Eurípedes Júnior reassume Pros momentos depois de ser destituído

Em nova decisão, datada na tarde da sexta-feira 5 de agosto de 2022, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devolveu a presidência do partido Pros a Eurípedes Júnior, na decisão do relator Ricardo Lewandowski.

Em um dos trechos da sentença, o ministro frisa: ‘Além disso, a circunstância de terem sido proferidas decisões contraditórias pelo Superior Tribunal de Justiça, que alteraram a composição partidária em um espaço de três dias, militam a favor do reclamante, ante o quadro de instabilidade e insegurança jurídica que se cria no cenário das eleições gerais, especialmente quando a legislação processual busca garantir segurança jurídica, proteção à confiança e preservação da estabilidade das relações jurídicas.’.

Com esse resultado, a sigla reafirma apoiar Lula (PT) para presidente, ao contrário do que decidiu a então gestão nacional de Marcus Vinicius Chaves de Holanda: lançar Pablo Marçal presidenciável.

Mais: o advogado Ramon Cândido passa a presidir a agremiação, que, nesta tarde oficializa apoio para Gustavo Mendanha (Patriota) na disputa pelo Governo de Goiás, ante a decisão do outro comando apoiar Ronaldo Caiado (UB), então sob presidência do uruaçuense Dhone Rodrigues.

Além de Dhone, são goianos: Eurípedes, Marcus e Pablo.

 

Leia também:

 

Pablo Marçal candidato e Pros goiano fechado com Caiado – Em nova decisão, Justiça devolve comando da sigla a Marcus Holanda

 

Uruaçuense preside o Pros em Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!