Lulinha da Vila: ‘A hora da mudança é agora. Sem medo’

Procurado pelo JORNAL CIDADE, Lulinha da Vila (PT) motiva: “A hora da mudança é agora. Sem medo”. O candidato a vice-prefeito de Janio Ferreira é determinado, ao defender mudança no rumo da história político-administrativa de Uruaçu. Outros petistas enaltecem o companheiro vice e o legado da agremiação.

 

Vice do Partido dos Trabalhadores, Lulinha da Vila: “Trabalhar para atender a população trabalhadora de nossa cidade” – Fotos: Assessoria/Campanha

 

Lulinha da Vila (dir.), ao lado do prefeitável Janio Ferreira: “A hora da mudança é agora. Sem medo”

 

“Sou PT desde ‘criancinha’”, deixa claro o vice Lulinha da Vila, irmão do saudoso Zé do PT (foto), primeiro candidato a vice do partido em Uruaçu – Foto: Reprodução/PT de Uruaçu

 

Zorão (à dir. – na imagem, dialogando com o congressista Rubens Otoni): “O Lázaro representa a luta inicial do PT em Uruaçu” – Foto: Márcia Cristina (Arquivo)/JORNAL CIDADE

 

Nascido em Campo Limpo de Goiás, Lázaro de Jesus reside em Uruaçu desde 1971. “Sou PT desde ‘criancinha’, tenho três filhos, sou microempreendedor, trabalho no ramo da construção civil”, comenta o também marceneiro.

Apelidado também de Lulinha da Vila, o postulante destaca que a chapa pura majoritária petista uruaçuense (chamada Governando com o povo) representa, em caso de êxito ou não nas urnas dia 15 de novembro, mudança para melhor, com a população ganhando oportunidade e vez de ser atendida.

Quando da convenção, realçando se tratar de chapa puro-sangue o deputado federal Rubens Otoni disse que ter pré-candidatos e candidatos próprios para o Executivo e o Legislativo brasileiros é uma característica tradicional do PT, em Uruaçu presidido interinamente por Ivania Carozo, candidata a vereadora e que expôs ao JORNAL CIDADE em setembro que não convém “continuarmos nas sombras, servindo apenas de escada para outros partidos”. Para a dirigente, a chapa “é pautada no modo petista de governar, firmada no compromisso com a democracia, na participação popular e controle social”. Manifestou ainda à reportagem que a luta da atual executiva do diretório municipal para aprovação das chapas majoritária e proporcional teve, ao mesmo tempo, o intuito de fortalecer o Partido dos Trabalhadores na cidade nortense. “O PT tem um legado deixado nos governos Lula [2003-2006 e 2007-2010] e Dilma [Rousseff] [2011-2014 e 2015 a 31/08/2016], há obras na cidade que mostram isso, por exemplo: Instituto Federal de Goiás [IFG], Residencial Vitória, Ferrovia Norte-Sul [FNS], [programa] Luz para Todos, emendas parlamentares do deputado Rubens Otoni, mais a representatividade em defesa dos direitos dos trabalhadores, votando favorável aos anseios do povo. Daí, a importância de concorrer às eleições 2020”.

 

Luta inicial em Uruaçu

Também concorrente ao posto de vereador, Antônio Ricardo Eckert destacou na época que o PT já estava pronto para a disputa e que os nomes de Janio e Lazin (outro apelido do vice) representam o novo, em tempos que o eleitorado quer mudanças. “O Janio, atuante na cultura através da música [banda Queixo de Cobra], historiador, professor, funcionário público licenciado da Saneago [empresa de saneamento do Governo de Goiás], sindicalista, é um militante petista dedicado. O Lázaro é um grande companheiro também, é irmão do saudoso Zé do PT [José de Jesus, falecido em 21 de abril de 2004], que durante bom tempo ajudou nosso partido”.

Zorão, que novamente busca assento na Câmara – onde atuou na legislatura 2013-2016; no último ano foi presidente da Casa de Leis –, registrou impressões também à reportagem sobre o companheiro: “O Lázaro representa a luta inicial do PT em Uruaçu, pois o irmão dele, Zé do PT, foi o primeiro candidato a vice-prefeito aqui, na chapa do ‘Senhor’ Antônio do PT [disputa eleitoral de 1982], que, infelizmente faleceu, agora”.

 

Maturidade

De Ivania Carozo: “O Partido dos Trabalhadores em Uruaçu tem maturidade para concorrer às eleições pelo seu histórico de vereadores eleitos anteriormente. Havia no partido ideias contrárias à candidatura majoritária, porém a maioria votou favorável e aqui estamos. Nosso objetivo com esta candidatura majoritária não é polarizar e sim fazer um trabalho divulgando as propostas do modo petista de governar. Além disso, acreditamos que uma eleição com mais opções de escolha é mais democrática”.

Leia, abaixo, entrevista com o vice petista.

 

 

‘Se buscamos um mundo do jeito que a gente quer não podemos ter medo’

 

O que representa para o senhor ser candidato a vice do companheiro Janio Ferreira?

Meu nome foi lançado para vice após diferentes reuniões com a direção do Partido dos Trabalhadores. Chegamos ao nome do Janio para prefeito, hoje me sinto alegre por essa luta. Não foi fácil!

 

A direção do PT exerceu papel importante na formação das chapas?

A direção do PT que nos uniu, mas Deus que colocou ele nessa caminhada, junto comigo. Se buscamos um mundo do jeito que a gente quer não podemos ter medo, seja homem ou mulher. É para mudar, é para melhorar!

 

Representa mais algo?

Representa também não ver o Partido dos Trabalhadores ao lado de inimigos que cassaram a Dilma Rousseff [então presidente da República, em 2016], prendeu Lula e maquinou a campanha presidencial [de 2018].

 

Ou seja: sem coligações em Uruaçu.

Isso mesmo! Podem votar no PT sem medo.

 

O projeto do PT foca nas minorias e é sabido que em Uruaçu, boa parte da população integra essa faixa. Qual é a sua mensagem diante dessas e de outras pessoas?

Espero, como vice-prefeito de Uruaçu, trabalhar para atender a população trabalhadora de nossa cidade, sem medo de defender e promover o nosso povo.

 

Mudar é preciso?

A hora da mudança é agora. Sem medo.

 

 

(Jota Marcelo/Márcia Cristina)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!