Goiânia: GCM Romário Policarpo é reeleito presidente da Câmara

Comentando que a vida política dele “está apenas no início”, Policarpo disse: “A minha história vai continuar. A história da Câmara continua, a história desses vereadores vai continuar. Deus me deu um dom: o dom de saber unir as pessoas”.

 

GCM Romário Policarpo: reeleição para presidir da Câmara Municipal de Goiânia no biênio 2023-2024 – Fotos (Arquivo), inclusive a da página principal: Divulgação

 

“Tudo o que passei na minha vida é motivo de muito orgulho… Muito obrigado a todos. Parabéns à democracia!”, comentou Romário Policarpo

 

Contando com votação dos 34 votos dos 35 possíveis da Casa de Leis, o presidente GCM Romário Policarpo foi reeleito presidente a Câmara Municipal de Goiânia neste 30 de setembro, em votação aberta e nominal dos pares. Atual comandante do órgão, ele também comandará o Parlamento goianiense no biênio 2023/2024

Apenas o vereador Lucas Kitão (PSL), ausente, não participou do pleito interno.

Em 1º de janeiro, Romário Policarpo havia sido vitorioso para o período 2021-2022 ao receber 21 votos. Romário Policarpo tem 34 anos e está no segundo mandato de vereador.

Santana Gomes (PRTB), Anselmo Pereira (MDB) e Pedro Azulão Jr. (PSB) usaram, inicialmente, a tribuna para discursos, destacando o êxito de Romário Policarpo.

Santana Gomes frisou que o presidente é determinado, ousado e que merece passar pelo que passa, na política, podendo ter grande trajetória pública futura. Comentando datas e períodos de existências do Município e da Casa, o decano Anselmo Pereira enalteceu que pela primeira vez uma reeleição sucessiva tripla foi alcançada por alguém em Goiânia. “A união dos 34 vereadores prevaleceu hoje”, narrou Pedro Azulão.

Parabenizando Romário Policarpo, Clécio Alves afirmou que o colega não é presidente só por três vezes, mas acumula a responsabilidade de representar a figura de vice-prefeito de Goiânia, devido os desígnios de Deus, com a morte, em janeiro, de Maguito Vilela, eleito em 2020 para a Prefeitura de Goiânia. Então vice-prefeito, Rogério Cruz (Republicanos) assumiu o Poder Executivo. “Que Deus lhe dê sabedoria e saúde. Te desejo toda a sorte do mundo e conte com esse seu amigo!”.

Outros vereadores também usaram a palavra, elogiando Romário Policarpo e memorizando que ele tem alcançado várias vitórias na vida – pessoais e políticas.

Em seguida, foram eleitas as Comissões Temáticas 2023-2024.

 

Palavra do reeleito

Romário Policarpo discursou e, inicialmente relembrou: surgiram comentários na época da primeira vitória dele, para comandar a Casa (no período 2019-2020), de que fora formada massa de manobra e escudo de um grupo, com o que ele sempre discordou.

Citando que na segunda vitória (para o biênio 2021-2022), “talvez as pessoas me respeitaram mais um pouco. Talvez esse discurso se dissipou um pouco”, mas, mesmo assim, outros comentários infundados foram ventilados.

“Nessa terceira vez [agora], me deparei ainda com comentários sobre acordos”, discordando de boatos sem fundamentos.

O amplo trabalho e a determinação, em conjunto, sob parceria, representam muito, opina o presidente. “É o que eu represento para a história dessa cidade”, assinalou, completando: “Muita gente fala em sorte! A minha sorte é ter amigos, é ter parlamentares que confiam em mim”.

Abrindo espaço para a história e origem própria (desde quando nasceu, no Gama-DF), narrando ser um menino negro, pobre, sem sobrenome, observou ainda: “…E me desculpem!: a minha história vai continuar. A história da Câmara continua, a história desses vereadores vai continuar. Deus me deu um dom: o dom de saber unir as pessoas. As ‘coisas’ das nossas vidas não são sorte. É trabalho, dedicação, seriedade…”, pontuando ter “muito orgulho” da Câmara.

“Tudo o que passei na minha vida é motivo de muito orgulho. Muito obrigado a todos. Parabéns à democracia!”, categorizou no final do discurso.

Guarda civil metropolitano no Município de Goiânia, é formado em Gestão de Segurança Pública pelo Centro Universitário de Goiás (UNIGOIÁS), com participação relevante na área sindical, ocupando recentemente a presidência do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Goiânia (SINDIGOIÂNIA). Ele também foi presidente da Associação dos Servidores da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia (ASGMG).

 

Mesa

A nova mesa diretora, que assumirá dia 1º de janeiro de 2023, assim foi composta:

-Primeiro vice-presidente: Clécio Alves (MDB)

-Segundo vice-presidente: Isaias Ribeiro (Republicanos)

-Terceiro vice-presidente: Sandes Júnior (PP)

-Quarta vice-presidente: Leia Klebia (PSC)

-Primeiro secretário: Anselmo Pereira (MDB)

-Segundo secretário: Juarez Lopes (PDT)

-Terceira secretária: Aava Santiago (PSDB)

-Quarto secretário: Leandro Sena (Republicanos)

-Corregedor: Joãozinho Guimarães (Solidariedade)

 

(Jota Marcelo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!