‘6º Encontro Regional’ em Uruaçu inova com conferência virtual entre representantes do Extrajudicial

Durante o evento de 14 e 15 de fevereiro, cinco oficinas de capacitação disponibilizadas para os servidores, abrangendo distintas áreas: Contadoria; Gestão das Serventias Utilizando o Sistema Controle; Processo Judicial Digital (PJD); Processo Administrativo Judicial (Proad); e, Mediação e Conciliação Judicial.

 

Pode Judiciário: Encontro Regional com duração de dois dias, em Uruaçu – Fotos, inclusive a da página principal: Aline Caetano/Centro de Comunicação Social do TJGO

 

 

 

Uma iniciativa diferente e inusitada marcou o início do 6º Encontro Regional da 12ª e da 13ª Regiões, promovido pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás, em 13 de fevereiro, na comarca de Uruaçu: uma conferência virtual (conference) entre representantes da Atividade Extrajudicial em Goiânia e os cartorários locais, que compareceram em peso à reunião. Na ocasião, durante a temática que envolveu o Poder Judiciário e a Atividade Extrajudicial, os profissionais que atuam nesta seara tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas sobre assuntos diversos da área, via videoconferência, com o oficial registrador Rodrigo Esperança Borba, titular do 4º Cartório de Registro de Imóveis de Goiânia, especialmente acerca do Provimento número 88, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dispõe sobre procedimentos extrajudiciais no combate à lavagem de dinheiro.

No curso presencial, ocorrido no período da tarde, todos os envolvidos com a atividade Extrajudicial (incluindo ainda os secretários das Diretorias dos Foros das comarcas envolvidas e os assistentes das Varas de Registros Públicos) também participaram de capacitação. Os cartorários tiveram um feedback positivo do juiz Algomiro Carvalho Neto, auxiliar da CGJGO e responsável pela área do Extrajudicial em Goiás, e do tabelião/oficial Bruno Quintiliano Silva Vieira, do Cartório Bruno Quintiliano, em Aparecida de Goiânia, sobre várias situações colocadas em discussão no que tange ao Extrajudicial.

Para o juiz Leonardo Naciff Bezerra, diretor do Foro local, a iniciativa de realizar a conferência virtual entre os representantes da área do extrajudicial foi ímpar, de extrema relevância, especialmente porque, a seu ver, esse tipo de atividade tem normas muito técnicas, complexas e peculiares. “A Corregedoria foi muito feliz na escolha desta ação e a presença maciça de todos aqueles que atuam diretamente com o Extrajudicial neste evento demonstra o êxito da iniciativa de suma importância. Por outro lado, ‘experts’ nesses quesitos como os oficiais Rodrigo Borba e Bruno Quintiliano, fazem toda a diferença. Essa conferência virtual de cunho orientativo, propicia um aprendizado considerável e fundamental para a melhora dos serviços prestados à sociedade por esses profissionais”, ressaltou.

 

Momento especial de interação

Ao som do trecho da música Nunca Pare de Sonhar, do mestre Gonzaguinha, os servidores da 12ª e da 13ª Regiões Judiciárias tiveram momento muito marcante e interativo na abertura do evento com a equipe da Diretoria de Recursos Humanos do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Foi apresentado um vídeo com a frase “Fé na vida, fé no homem, fé no que virá”, extraída da canção, cuja abordagem foi Todos Somos Líderes! Como Liderar com Eficiência e Sensibilidade.

Durante o evento, com duração de dois dias, cinco oficinas de capacitação disponibilizadas para os servidores, abrangendo distintas áreas: Contadoria; Gestão das Serventias Utilizando o Sistema Controle; Processo Judicial Digital (PJD); Processo Administrativo Judicial (Proad); e, Mediação e Conciliação Judicial. O fechamento das atividades da data inicial ocorreu com a palestra do juiz Aldo Guilherme Saad Sabino de Freitas, auxiliar da Corregedoria e coordenador do Programa Encontro Regional, discorrendo sobre inovações do Novo Código de Processo Civil (CPC) de 2015 – procedimento comum.

Dia 14, pela manhã, momento para audiência interna com magistrados e servidores com apresentações sobre perícia criminal, orçamento participativo, sistema controle e debates em geral. No início da tarde, audiência pública externa, presidida pelo corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho. Objetivo: ouvir a população como um todo sobre as questões afetas ao Judiciário. Na ocasião, qualquer cidadão expõe dúvidas, críticas e sugestões relacionadas à Justiça visando seu real aprimoramento. Toda a organização do evento ficou sob a responsabilidade da Diretoria de Planejamento e Programas da Corregedoria, comandada pelo servidor Clécio Marquez.

Considerada o principal Município do Norte de Goiás, Porangatu compreende a 12ª Região Judiciária, da qual fazem parte as comarcas de Estrela do Norte, Formoso, Minaçu e São Miguel do Araguaia. Já Uruaçu, que sedia o evento, e é conhecida por ser um dos polos turísticos e econômicos mais importantes do Estado pela localização privilegiada na região do lago da Serra da Mesa, integra a 13ª Região Judiciária, que abrange outras três comarcas: Campinorte, Mara Rosa e Niquelândia.

 

(Informações: Diretora de Comunicação da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás – Myrelle Motta. Fotos: Aline Caetano/Centro de Comunicação Social do TJGO e equipe da Diretoria de Planejamento de Programas da CGJGO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!