

 

Ações educativas

As Brigadas de Incêndios e os colaboradores recebem rotineiramente treinamentos para atualização de suas capacitações de prevenção e combate a incêndios. Para conscientizar não apenas os colaboradores, mas toda a comunidade é envolvida em atividades educativas. Um exemplo é que toda a frota da empresa recebeu a plotagem com material de campanha contra queimadas. Além disso, são afixadas placas nas rodovias com mensagens para prevenção de incêndios.

Os vizinhos da usina também receberam visitas da equipe de Meio Ambiente da unidade que orientaram sobre os riscos dos incêndios em vegetação, em especial os criminosos.

Caso aviste um foco de incêndios nas mediações da usina é importante acionar as equipes competentes. Confira os números:

Corpo de Bombeiros: 193

Polícia Militar: 190

Central Agrícola da CRV: (62) 3337-7815

Ouvidoria: 0800-606-601

 

(Informações: Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!