Governo de Goiás promove atividades de conscientização para lembrar ‘Dia Mundial do Combate ao AVC’

AVC é uma das principais causas de morte no Brasil e no mundo. Hugo, Hugol, Hetrin e HCN, hospitais estaduais de referência para tratamento da doença, têm programação sobre o tema durante a semana.

SES realiza série de atividades para lembrar a data. HCN, sediado em Uruaçu, é um dos hospitais estaduais de referência no tratamento da doença e conta com equipe multiprofissional 24h por dia – Fotos, inclusive a da home: – Foto: Márcia Cristina/JORNAL CIDADE

 

Secretário Sandro Rodrigues, ladeado pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB) (esq.) e, pelo deputado estadual Bruno Peixoto (UB), durante evento de julho, em Uruaçu: “Quando se trata de AVC, minutos podem salvar memórias, minutos podem salvar a fala, minutos podem salvar a mobilidade, minutos podem salvar a vida”

 

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), promove entre 26 e 29 de outubro série de atividades em razão do Dia Mundial do Combate ao AVC, celebrado em 29 de outubro. Segundo a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, o AVC representou, juntamente com as doenças cardiovasculares, a causa mais comum de mortes no Brasil nos quatro primeiros meses deste ano.

Os hospitais de referência da SES para tratamento do AVC – Hugo e Hugol (Goiânia), Hetrin (Trindade) e HCN (Uruaçu) –, idealizaram realização de atividades para diferentes públicos, incluindo profissionais de saúde e população, conscientizando sobre os sinais e sintomas que auxiliam na identificação precoce da doença.

No caso do AVC, o atendimento rápido pode salvar vidas. Em um paciente com a condição, a cada minuto cerca de 1,9 milhões de neurônios são perdidos. “Quando se trata de AVC, minutos podem salvar memórias, minutos podem salvar a fala, minutos podem salvar a mobilidade, minutos podem salvar a vida”, reforça o titular da SES, Sandro Rodrigues.

Entre os sinais de alerta mais comuns, estão: fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo; confusão mental, alteração da fala ou da compreensão; alteração na visão, no equilíbrio, na coordenação, no andar; tontura e dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.

 

Tipos de AVC

Existem dois tipos de AVC: o isquêmico, que ocorre quando há bloqueio de um vaso sanguíneo, impedindo que o sangue chegue até o cérebro; e, o hemorrágico, que ocorre quando há ruptura de um vaso intracraniano. Cerca de 85% dos AVCs são isquêmicos e as principais causas são a formação de coágulos nas artérias do pescoço ou do cérebro, que impedem a circulação normal de sangue; e, as embolias, que ocorrem quando um coágulo se desprende de outra parte do corpo e migra até bloquear uma artéria cerebral.

Os AVCs hemorrágicos são determinados, principalmente, por rupturas das artérias cerebrais, por aneurismas ou malformações das artérias e veias do cérebro.

 

Goiás como referência

O Hospital de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) lançou, neste ano, o projeto Angels, que oferece atendimento a pacientes com AVC. O serviço está disponível desde o mês de março, com protocolo de atendimento ágil. Hoje paciente com AVC isquêmico, dentro das primeiras quatro ou cinco horas, recebe tratamento com medicamento para ajudar a desfazer o coágulo que obstrui o vaso sanguíneo cerebral. Em até seis horas é possível retirar o coágulo por meio de um cateterismo cerebral.

O trabalho é feito por uma equipe multiprofissional que conta com neurologista 24 horas, e se mantém em prontidão para imediato diagnóstico e tratamento. A unidade busca a melhor evolução clínica do paciente, com menor tempo de internação e melhor qualidade de vida.

 

Programação

26/10 – 7h às 11h

Hugo: atividades de orientação para a população em geral, em tendas montadas no Parque Areião, em Goiânia

 

26 a 29/10

HCN: palestras com equipe regional do SAMU, sobre atendimento pré-hospitalar em casos de AVC

 

27/10

Hetrin: promove treinamento do atendimento para fase aguda do AVC, com profissionais de saúde

 

29/10 – 8h às 17h

SES/Hugo/Hugol: atividade no Parque Lago das Rosas (Goiânia) sobre prevenção de AVC com médicos neurologistas; aferição de pressão arterial e medidas de glicemia; orientações nutricionais e atendimento com práticas integrativas (auriculoterapia, homeopatia da dengue e práticas corporais)

 

(Informações, sob adaptações: SES)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!