Prefeitura e Base Aérea de Anápolis retomam Programa Forças no Esporte

Profesp oferece atividades no contraturno escolar como natação, futebol, caratê, atletismo e xadrez, além de promover diálogos e palestras.

O programa funciona desde 2007 e atende crianças e adolescentes com idades entre nove e 17 anos – Foto, inclusive a da home: Divulgação

 

O Programa Forças no Esporte (Profesp) foi retomado e irá beneficiar 500 estudantes de oito escolas da rede municipal. O novo termo de cooperação foi assinado recentemente pela Prefeitura de Anápolis, Base Aérea de Anápolis (Baan) e por diversas entidades.

“A Base Aérea de Anápolis, dentro da Força Aérea, é a organização com a maior quantidade de crianças atendidas pelo Profesp. Sentimos muito orgulho de sermos o campeão desse programa e, isso não seria possível sem a parceria da Prefeitura e das entidades que apoiam essa iniciativa”, comentou o comandante da Baan, Coronel Renato Leite.

O programa funciona desde 2007 e atende crianças e adolescentes com idades entre nove e 17 anos. O objetivo é reduzir os riscos sociais e fortalecer a cidadania, a inclusão e a integração social. As escolas participantes são de áreas com maior vulnerabilidade social e a escolha dos estudantes é feita por meio de sorteio.

O Profesp oferece atividades no contraturno escolar como natação, futebol, caratê, atletismo, xadrez, além de promover diálogos e palestras. Os estudantes são acompanhados por coordenadores pedagógicos e esportivos, além de monitores, e também têm todo o suporte alimentar durante o tempo em que estão dentro da organização militar.

 

‘Lidando com vidas’

O vice-prefeito Márcio Cândido representou a gestão municipal na cerimônia de assinatura e exaltou o projeto. “Estamos vivendo um tempo de um ataque muito grande contra as nossas crianças. Não podemos permitir isso. Então, quando projetos como esse são organizados, isso nos traz grande alegria, pois estamos lidando com vidas e pessoas que precisam do nosso suporte”, disse.

Assinaram o termo o juiz da Vara da Infância e da Juventude, Carlos Limongi Sterse e, também representantes de outras entidades, como a Associação Cruzada pela Dignidade, a Escola de Pais do Brasil (EPB) e a Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA).

 

(Informações, com adaptações: Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!