Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 18 de janeiro 2019

OPINIÃO

DIVERSOS

‘EDITORIAL’ – Edição 288 (16 a 31/08/2018) – ‘BR-153, Norte-Sul e os políticos’

BR-153, na divisa Campinorte-Uruaçu – Foto: Márcia Cristina/Jornal Cidade (Arquivo)

‘O Palácio do Planalto carece ser provocado com vontade maior pelos congressistas’

 

Campanha eleitoral em andamento, momento para reflexões envolvendo todos os segmentos, com milhões de habitantes merecendo melhor consideração. Bons exemplos (em busca de melhorias e estruturas), quanto ao Estado de Goiás, são a rodovia Transbrasiliana (BR-153) e a Ferrovia Norte-Sul (FNS).

A BR precisa, urgente, ser duplicada entre Anápolis e a Divisa com o Tocantins (trecho da morte). Nesse espaço estão Uruaçu e outras cidades, cada uma com seus dias conjugados com a via repleta de caminhões de demais veículos.

Sobre a FNS, assunto que causa revolta em muitos, além da corrupção, o que ajuda atrasar ainda mais o início efetivo de sua operacionalidade é fruto da falta de vontade administrativa e política de sucessivos presidentes da República.

Fica a torcida para que a bancada goiana 2019-2022 no Congresso, com os 17 deputados federais e os três senadores, trabalhe por essas causas, mais as outras muitas pendentes e necessárias. Outras bancadas igualmente precisam se esforçar, pois as duas vias ligam regiões extremas do Brasil continental.

O Palácio do Planalto carece ser provocado com vontade maior pelos congressistas, haja vista que essas estruturas iniciadas, reiniciadas, em andamento, concluídas e usufruídas resultam em proporção de empregos, movimentação da economia e bem-estar.

Eles precisam, urgente também, lutar por mais moradias, na defesa do lago Serra da Mesa e de tantas demandas mais.

Ferrovia Norte-Sul, em Uruaçu – Foto: Márcia Cristina/Jornal Cidade (Arquivo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!