Projeto de Policarpo que homenageia Hailé Pinheiro com nome de avenida segue ao Plenário

Proposta do presidente da Câmara foi aprovada inicialmente pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Proposta de mudança de nome, apresentada por Romário Policarpo, como manda a legislação, ocorreu após consulta a moradores da região, realizada pelo próprio clube – Imagem (acima e da home): Google Maps/Comunicação

 

O projeto de lei número 316/22, que altera o nome da avenida Guarapari, no Jardim Atlântico, para avenida Hailé Pinheiro, em homenagem ao ex-presidente do Goiás Esporte Clube, que faleceu na data 7 de setembro, foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Câmara Municipal de Goiânia, em reunião do dia 14.

Apresentado pelo presidente da Casa de Leis, vereador GCM Romário Policarpo (Patriota), o projeto seguiu para primeira votação em Plenário no dia seguinte. “Hailé Pinheiro tem uma das maiores e mais belas contribuições para o esporte goiano e brasileiro da história do nosso País. Ele formou e projetou muitas gerações de jogadores, técnicos e de tantos outros profissionais que atuaram no Goiás Esporte Clube, nas mais diversas áreas. Foram quase 60 anos de dedicação ao clube, crescendo junto com ele, transformando o time em uma casa profissional, com uma das melhores estruturas do País”, justifica Policarpo.

 

Carinho

A proposta de mudança de nome da via pública foi apresentada, como manda a legislação, após consulta a moradores da região, realizada pelo próprio clube. Em um primeiro momento, o projeto previa o nome completo do dirigente, Hailé Selassié de Goiás Pinheiro, mas emenda do próprio autor alterou a redação para o nome com o qual Hailé era mais conhecido.

A avenida Guarapari passa em frente à nova entrada da sede do Centro de Treinamento Edmo Pinheiro, tem cerca de dois quilômetros de extensão e segue até o Parque Cascavel. “Ele sempre falou de seu carinho especial pelo Centro de Treinamento do Goiás, no Jardim Atlântico. Por isso decidimos batizar a avenida que leva ao CT com o nome dele, e ficamos muito contentes e honrados em saber que os goianienses que residem ao longo da via apoiaram e respaldaram essa iniciativa”, lembra o presidente da Câmara.

Para se tornar lei, o projeto precisa ser aprovado em duas votações e sancionado pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos).

 

(Informações: Comunicação/Câmara – Paulo Henrique Galves da Silva)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!