Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 24 de março 2019

Ronaldo Caiado anuncia mais quatro nomes do secretariado

O governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas), apresentou, nesta quarta 26, mais quatro nomes do secretariado que tomará posse na próxima semana: Antônio Carlos de Souza Lima Neto (Agricultura); Rafael Rahif (Esporte); Andrea Vulcanis (Meio Ambiente) e Edival Lourenço (Cultura). A escolha foi feita de maneira “estritamente técnica” e levou em conta a credibilidade, honestidade e competência administrativa de cada um deles.

“Vivemos um momento em que precisamos buscar um profundo detalhamento da ação, função e amplitude de cada Secretaria, para definir quais serão os métodos a serem implantados de forma a resolver os problemas de cada pasta. O objetivo é mudar o modelo de gestão em Goiás”, ressaltou.

 

Governador eleito apresentou os quatro futuros auxiliares: Cultura (Edival Lourenço), Agricultura (Antônio Carlos de Souza Lima Neto), Meio Ambiente (Andrea Vulcanis) e Esporte (Rafael Rahif) – Fotos/montagem: jornal O Popular (Goiânia)

 

Para o governador eleito, o principal desafio da Secretaria do Meio Ambiente é justamente superar a burocracia que trava investimentos no Estado. “Decidimos trazer alguém que conhece o tema, tem ‘expertise’ e vai dar celeridade às demandas da pasta com atuação técnica e jurídica. A maior queixa que temos é a morosidade das licenças, o que causa desânimo nos investidores que buscam o Estado”, explicou.

No mesmo sentido, enalteceu o trabalho do jovem Antônio Carlos Neto à frente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). “Tem perfil 100% técnico. Um rapaz que aglutina experiência, teve o apoio de todo o cooperativismo de Goiás e, tem dinâmica moderna e atual de trabalho. Não só atendendo as necessidades atuais do setor, como programando Goiás para uma agricultura moderna e competitiva”, acrescentou.

Caiado destacou que a escolha dos nomes teve total apoio dos políticos aliados, que entendem o momento delicado pelo qual passa o Estado. Inclusive, a coletiva de imprensa foi realizada momentos antes de o futuro chefe de Estado embarcar para Brasília, onde foi recebido pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.

 

Reforma administrativa

O democrata esclareceu, ainda, que o projeto que promoverá mudanças na estrutura administrativa das Secretarias e de todo o Governo de Goiás ainda está sendo desenvolvido e será apresentado no próximo ano.

“O objetivo é analisar bem. Sabemos que há coisas que funcionam bem no ‘papel’, mas não na prática. Tenho humildade, ninguém é dono da verdade. Estamos implantando o governo como está, com as modificações já propostas, vendo se existem falhas e, assim, se for preciso reformular, faremos antes de encaminhar a proposta para a Assembleia [Legislativa]”, antecipou.

Questionado sobre as nomeações para os cargos de segundo e terceiro escalões, Caiado reafirmou que deu total liberdade aos secretários e que, assim, as indicações serão definidas por cada um deles. “Cada um cuidará de sua pasta, levando em conta a eficiência necessária. Serão as pessoas certas nos lugares certos”, arrematou.

 

Perfis

Antônio Carlos de Souza Lima Neto, secretário da Agricultura

Antônio Carlos de Souza Lima Neto é graduado em Engenharia Agronômica, possui especialização em Formação de Lideranças (pela Fundação Dom Cabral) e, é pós-graduado em Gestão do Agronegócio (REHAGRO). Concluiu também curso de pós-graduado em Gestão de Negócios – MBA Executivo (IBMEC). Atualmente é superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Administração Regional Goiás (SENAR/AR-GO).

 

Edival Lourenço, secretário de Cultura

Nascido no ano de 1952, em Iporá-GO, Edival Lourenço foi funcionário da Caixa Econômica Federal, onde ocupou diversas funções, dentre elas a de gerente de Marketing, Comunicação Social e Cultura durante 15 anos. Formado em Direito, com pós-graduação e, Administração de Marketing, assessorou a presidência da instituição financeira, no programa de Interiorização dos programas sociais do banco estatal. Publicou livros de poesias, crônica e romance. A Centopeia de Neon recebeu o Prêmio Nacional de Romance do Estado do Paraná (1994). Em 2008, foi agraciado com a Comenda Jorge Amado, da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro, pelo conjunto da obra. Naqueles Morros, Depois da Chuva (Hedra, 2011) foi premiado na categoria romance do Prêmio Jabuti/2012. É o escritor goiano mais premiado no cenário nacional, com uma obra densa e multifacetada, em que o diálogo com a tradição e a modernidade é permeado por sua dicção humorística peculiar.

 

Andrea Vulcanis – secretária do Meio Ambiente

Possui graduação em Direito e mestrado em Direito Sócio Econômico pela PUC Paraná, com foco em Direito Ambiental. É procuradora federal, vinculada à Advocacia-Geral da União (AGU). Conta com mais de 22 anos de experiência no exercício de cargos jurídicos e de gestão ligados à área ambiental, dentre eles o de procuradora-geral do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama); superintendente estadual do Ibama no Estado do Paraná; chefe de gabinete junto a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa); e, ultimamente o de subsecretária de assuntos estratégicos da Secretaria de Meio Ambiente do Distrito Federal, tendo ainda exercido a advocacia e consultoria na área ambiental. Foi presidente da Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). Professora de Direito Ambiental, tem diversos livros e artigos publicados na área.

 

Rafael Ângelo do Valle Rahif – secretário de Esporte

Bacharel em Direito pela Faculdade Anhanguera de Ciências Humanas, foi diretor social do Country Clube de Goiás por quatro mandatos. Natural de Pires do Rio (cidade goiana), em 2012, se lançou candidato a vice-prefeito de Goiânia, na chapa encabeçada por Simeyzon Silveira.

 

(Com Assessoria. Com atualizações)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!