Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 24 de agosto 2019

Ouro/Mara Rosa – Amarillo Gold firma contratos com empresas de engenharia para fechar estudo de viabilidade para projeto

Norte de Goiás: a Amarillo Gold contrata empresas de engenharia para fechar estudo de viabilidade para projeto em Mineração de ouro em Mara Rosa.

 

A informação foi tornada pública dia 21 de janeiro, com a contratação da SRK, da Ausenco e da GeoHydroTech Engenharia para realizar os trabalhos necessários para concluir o Estudo Definitivo de Viabilidade (DFS, em inglês) para o projeto de ouro Mara Rosa. A mineradora quer solicitar a licença de instalação (LI) no meio do ano.

A SRK, que completou os dois últimos Estudos Preliminares Viabilidade em Mara Rosa, será a empresa líder, reunindo o relatório geral, o modelo financeiro e o plano da mina, enquanto a Ausenco será responsável pela engenharia básica da planta e da infraestrutura, e a GeoHydroTech Engenharia concluirá o projeto das áreas de rejeitos.

A Amarillo declarou, em nota, que a Ausenco tem considerável experiência em construção de projetos no Brasil, incluindo a mina de ouro Tucano, da Beadell no Amapá, e a execução atual do projeto da mina de ouro Aurizona, da Equinox Gold, na modalidade EPCM, que inclui engenharia, suprimentos e a gestão da construção.

“A GeoHydroTech Engenharia, uma conhecida empresa brasileira, trabalhou na mina de [ouro] Paracatu da Kinross, bem como no recente projeto Antas, da Avanco [AVB Mineração]. Uma reunião inicial de DFS com as três empresas e a equipe técnica de Amarillo está marcada para 29 de janeiro de 2019”, informou a mineradora canadense em nota divulgada na citada data.

 

Satisfação

“Estamos satisfeitos em ter essas três empresas bem-conceituadas com experiência recente e revelante no Brasil trabalhando conosco para concluir o DFS para [o projeto de ouro] Mara Rosa. O DFS nos fornecerá as informações e a documentação necessárias para fazer a solicitação da Licença de Instalação [LI] em meados de 2019 e para começar a tomar providências para que o financiamento comece a ser construído em 2020”, disse Mike Mutchler, CEO da Amarillo, em nota.

O projeto Mara Rosa recebeu a licença prévia (LP) em maio de 2016. De acordo com uma atualização do Estudo Preliminar de Viabilidade divulgada em setembro, o depósito Posse contém 513.000 onças de ouro na categoria comprovada e reservas estimadas totais de 1.087.000 onças.

 

(Informações: Amarillo Gold)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!