Artistas do Grupo Teatral Limpando o Olho promovem espetáculos pelas redes sociais e ‘drive-in’

Enquanto a pandemia do novo coronavírus permanece, as peças teatrais onlines ganham espaços, no novo normal. Fruto de trabalho de mais de duas décadas do Grupo Teatral Limpando Olho (GTLO), sediado em Uruaçu, Norte goiano, atrações de ramificações/gerações culturais legais nos formatos eletrônico drive-in estão agendadas para janeiro do novo ano.

A reportagem destaca cinco atrações artísticas que acontecerão em diferentes datas de janeiro de 2021 e, são referentes aos projetos contemplados por editais municipais da Lei Aldir Blanc, via Prefeitura de Uruaçu, sob coordenação maior do governo federal.

Gratuitamente ofertadas ao público do mundo, as apresentações serão realizadas de forma virtual e podem ser acessadas através de redes sociais – canal do Youtube, Facebook, Instagram. E, em uma delas, na opção drive-in.

 

Apoiar é necessário

Lei aprovada pelo Congresso e sancionada pela gestão federal e, com previsão de liberação de R$3 bilhões para setor cultural em razão da pandemia, a iniciativa estabeleceu o repasse de recursos da União para Estados, Distrito Federal e Municípios, destinados ao pagamento de três parcelas de auxílio emergencial a trabalhadores e micro e pequenas empresas da área que tiveram suas atividades interrompidas no decorrer da pandemia da Covid-19.

Nunca é demais lembrar, valendo para a posteridade: as causas culturais no Brasil precisam, e muito, sempre, receber valorização maior da parte de todas as esferas governamentais.

Confira, nas cinco submatérias, os espetáculos (e, tem gente que desvaloriza a cultura)!…

 

Contribuição da dança para mudanças no comportamento social. Você pode participar!

Projeto de Dança Pedagógico: meio de desenvolvimento dos comportamentos não apenas motores, mas, socioafetivo – Imagens, inclusive a da página principal: Divulgação

 

O Projeto de Dança Pedagógico em seus encaminhamentos, estando relacionados às questões de ensino e aprendizagem, contemplando diferentes metodologias de ensino e estilos diferentes de dança. Assim, o objetivo da Oficina de Dança, com a Professora Julianna Queiroz, é identificar as possíveis contribuições da dança para mudanças no comportamento social, como: respeito, cordialidade e comprometimento dos participantes das atividades oferecidas no Projeto.

A pesquisa está caracterizada como tipo descritiva exploratória. Os participantes vão ser observados e avaliados pela professora e um assistente, sendo um grupo de até dez participantes por turma, sendo cinco turmas de participantes de diferentes idades, gêneros e condições socioculturais adversas que estão inseridas, integradas e que participaram efetivamente das aulas de dança, bem como os profissionais responsáveis pelas aulas de dança. Importante que cada interessado entre em contato com a Professora Julianna o quanto antes, através do WhatsApp que aparece aqui na arte.

Os instrumentos utilizados serão  entrevistas e questionários, que vão trazer subsídios para visualizarmos – esclarece a organização –, que estão havendo mudanças nos comportamentos sociais relacionados ao respeito, comprometimento, cordialidade, autoestima e, que quando eles dançam se sentem mais felizes, mais bonitos e importantes e, que estão utilizando a dança como uma forma de se expressarem.

A promoção do atrativo, programado para os dias 7 e 8 de janeiro de 2021 (quinta e sexta-feira), entende que o Projeto de Dança Pedagógico se tornou um meio de desenvolvimento dos comportamentos não apenas motores, mas, socioafetivo.

 

Beleza e harmonia, via artes circenses e dança contemporânea

De dentro dos veículos, público poderá assistir o atrativo

 

O Espetáculo BaluArte Circo Show é uma produção da empresa Eckert Comunicação e Eventos – RAFAEL FABRICIO ECKERT 01762366193, que estreou em agosto de 2018 em Uruaçu, localizada na região Norte de Goiás, para as comemorações dos 21 anos de existência do Grupo Teatral Limpando o Olho (GTLO).

O atprativo de cunho cultural foi criado e é dirigido pelo animador cultural Rafael Eckert, com coreografias da Professora Julianna Queiroz, a partir de um contexto inovador, onde a fusão das artes circenses e da dança contemporânea revelam a beleza e harmonia dos picadeiros.

Espetáculo que olha para um novo mundo de possibilidades do circo contemporâneo que desafia as leis da gravidade, espaços e dimensões, a fim de reinventar tudo ao seu redor com elementos e tributos ao poder da imaginação humana, o BaluArte Circo Show entra para a história cultural do interior goiano.

 

Objetivo específico

-Realizar e apresentação do Espetáculo BaluArte Circo Show Circo na cidade de Uruaçu, por meio de drive-in. Acesso e oportunizar à cultura através do circo;

-Promover as artes circenses, o circo e os artistas uruaçuenses;

-Democratizar o acesso à cultura;

-Garantir a população goiana mais uma opção de participação e manifestação cultural; e,

-Gerar trabalho e renda (movimentando a economia) para profissionais ligados à área do projeto em Uruaçu.

 

Fantasias, com imaginação, corpo e objetos simples em ‘Oficina’

Atração cultural funciona também como verdadeiro “elixir alegórico”

 

O objetivo da Oficina de Jogos de Expressão e Cantoria é promover ações explicatórias a partir das diversas linguagens da música, através das brincadeiras e das cantigas de rodas da cultura popular.

Imaginação, corpo e objetos simples, estes serão os instrumentos necessários para um mergulho repleto de fantasias.

Esta iniciativa se desenvolve com a alternativa entre a vivência e a reflexão, a prática e a teoria, o individual e o coletivo, a concentração e a expansão, o humor e o lirismo, a sala e o pátio, o sol e a sombra.

 

Pretensões

A atração cultural pretende, de maneira especial, promover um diálogo entre a pedagogia e a brincadeira, entre o aprender/ensinar e o experimentar/criar.

“Exploraremos, prioritariamente, os brinquedos, as brincadeiras e as cantigas da cultura universais, também identificados como do ‘folclore’, da ‘cultura espontânea’, de ‘domínio público’ e, com isso, entraremos direto na ação musical”, revela Isabela Eckert.

A Oficina de Jogos de Expressão e Cantoria funciona, ainda, como um verdadeiro “elixir alegórico. Ou seja: um tonificante para o diálogo e as suas abracadabrantes pedagogias!”, complementa a uruaçuense de renome nacional na cena cultural.

Dia 9 de janeiro, às 19h, a referida live da Oficina de Jogos de Expressão e Cantoria certamente agradará os participantes em geral. Agende, pois é possível acompanhar por meio das redes sociais constantes na ilustração acima.

Fazer, praticar, externar, acolher cultura é vital para todas as pessoas. Se essa cultura é de primeira, melhor ainda!

 

Palhaços, desajeitamento e, claro, atração de qualidade

O argumento principal aqui é usar a ingenuidade e o desajeitamento do palhaço

 

O Projeto Gargalhando – Uma terapia através do riso pretende realizar um espetáculo circense online, com duração de uma hora e vinte minutos através das redes sociais, com os artistas mais tradicionais do circo: os palhaços.

Para isso, o Palhaço Bunekoviski (Joab Pablio) convidara outros palhaços circenses para realizarem suas performances e suas esquetes cômicas dentro de uma perspectiva pedagógica e cultural mostrando que é possível fazer “graças” e “risos” sem ser apelativo e sem usar de “baixarias” para tal fim.

 

Argumento

O argumento principal aqui é usar a ingenuidade e o desajeitamento do palhaço. Através das artes cênicas e das práticas teatrais e circenses para atender crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, estimulando o riso e a descontração. Isso tudo, gerando ganhos culturais, tudo em casa, sem precisar sair de sua residência para participar do espetáculo, que é pra lá de divertido.

Enquanto a pretensão é realizar um espetáculo circense on-line, com duração de 80 minutos, através das redes sociais para o público em suas residências e para todas as idades, eis uma certeza: a qualidade da apresentação é uma certeza, agradando todos os públicos.

Dia 17 de janeiro, 19h30.

 

Aprendizado dentro do picadeiro

O que o talentoso Markin mostrará? “Tudo o que aprendi e que venho apresentando hoje como artista profissional”

 

“O ‘Projeto Picadeiro Acrobático’ me proporciona a possibilidade de participar da premiação de fazedores de cultura que praticam arte popular e criativa, entendo que faço arte popular e criativa desde que ingressei no mundo artístico há mais de dez anos”, comenta Marcos Paulo, que foi aluno do Ponto de Cultura do Grupo Teatral Limpando o Olho (GTLO), em Uruaçu, onde, desde o início se dedicou ao mundo da arte das acrobacias, do equilibrismo, palhaçaria, das danças e coreografias.

Através desse novo trabalho, Markin afirma querer mostrar em filmagem com ótimas qualidade de som e imagem necessários para o fácil entendimento e a compreensão para a apreciação do público alvo, “tudo o que aprendi e que venho apresentando hoje como artista profissional”.

 

Suporte

Picadeiro Acrobático será realizado em um espaço próprio que caracteriza o picadeiro de um circo, com som, iluminação, cenário, trapézios adaptados para o espetáculo em, durante 45 minutos de cultura pura e sem interrupção.

“Disponibilizaremos um ‘link’ nas redes sociais para o público assistir quantas vezes quiser e no horário que melhor lhe convier. Também gravaremos um DVD para registro e divulgação de nossos trabalhos nas escolas de nosso Município, Uruaçu”, adianta.

 

(Jota Marcelo. Colaborou: Márcia Cristina)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!