Hugo cria Comissão de Humanização

Objetivo da unidade de saúde do Governo de Goiás é promover ações, estudar os processos internos e proporcionar a cada um deles um olhar humanizado.

 

Com o intuito de humanizar o atendimento oferecido ao paciente, contribuindo para sua recuperação de forma a minimizar o sofrimento provocado pela hospitalização, o Hospital de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo), unidade de saúde do Governo de Goiás, criou a Comissão de Humanização do local.

De acordo com a coordenadora do Serviço de Relacionamento e Ouvidoria do Hugo, Ariana Leonel, as Comissões são ferramentas aplicadas à gestão, com intuito de garantir as melhorias dos processos de trabalho. Elas são responsáveis por elaborar planos de ação, implementar medidas de melhoria e acompanhar esses processos sempre com o foco nas boas práticas, qualidade e segurança dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Comissão de Humanização do Hugo é composta por trabalhadores da unidade, desde as áreas assistenciais e de apoio até a alta gestão. Ela atuará em todas as ações que envolvam a experiência do usuário dentro da unidade de saúde. “Essa é uma nova comissão no Hugo. Apesar de não ter caráter obrigatório, representa a preocupação da gestão do Hospital em prestar uma assistência de qualidade, com foco na humanização dos seus processos”, explica Ariana.

 

Encontros

A coordenadora ressalta ainda que a Comissão terá encontros já programados para todo o ano. “A Comissão de Humanização do Hugo é um espaço em que que se destina a empreender uma política institucional de resgate do atendimento humanizado na assistência à saúde, em consonância com a Política Nacional de Humanização, do Ministério da Saúde [MS], em benefício dos usuários e profissionais de saúde e voltada à valorização das pessoas e qualidade do trabalho”, afirma a coordenadora.

Além de estudar e propor melhorias nos processos com foco na humanização, a Comissão também trabalhará a relação com os trabalhadores, que são a fonte do cuidado no Hugo. “Para prestarmos um atendimento humanizado também é necessário cuidar dos nossos profissionais, construindo equipes capazes de promover a humanização, assim cuidar de quem cuida é condição para o desenvolvimento de projetos e ações da humanização na nossa unidade”, finaliza Ariana.

 

(Informações: Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!