Câmara de Goiânia decreta luto e presta homenagem. Romário Policarpo propõe que Parque seja denominado Iris Rezende Machado – Mutirama

Presidente lamenta, representando o plenário e os servidores, o falecimento e prestou condolências à família de Iris. Sobre o parque, Policarpo disse: “Iris tinha um carinho especial pelo Mutirama. Foi o primeiro equipamento público, gratuito, destinado ao lazer da população em Goiânia”.

 

Romário Policarpo (dir.), com Iris: “Perdemos um goiano profundamente apaixonado por nossa terra, principalmente por nossa gente, a quem ele dedicou inteiramente a sua vida” – Foto: Rede social

 

A Câmara Municipal de Goiânia decretou na manhã de 9 de novembro, luto oficial de três dias pela morte do filho da goiana Cristianópolis (e que se fixou em Goiânia), Iris Rezende Machado e, suspendeu as atividades legislativas para prestar suas homenagens ao líder político. O presidente da Casa de Leis, vereador Romário Policarpo (Patriota), lamentou, representando o plenário e os servidores, o falecimento e prestou condolências à família de Iris.

“Nenhum homem público proferiu mais e melhor os nomes de Goiás e Goiânia que Iris Rezende Machado. Perdemos um goiano profundamente apaixonado por nossa terra, principalmente por nossa gente, a quem ele dedicou inteiramente a sua vida”, disse Policarpo. O presidente do Legislativo disse que a história da vida pública e de Goiânia se confundem e, que o ex-prefeito deixa um legado “único e incomparável” de serviços prestados ao Estado e à capital.

As atividades legislativas foram suspensas para que vereadores e servidores da Câmara de Goiânia pudessem acompanhar o funeral do ex-prefeito, ex-deputado estadual, ex-governador, ex-ministro e ex-vereador.

Iris iniciou sua extensa trajetória na vida pública, com mais de 60 anos de serviços prestados ao Estado, como vereador da capital (1959-1962). Em 2020, no encerramento de seu quarto mandato como prefeito, a Câmara de Goiânia entregou a ele um compêndio com as atas relativas ao período em que ele presidiu o Legislativo (1960-1961).

 

Nome ao Mutirama

Romário Policarpo propôs, dia 9, que o Parque Mutirama passe a ser denominado Parque Iris Rezende Machado – Mutirama. O projeto de lei, planejado para ser encaminhado de imediato para apreciação do plenário, é parte das homenagens da despedida ao militante político do qual Policarpo era próximo.

“Iris tinha um carinho especial pelo Mutirama. O parque foi o primeiro equipamento público, gratuito, destinado ao lazer da população em Goiânia. O Mutirama foi e ainda é a principal opção de entretenimento para as crianças e famílias mais simples da capital”, afirma o presidente, relembrando: na reinauguração do Mutirama, em seu último mandato como prefeito, Iris contou que concebeu e construiu o Mutirama, nos anos 1960, inspirado em outras capitais do Brasil e do mundo que já tinham parques públicos.

O Mutirama foi inaugurado por Iris em 1969, durante o primeiro de seus quatro mandatos como prefeito de Goiânia. Em 2019, já em sua última Administração, Iris revitalizou e reabriu o atrativo público. Na ocasião, anunciou o fim de cobrança de ingressos do público. Naquele ano, em ação proposta por Policarpo, a Câmara de Goiânia destinou parte de seu duodécimo para o custeio do complexo, localizado ao lado do Parque Botafogo, no Centro da capital.

 

(Informações, com adaptações e atualizações: Imprensa/Câmara)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!