Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 18 de junho 2019

Machadinho na Assembleia: dois suplentes na frente e dois titulares voltados para a Casa de Leis

Machadinho (em foto durante a campanha 2018): ele pediu votos em diversas cidades – Foto: Divulgação

 

Os 41 deputados estaduais por Goiás empossados no histórico 1º de fevereiro de 2019 e, o tempo definirá tudo, com a observação de que seria fundamental para o Norte goiano contar com o empresário Machadinho (Podemos) na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás. Morador e de base política em Uruaçu, Machadinho teria chance maior não fossem os perfis legislativos dos dois deputados estaduais eleitos na coligação pela qual ele concorreu, A mudança é agora IV.

Seria necessário convencer primeiro um deles, eleitos pelo PRP – Major Araújo (38.278 votos) ou Amauri Ribeiro (24.922 votos) –, se afastar da Casa de Leis. Ou seja: na frente de Machadinho, que conquistou 10.063 votos (dos quais, 7.070 [37,42%] dentro em Uruaçu), têm três nomes: os dois suplentes (Lyvio Luciano [17.729 votos] e Guto Araújo [10.645 votos]), ambos do Podemos, mais um dos deputados vitoriosos em 7 de outubro de 2018. Outro fato: o governador Ronaldo Caiado (DEM) aceitaria convocar um dos dois para o Governo de Goiás?

 

Lyvio e Guto

Deputado estadual em parte da legislatura anterior, Lyvio Luciano é servidor de carreira da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), técnico fazendário experiente. Guto Araújo é de Formosa, foi chefe de Gabinete do Ernesto Roller na Assembleia; e, secretário municipal na Prefeitura de Formosa.

Ernesto Roller (MDB) renunciou ao cargo de prefeito da citada cidade do Entorno de Brasília para assumir a Secretaria de Governo da gestão caiadista, com Guto Araújo, cujo nome completo é Luis Gustavo Nunes de Araújo, indo atuar com o aliado no Governo de Goiás, exercendo a chefia de Gabinete.

Lyvio Luciano assumindo algum cargo na gestão estadual (e com Guto Araújo já no Governo), Machadinho estaria habilitado para assumir vaga de deputado estadual no Palácio Alfredo Nasser…

…Caso um dos titulares se afastasse, algo difícil. Major Araújo, por exemplo, renunciou ao cargo de vice-prefeito da Administração 2017-2020 de Goiânia, do titular Iris Rezende (MDB), tamanha a dedicação dele para com o trabalho parlamentar de permanente defesa classista, especialmente envolvendo a categoria profissional dos policiais militares e causas mais da segurança pública.

Amauri Ribeiro, de Piracanjuba (onde foi vereador [2009-2012] e prefeito [2013-2016]), idealizou combater torrencialmente a prática de corrupção nos antros da Assembleia, começando pelos contratos duvidosos, o inchaço do funcionalismo, o banimento dos servidores fantasmas e outras imoralidades mais.

No meio disso tudo, Machadinho é pré-candidatíssimo a prefeito de Uruaçu. As eleições 2020 serão realizadas dia 4 de outubro.

 

(Jota Marcelo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!