Em ‘O Globo’, Caiado destaca educação como ferramenta de combate à pobreza 

Em artigo publicado em um dos maiores jornais do País, governador de Goiás destaca que ‘não se vencerá a pobreza apenas distribuindo cartões, mas sim distribuindo livros’.

Ronaldo Caiado, em artigo: ‘Uma escola que garante ao aluno as mesmas condições da escola privada’ – Foto (acima e da home): Secom Goiás

 

Autor de programas assistenciais reconhecidos nacionalmente, como o Mães de Goiás e o Aluguel Social, o governador Ronaldo Caiado (UB) tratou do combate à pobreza em artigo publicado neste sábado (19/11) no jornal O Globo (Rio de Janeiro-RJ). Próximo de assumir seu segundo mandato, Caiado defendeu a ideia de que políticas de distribuição de renda não podem ser isoladas, mas associadas a investimentos em Educação de qualidade, de forma a romper a condição de miséria e indigência que hoje assola 60 milhões de brasileiros.

Segundo o governador, a pobreza que ‘mata sem piedade’ não pode ser tratada como ‘destino ou herança familiar’, o que exige dos governantes compromisso com o futuro, por meio da escola pública. ‘Em Goiás, desde 2019, tomamos uma decisão: a escola pública é o principal investimento social, familiar, humano e comunitário do Governo. Fazer uma escola pública eficiente que ensine e encoraje o aluno a construir o caminho da mudança dele e de sua família sempre foi, é e seguirá sendo nosso objetivo’, escreveu.

 

R$5 bilhões investidos

Por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), a gestão de Caiado já investiu mais de R$5 bilhões na rede estadual de ensino, valor destinado a reforma de unidades, troca de mobiliário, construção de laboratórios e entrega de notebooks, entre outras ações. O Estado é hoje vice-líder nacional do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do ensino médio. Nas palavras do governador, Goiás tem ‘uma escola que garante ao aluno as mesmas condições da escola privada’.

No artigo, o chefe do Executivo enfatizou que a verdadeira superação da pobreza é a garantia de autonomia do cidadão, por meio da escola: ‘Não se supera pobreza só aumentando transferência de renda. Supera-se a pobreza aumentando o desejo de conhecer e aprender de cada criança e adolescente. Supera-se a pobreza construindo, na confiança com a escola, a qualidade da Educação em todos os Municípios’. A estratégia é um dos principais pilares para os próximos quatro anos do gestor à frente do governo estadual.

A Copa do Mundo de Futebol, que tem início neste domingo (20/11), no Catar, foi inspiração para o arremate final: ‘O gol se traduz em escolas equipadas, professores valorizados, alunos motivados, famílias engajadas e goleada na aprendizagem’, concluiu. O texto está disponível no Portal do jornal para assinantes.

 

(Informações: Secom Goiás – Governo de Goiás)

https://www.youtube.com/shorts/DCe_orJqyvk