Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 18 de agosto 2019

Goiano é eleito presidente da UNE

Natural de Goiânia e estudante de economia da Universidade de São Paulo (USP), Iago Montalvão foi eleito no domingo 14 de julho, presidente da UNE, que também aprovou em consenso a chama ‘Carta de Brasília’, documento que unifica as reivindicações do movimento estudantil presentes no evento.

 

De Iago Montalvão (camiseta azul) se elegeu pela chapa Tsunami da Educação: ‘Viva a União Nacional dos Estudantes, viva o Brasil, viva a luta da juventude que fará renascer a esperança de um mundo melhor!’ – Foto: Sthefane Felipa/Divulgação

 

Iago, ao lado da presidenta antecessora, Marianna Dias, defendendo tese no 57º Conune – Foto: Matheus Alves/Cuca da UNE

 

Iago Montalvão foi eleito em 14 de julho, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE). 26 anos, natural de Goiânia e estudante de economia da Universidade de São Paulo (USP), foi aclamado durante o 57º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), durante a Plenária Final), realizado no ginásio Nilson Nelson, em Brasília.

Candidato da chapa 6, Tsunami da Educação, Iago obteve 4053 votos (70,92%) e assumirá a presidência pelos próximos dois anos.

Seis chapas foram inscritas. Em segundo lugar veio a chapa 5, Oposição unificada para derrotar o governo Bolsonaro, com 1.228 dos votos (21,49%). Em terceiro, a chapa 4, Socialistas, com 234 votos (4,09%). Em quarto lugar, ficou a chapa 1, UNE para tempos de guerra, com 200 votos (3,5%). As chapas 2, São eles ou nós: que os capitalistas paguem pela crise e, 3, Juventude que batalha, retiraram suas candidaturas. Brancos e nulos somaram 12 votos. O total de votos válidos foi de 5.715.

Além da nova diretoria, a 57ª edição do Conune aprovou em consenso a Carta de Brasília, documento que unifica as reivindicações do movimento estudantil presentes no acontecimento.

 

‘Aldo Arantes e Honestino Guimarães’

Em rede social, Iago Montalvão afirmou esperar honrar dois conterrâneos que lutaram em favor do segmento estudantil. Confira:

É com muita honra e um imenso orgulho que recebo essa tarefa, de poder presidir pelos próximos dois anos a mais antiga entidade do movimento social brasileiro, e que agrega em si uma grande pluralidade.

Pluralidade essa que queremos na nossa universidade, a favor da liberdade de pensamento e de uma educação que sirva aí povo brasileiro.

Nós guardamos em nossos corações o sonho de um mundo novo que há de vir, e é com a força desse sonho que nós vamos mostrar pra eles que aqui estão os verdadeiros brasileiros e que se nem os generais nos derrotaram, não será esse governo de ignorantes e entreguistas que irá nos amedrontar.

Bolsonaro elegeu a educação como sua principal inimiga, e por isso que a educação deve ser a principal pauta que agregue o povo nas ruas contra esse governo.

Que eu possa honrar meus antecessores, sobretudo os goianos Aldo Arantes e Honestino Guimarães, honrando assim toda luta do povo brasileiro, dedicando minha vida para conquistar dias melhores para o Brasil e os povos de todo o mundo.

Viva a União Nacional dos Estudantes, viva o Brasil, viva a luta da juventude que fará renascer a esperança de um mundo melhor!

 

(Redação. Com Comunicação/UNE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!