Luto – Bibliotecária Dirce Ponce Leones, a ‘Mulher da Janela’

Dirce Ponce Leones, moradora pioneira de Uruaçu e bibliotecária aposentada, tinha 86 anos e estava internada no Hospital Monte Sinai (Goiânia), desde 14 de agosto, após internação na cidade onde residia.

 

Dirce Ponce Leones, uma bibliotecária dedicada. A Mulher da Janela – Foto (a mesma da página principal): Facebook/Nilva De Souza Avá Canoeiros

 

Com o sobrinho Osmar Negão – Foto: Acervo/Osmar

 

Dirce e a sobrinha doutora Cilene Ponce – Foto: Acervo/doutora Cilene

 

Dirce e o irmão Diogo Ponce Leones, em clicada de fevereiro de 2007 (ele faleceu cinco meses depois) – Foto: Marcello Dantas/www.instagram.com/levedeviagem, www.instagram.com/levephotoart/

 

Solenidade de entrega de Comendas: prefeito Valmir Pedro e primeira-dama Anne Lígia agraciam Dirce Ponce Leones – Foto: ASCOM/Prefeitura de Uruaçu

 

Faleceu em Goiânia, na tarde deste 19 de agosto, vítima da Covid-19, Dirce Ponce Leones, aos 86 anos. Internada no Hospital Monte Sinai, desde o dia 14, depois de internação no Hospital Serra da Mesa, na cidade do Norte goiano, ela teve o quadro agravado devido inflamação no pulmão e sequelas respiratórias, além de fatores cardíacos.

Bibliotecária aposentada, Dirce, a Mulher da Janela, Moça da Janela, Mocinha da Janela, Menina da Janela – adorava ficar na janela da casa dela, na avenida Tocantins, 165, Centro –, integrava família tradicional. Entre o total de dez irmãos, José Ponce (Zezinho Ponce), Alcides, Diogo, Durval, Isolino e Merencia, ambos de mesmo sobrenome. Entre os sobrinhos, Tóim Ponce, Lídia, doutor Emival, Maridiva e Marilucy. Doutora Cilene Ponce, doutor Osmar (Negão), Osíris (Káka) e doutor Roque. Também, Helder Ponce, Elvira, Ieda, Silvia, Geovane e Lindalva. Mais: Amadeu de Oliveira (Deuzinho); e, o autor dessas linhas (Jota Marcelo) e, Motta Filho.

Dia 4 de julho de 2019, Dirce Ponce Leones recebeu a Comenda Marisa Pereira dos Santos Araújo, em iniciativa da Prefeitura de Uruaçu, idealização da gestão Valmir Pedro.

Sucedem as décadas e Dirce sempre é lembrada por uma gama de hoje profissionais que, na condição de estudantes em Uruaçu, passaram pela sede da Biblioteca Municipal fazendo trabalhos e pesquisas, recebendo dedicadíssimos atendimento e aconselhamento da parte da bibliotecária.

Bom descanso, filha de Roque Ponce!

 

(Jota Marcelo)

7 Comentários

  • Ademir Sandoval Barbosa (Uruaçu)

    Lembrando que o Osmar Ponce é engenheiro agrônomo. Portanto, merece o título de doutor, como seus irmãos odontólogos.

    Responder
  • Rosana Albuquerque Brandão

    Meus sentimentos aos familiares! Como era bom passar na avenida e cumprimentar a ‘Dona’ Dirce!!! Deus vai colocá-la na janela do céu para receber os que chegarem! Sempre sorridente!

    Responder
  • Fátima Jorge Fortes (Uruaçu)

    Deixará saudades, a ‘Moça da Janela’, que sempre nos recebia com um bom dia sincero, vindo da alma! Esteja em paz nessa nova trajetória da vida!

    Responder
  • Marilane Ponci Leonis

    Meus pêsames a todos. Fico sentida. Também sou sobrinha, filha de Alcides. Estive uma vez com ela em Uruaçu e depois ela me retribuiu a visita. Infelizmente, a vida nos levou por caminhos distantes. Que Deus a acolha em seu reino, junto a vovó Elvira, meu vô Roque, meu pai Alcides e todos da família que já se foram. Grande abraço!

    Responder
  • Nota do editor-chefe Jota Marcelo: ‘Gratidão pela sua participação, prezada prima Marilane! Família de pessoas honradas e de saudosas memórias’.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!