Em Uruaçu, Hospital do Centro-Norte abre setor exclusivo para tratamento de Covid-19

Desde o dia 24 de janeiro, estão funcionando na unidade dez leitos de UTI e 30 de Enfermaria. No espaço, todos os pacientes internados têm assistência multiprofissional.

Para prestar o melhor atendimento possível aos pacientes, as equipes do HCN também estão sendo reforçadas – Foto, inclusive a da página principal: Divulgação

 

O Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), localizado em Uruaçu, acaba de anunciar a abertura de leitos para tratamento de Covid-19, uma novidade importante para a população da região e de cidades do entorno, devido ao agravamento da doença em todo o País. Desde a quarta-feira 26 de janeiro, passou a funcionar na unidade uma Ala exclusiva para pacientes que testarem positivo para a Covid-19.

O espaço conta com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com dez leitos e uma Enfermaria com 30 acomodações. Todos os espaços são destinados ao tratamento de pacientes com o novo coronavírus. “Consideramos que essa é uma importante iniciativa à população, principalmente em meio ao atual momento de aumento nos casos de pessoas com a doença”, destaca o diretor do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED), Getro de Oliveira Pádua.

No espaço, todos os pacientes internados têm assistência multiprofissional. “Esses pacientes demandam atenção. Não é apenas o cuidado médico e a medicação, tem a assistência à alimentação, os cuidados com a higiene, que é feito pela Enfermagem, por exemplo. Além disso, muitas pessoas infectadas necessitam de acompanhamento respiratório e para isso contamos, também, com fisioterapeutas”, explica João Batista da Cunha, diretor assistencial da unidade.

 

Mais leitos

Vale reforçar que, atualmente, diversos Estados em território nacional estão enfrentando superlotação em hospitais. Em muitas unidades de saúde, não há vagas para pacientes, devido à expansão da variante ômicron pelo mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Nesse sentido, Cunha reforça que a iniciativa tem como objetivo levar mais assistência aos pacientes, que precisam da estrutura do HCN e atende a orientação do Governo de Goiás para melhor atender à população.

É importante lembrar que em hospitais estaduais por todo o Brasil, sempre que não há vaga em uma unidade, o paciente precisa aguardar a disponibilidade via Complexo Regulador Estadual (CRE). Com o avanço da pandemia, diversas regiões em território nacional estão passando por este cenário.

 

Atendimento diferenciado

Para prestar o melhor atendimento possível aos pacientes, as equipes do HCN também estão sendo reforçadas. “Estamos contratando pessoas e implementando mais medidas de protocolos junto ao Serviço de Controle de Infecção Hospitalar. Fazemos, ainda, treinamentos de provação, como posicionamento que melhora a oxigenação do paciente e como se paramentar e desparamentar”, pontua Marcelo Ramos, gerente de Enfermagem da unidade.

Além de todo o atendimento assistencial com equipe multiprofissional, Ramos lembra do suporte que é fornecido às famílias. Segundo ele, os profissionais de enfermagem são motivados a fazer videochamada com os pacientes, pois é uma ação benéfica tanto para a pessoa internada, que se encontra em isolamento, como para os parentes, que ficam apreensivos para saber notícias de seus familiares

 

(Informações: Assessoria de Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!