Ismael Alexandrino visita Uruaçu e anuncia: Hospital Regional funcionará em breve

Hoje em Uruaçu, secretário de Estado da Saúde se reuniu e conferiu detalhes sobre a abertura do Hospital Regional. Segundo Ismael Alexandrino, ‘mais um passo da saúde no caminho da regionalização de serviços e oportunidades’.

 

Ismael Alexandrino em Uruaçu, neste 3 de novembro: operacionalização do Hospital Regional se tornando realidade – Fotos: Divulgação

 

Secretário Ismael Alexandrino, técnicos e parte dos funcionários, durante a visita, em Uruaçu

 

 

Hospital terá estrutura geral de alta complexidade e maternidade, com estrutura para a realização de cirurgias, leitos de UTI, enfermaria e ambulatório

 

 

Hospital Regional de Uruaçu: funcionamento em breve, informa Governo de Goiás

 

 

Secretário Ismael Alexandrino informou início da transição para que, em breve, o “Gigante do Norte” seja inaugurado

 

 

Nesta quarta-feira 3 de novembro de 2021, o secretário de Estado da Saúde Ismael Alexandrino visitou Uruaçu e durante atividades técnicas internas empreendeu reunião e diálogos visando a abertura do Hospital Geral de Alta Complexidade e Maternidade, mais conhecido por Hospital Regional de Uruaçu, que, desde março, vem funcionando, sob o nome de Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), para atender pacientes com Covid-19.

O auxiliar do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas), publicou em rede social hoje:

Começamos a transição para que, em breve, o “Gigante do Norte” seja inaugurado como hospital geral de alta complexidade e maternidade. A região centro-norte de Goiás terá, enfim, um hospital regional situado na cidade de Uruaçu. Mais um passo da saúde no caminho da regionalização de serviços e oportunidades. Há muito a avançar, mas, sem perder o foco, a cada dia temos buscado melhorias e consolidado o que planejamos. Cada vida importa. Para o alto e avante!.

 

UTIs em Goiás

O Hospital, contendo estrutura geral de alta complexidade e maternidade, estará apto para a realização de cirurgias, leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), enfermaria e ambulatório. Em informações da gestão estadual e conforme publicou o JORNAL CIDADE na época, o governador anunciou em 27 de novembro, durante live, que o Hospital Regional de Uruaçu seria entregue à população no início de 2021, algo não possível justamente devido sediar leitos a mais de UTI para tratamento do novo coronavírus.

“Será a maior obra da saúde em todo o Médio Norte goiano, com condição de atender essa enorme região, que tinha um vazio completo nessa área”, sentenciou, ao lembrar que o “‘Hospital’ foi inaugurado por pelo menos duas vezes [pela gestão anterior], mas nunca tinha recebido nenhum paciente”. Com média de 120 operários trabalhando no empreendimento, a obra teve execução acelerada ano passado.

 

UTIs estruturadas

Falando sobre leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) distribuídos pelo Estado em todas as regiões, Caiado e Ismael Alexandrino adiantaram em novembro que a estrutura de todas as UTIs públicas permaneceria funcionando para atendimento à população, na fase pós-pandemia, algo que ainda não é realidade no mundo.

“As ações na Saúde do governador Ronaldo Caiado são estruturantes e deixam um legado”, assinalou o secretário, contabilizando que o Estado saiu de um patamar de cerca de 200 para 700 leitos de UTI. “Aproveitamos o momento de crise para dar lastro do dinheiro que foi investido e colocamos um Hospital em cada macrorregião do nosso Estado”, narrava, emendando que essa postura acelerou ainda mais o processo de regionalização, uma das prioridades de Caiado desde o início da Administração atual.

Toda a estrutura implantada soma-se ao suporte das Policlínicas, com Caiado expondo: “[Os profissionais dessas unidades] vão identificar, diagnosticar, ver se o paciente é crônico, se tem que ter tratamento ambulatorial ou se é aquele que precisa de uma cirurgia. Desta maneira, faremos um mapeamento da saúde de toda a população do Estado de Goiá”, explicou.

 

(Jota Marcelo. Com dados do Governo de Goiás)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!