Willian Veloso: das 35 cadeiras, uma será de rodas. Nasce uma nova liderança política goiana

Vereador eleito por Goiânia, o economista, advogado e cadeirante Willian Veloso (PL) avalia em entrevista ao JORNAL CIDADE que vitória nas urnas representa importante conquista das pessoas com deficiência da capital de Goiás. “Minha vida pessoal, quanto profissional, e agora política, sempre foi na condição de pessoa com deficiência”, salienta. Leia.

 

Willian Veloso: “Nossa expectativa é de que muito faremos e conquistaremos para melhorar a vida de nossa população” – Fotos, inclusive a da página principal: Divulgação; e, Redes social (Arquivo)

 

“Nossa primeira ação será no próprio gabinete, esse será formado majoritariamente por pessoas com deficiência”, comenta o vereador eleito por Goiânia

 

Willian Veloso lembra que o Plano Diretor de Goiânia será o norteador de ações para os próximos dez anos

 

“Outros voos, só o futuro irá dizer”, informa, sobre seu futuro político

 

O que representa a sua vitória, conquistando vaga na Câmara?

Representa uma importante vitória das pessoas com deficiência de Goiânia, que depois de quase uma década, consegui restabelecer a representatividade do segmento na Câmara Municipal de Goiânia, passando a ter um vereador.

Nota da Redação: quando fala ou escreve o termo pessoas com deficiência, o vereador eleito faz isso com ênfase maior. No caso dessa entrevista, Pessoas com Deficiência

 

Depois de Iram Saraiva e Cidinha Siqueira, a Casa de Leis goianiense terá o cadeirante Willian Veloso. Como surgiu a ideia da sua candidatura?

Surgiu com a constatação de que em toda eleição municipal várias pessoas do segmento lançavam seus nomes a fim de concorrer a uma vaga, porém, fragmentava-se os votos e, ninguém lograva êxito. Esse pleito foi exitoso devido à confluência de um nome comum entre as diversas entidades, proporcionando sucesso com a nossa eleição.

 

De onde vieram os seus votos?

Das entidades representativas das pessoas com deficiência de Goiânia, advocacia, igreja e, população afeta às causas sociais.

 

Quais serão suas ações iniciais na defesa da verdadeira inclusão social no Legislativo de Goiânia?

Nossa primeira ação será no próprio gabinete, esse será formado majoritariamente por pessoas com deficiência – resguardado suas competências e qualificação –, pois precisamos dar o próprio exemplo de inclusão. Também iremos provocar a Câmara Municipal para que providencie ferramentas assistivas aos frequentadores da Casa, tais como piso tátil, intérpretes de libras, placas em braille, ampliação dos estacionamentos destinados para pessoas com deficiência, entre outras medidas.

 

O senhor foca também a questão da melhor acessibilidade e mobilidade. Goiânia, em pouco tempo, pode avançar nesse sentido?

Sim! A mobilidade urbana em nossa capital será uma de nossas principais bandeiras, pois está diretamente ligada à acessibilidade urbanística, que é a principal ferramenta de inclusão das pessoas com deficiência, onde lhes proporciona o ir e vir com independência ao trabalho, à escola, ao lazer, enfim, a tudo na cidade.

 

É de conhecimento público que o vereador eleito motiva e trabalha por menos “tadinho”, “coitadinho” e por mais “oportunidades” e “empregos” para pessoas com deficiências. Comente.

Nossa principal bandeira é a desmistificação em relação ao que hoje as pessoas com deficiência são consideradas, ou seja, fizemos questão de deixar claro que somos um representante do segmento, não por ser uma pessoa com deficiência – que utiliza uma cadeira de rodas –, mas, sim por estar preparado para discutir os diversos temas inerentes à nossa cidade e sua população, ou seja, a deficiência é somente um detalhe.

 

Entre as suas atividades parlamentares, obviamente que o vereador se dedicará para com os interesses em geral da comunidade. Correto?

Exatamente isso! Sou economista e advogado, com algumas especializações. Portanto, preparado para representar a população de Goiânia em todos os assuntos e pautas que forem provocados em nosso parlamento, bem como sabedor do meu papel enquanto vereador na fiscalização do Poder Executivo no que diz respeito às suas obrigações para com o povo de nossa cidade.

 

A questão do Plano Diretor de Goiânia reúne detalhes em excesso. Pretende debruçar também sobre esse assunto perante os cidadãos, os segmentos, em Comissões e no plenário?

Sim. Precisaremos, eu e meus pares vereadores, debruçar sobre o Plano Diretor, e torná-lo moderno, justo, eficiente, e acima de tudo, que o mesmo respeite a qualidade de vida da nossa população, não deixando que interesses pessoais de alguns, sobressaia aos interesses coletivos. Lembrando, que o mesmo será o norteador de ações para os próximos dez anos.

 

As laudas de projetos formatadas sob sua coordenação serão colocadas em prática em bloco ou serão apresentadas aos poucos?

Temos consciência que atravessamos momentos difíceis na economia e, algumas ações irão impactar financeiramente. Por isso, teremos o cuidado de provocar projetos que realmente sejam factíveis para determinado momento. Mas, nossa expectativa é de que muito faremos e conquistaremos para melhorar a vida de nossa população.

 

Se depender do seu gabinete, o titular do Executivo implementará bom trabalho no mandato 2021-2024?

Sim, pois acredito que bons resultados só serão obtidos com a união de esforços entre o Legislativo e o Executivo. E que eventuais divergências sejam resolvidas com diálogo é bom senso, sempre tendo como objetivo, o bem-estar da população.

 

Ocupando diferentes cargos – em Conselhos Estaduais, também na OAB –, o senhor possui experiência englobando Goiás. Eventual candidatura sua a deputado estadual pode surgir futuramente?

Meu foco é não medir esforços em ser um vereador que possa corresponder às expectativas a mim conferidas dia 15 de novembro, representando com qualidade as pessoas de nossa capital. Outros voos, só o futuro irá dizer.

 

Envolvendo Goiânia e o interior, quem quiser procurar Willian Veloso para intercâmbios, trocas de experiências, basta fazer contato?

Sim, pois não serei vereador só de um bairro, uma região ou segmento, serei um parlamentar que zelará de toda nossa capital, como também terei o maior prazer em ser útil para além fronteira de nossa capital. Podem contar comigo!

 

Qual é a essencialidade de toda a equipe que trabalhou na sua campanha – inclusive com destacado voluntariado?

Fizemos uma pré-campanha e campanha absolutamente com ínfimos recursos financeiros, o sucesso do nosso projeto se deu graças aos inúmeros voluntários, que trabalharam incansavelmente para que nosso nome chegasse ao máximo de pessoas possível. Nosso lema sempre foi Juntos somos mais fortes, ou seja, a essência foi a de recuperarmos nossa legitimidade em nossa Câmara Municipal e, graças a Deus e a eles – amigos voluntários –, conseguimos.

 

Para quem ainda não sabe, o que lhe ocorreu para que se tornasse um cadeirante?

Sofri um acidente quando tinha 19 anos de idade, que fez com que me tornasse um usuário de cadeira de rodas, portanto, tanto minha vida pessoal, quanto profissional, e agora política, sempre foi na condição de pessoa com deficiência.

 

Mais alguma observação?

Nossa eleição significa o resgate de nosso mote maior – estampado em nossa convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência –, qual seja: Nada sobre nós sem nós, que nada mais é, todas as discussões voltadas às pessoas com deficiência, que necessariamente tenha pessoas com deficiência fazendo parte dessa discussão.

 

[Leia mais sobre o vereador eleito, acessando os links abaixo:

Goiânia: um cadeirante que busca vaga na Câmara

Willian Veloso prega qualificação no Legislativo

Facebook

Instagram

 

(Jota Marcelo e Márcia Cristina)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!