RELIGIÃO

DR. PADRE CRÉSIO RODRIGUES

Adventus & Parousia

“A fé católica jamais deixou de tratar da Parousia (volta gloriosa de Jesus), mas o faz sem marcar data, obedecendo ao que Ele mesmo anunciou”.

 

 Preparar o fim santificando os meios é de sábios. Sejamos vigilantes! – Foto (Arquivo): Jota Marcelo/JORNAL CIDADE

 

Segue o ciclo da vida… ano morto, ano posto! O que você espera, afinal? Depende de como vive. E, o que virá, queiramos ou não? É advento, esperamos o Salvador e Ele virá. Que bom responso!

Na palavra litúrgica do primeiro domingo do Advento, Jesus Cristo anuncia sua volta (Lc 21,25-36). O assunto é tão relevante que, inclusive, nasceu uma religião (com Willian Miller) que aí centraliza sua mensagem; no início a seita chegou a marcar o ano de 1844 para a volta de Jesus. Esqueceram que nosso Senhor disse “não sabeis o dia nem a hora”.

A fé católica jamais deixou de tratar da Parousia (volta gloriosa de Jesus), mas o faz sem marcar data, obedecendo ao que Ele mesmo anunciou. Aqui, os elementos fundamentais que ensina este Evangelho: a) Haverá sinais no sol, na terra e no mar; b) As pessoas ficarão aterrorizadas; c) O Filho do Homem virá com grande poder e glória, Ele julgará vivos e mortos.

Este discurso de Jesus não é só escatológico, é também parenético, uma exortação moral aos ouvintes para que não vivam desavisados do que vai acontecer no fim dos tempos. Os prazeres corporais precisam ter limites, nunca sobrepujar os valores espirituais, é preciso equilíbrio, não maniqueísmo. Jesus não afirma que os homens não podem comer bem, beber e se ocupar com as coisas da vida terrena. Ele reprova, sim, os excessos: gula, embriaguez, materialismo… As idolatrias deste mundo visível podem cegar o coração humano levando o homem ao desprezo do que é essencial, nossa união com Deus.

De minha parte, constantes exames de consciência, creio que vale a pena! E você, leitor, como leva a vida? Muitos churrascos e bebedeiras? Muito ocupado com as propriedades, afazeres, lazer e sucesso? Onde entra o Divino em sua prática diária? Será você dos que dizem Creio em Deus, mas não o adora, não congrega, não se sente membro da Igreja que é o corpo de Cristo? Como será o dia do Senhor em sua vida? Não deixe o final ser uma armadilha por conta de seu coração “pesado”. Preparar o fim  santificando os meios é de sábios. Sejamos vigilantes!

Alerta Jesus: “Cuidado, ficai atentos e orai, a fim de conseguirdes escapar e ficar de pé diante do Filho do Homem.”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!