Hospital Estadual de Pirenópolis realiza mutirão de cirurgias oftalmológicas

Ação irá contribuir para reduzir filas de espera por procedimentos no Estado. Pacientes realizarão a cirurgia de pterígio, membrana amniótica que pode crescer ao redor da pupila prejudicando a visão. Meta é contribuir para zerar a fila de espera.

 

Cerca de 30 colaboradores da unidade ficarão disponíveis para estes atendimentos, contando com dois médicos oftalmologistas, contratados recentemente – Fotos (inclusive a da página principal): Divulgação/IBGH

 

Aproximadamente 40 pacientes serão beneficiados com o mutirão de cirurgias oftalmológicas (pterígios) que ocorrerá no próximo domingo, 22 de dezembro, no Hospital Estadual de Pirenópolis Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, localizada em Pirenópolis. Cerca de 30 colaboradores da unidade ficarão disponíveis para estes atendimentos, contando com dois médicos oftalmologistas, contratados recentemente.

Como explica a diretora-geral da unidade hospitalar, Silvana Graziani, a iniciativa atende à uma solicitação da SES-GO. “A Regulação Estadual nos informou que há muitos pacientes aguardando por pequenos procedimentos e o HEELJ está preparado para diminuir a fila de espera existente no Complexo Regulador do Estado”, disse.

 

Cirurgia de pterígio

Os pacientes desse domingo têm origens em diferentes localidades do Estado e não apenas da Regional Pirineus. Eles realizarão a cirurgia de pterígio, membrana amniótica que pode crescer ao redor da pupila prejudicando a visão. O procedimento é simples e os pacientes serão dispensados no mesmo dia. Depois de realizado, o paciente repousa e logo é liberado para reavaliação em sete dias.

Além da contratação dos médicos oftalmologistas, o HEELJ organizou uma enfermaria para o pós-cirúrgico com cadeiras reclináveis, onde os pacientes ficarão por um determinado período para depois serem liberados.

 

Agenda continuada

Segundo Silvana, os pacientes no domingo serão avaliados. Alguns passarão pela cirurgia na mesma data e outros sairão com a data do procedimento já agendada.

“Por ser uma unidade da Secretaria de Estado da Saúde, o nosso objetivo é contribuir para acabar com a fila de espera. Vamos realizar mutirões uma vez ao mês, até que todos os pacientes goianos a espera de pequenos procedimentos cirúrgicos desta natureza tenham sido atendidos”, ressaltou.

 

(Informações: Comunicação Setorial da SES-GO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!