Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 20 de novembro 2019

Em Posse, secretário de Saúde de Goiás ressalta importância da regionalização

Além de visitar as obras da Unidade de Saúde Especializada (USE) que está sendo construída na cidade, gestor se inteirou das necessidades dos moradores da região Nordeste do Estado.

 

Durante a passagem pelas obras da USE de Posse, Ismael Alexandrino (2º à dir.) destacou que a unidade descentralizará cada vez mais a oferta de serviços em saúde – Foto: Mayara Chagas/Divulgação

 

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, visitou em 24 de janeiro o Município de Posse, localizado a 498 quilômetros de Goiânia, e, mais uma vez, ressaltou a importância da regionalização para fortalecimento da saúde no Estado. Com o objetivo de conhecer a Unidade de Saúde Especializada que está sendo construída para atender 1,2 milhões de moradores do Nordeste goiano, ele também se inteirou das necessidades das cidades que integram a Regional de Saúde Nordeste II e visitou as demais unidades da rede de saúde do Município.

Essa foi a primeira ida do gestor ao interior, que, alinhado à estratégia do governador Ronaldo Caiado (DEM) busca fortalecer todas as regiões. “Fiz questão de visitar todas as unidades, independente se são estaduais ou municipais, para conhecer todos os equipamentos de saúde a fim de promover de fato a universalização dos atendimentos para a população da região”, destacou. O secretário tem a regionalização da saúde como uma das prioridades da gestão dele e a vê como instrumento de fortalecimento da vocação de cada região e uma solução para o drama de pacientes que precisam viajar para conseguir assistência.

Durante a passagem pelas obras da USE de Posse, Ismael Alexandrino destacou que a unidade descentralizará cada vez mais a oferta de serviços em saúde. O local compõe rede que oferecerá, no auge de sua capacidade operacional, 11 mil consultas mensais em diversas especialidades médicas e até 25 mil exames de diagnóstico por mês, o que oportunizará atendimento de saúde de qualidade a uma população de 31 Municípios do Nordeste goiano. Orçada em R$18 milhões, faltam R$2,5 milhões para conclusão da obra, que já tem 92% da área finalizada.

A USE é um centro de diagnóstico de média e alta complexidade e orientação terapêutica. Com metodologia de day one health (um dia de saúde) ofertará aos pacientes encaminhados à unidade verdadeiro check up. Com a USE serão beneficiados diretamente moradores de Posse e redutos vizinhos, como Alvorada do Norte, Buritinópolis, Damianópolis, Guarani de Goiás, Iaciara, Mambaí, Nova Roma, Posse, São Domingos, Simolândia e Sítio D’Abadia. Os benefícios, no entanto, serão alcançados por toda a população do Nordeste goiano, que engloba ainda Municípios como Teresinha de Goiás e, do Entorno do Distrito Federal, como Formosa e Santo Antônio do Descoberto.

 

Ampliação

Em reunião com o secretário municipal de Saúde da cidade, Edgar Henrique, o gestor estadual discutiu a possibilidade de implantação de dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e suporte de hemodiálise para pacientes crônicos da região. “Vamos analisar as possibilidades de ampliação e implantação de serviços para melhorar a cobertura dos atendimentos de que vive nesta parte do Estado”, frisou.

O titular da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) visitou a sede da Regional de Saúde Nordeste II, onde se inteirou de como o trabalho é desenvolvido no local. Acompanhado do prefeito de Posse, do secretário de Saúde da cidade e de diretores, ele conheceu a estrutura do Hospital Municipal da cidade e sugeriu ideias para aproveitamento de espaços e ampliação de serviços. O local conta com 52 leitos. “A ideia é trabalhar total parceira entre Estado e Município”, finalizou Alexandrino.

 

(Informações: Comunicação Setorial da SES-GO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!