Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 2 de dezembro 2019

Detran Goiás – Sandro Ferreira Mendes: ‘Estamos bem interagidos com a população’

Lembrando que na gestão Ronaldo Caiado o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran Goiás) pratica novo método de fazer política pública, ajudando o povo, Sandro Ferreira Mendes comenta em entrevista ao JORNAL CIDADE que atualmente é feito um trabalho que a comunidade cobrava há anos. Chefe de gabinete do presidente da autarquia, Marcos Roberto Silva (doutor Marcos Roberto), ele salienta: “O contribuinte não aguenta mais ficar pagando determinadas despesas injustas. Hoje estamos bem interagidos com a população”.

 

Sandro Ferreira Mendes comenta que no governo Ronaldo Caiado o Detran compartilha com os proprietários de veículos registrados em Goiás, permitindo redução nos valores gastos com a documentação – Fotos: Márcia Cristina/JORNAL CIDADE

 

O chefe de gabinete destaca também que agora o atendimento do Detran Goiás “está mais plausível para os usuários, com mais humanidade, educação e, modo de tratamento diante dos próprios funcionários e do público”

 

Sobre o fato de estar atuando no Detran Goiás, assessorando o presidente doutor Marcos Roberto: “Muito orgulhoso. Aceitei essa função, estou fazendo a minha parte, espero que o presidente esteja satisfeito”

 

Que avaliação o senhor faz dos primeiros dez meses da nova presidência do Detran, comandada pelo doutor Marcos Roberto?

Estou aqui há dez meses, juntamente com o presidente doutor Marcos e, a gente vem fazendo um trabalho legal desenvolvido perante a população do Estado de Goiás com o total apoio do governo perante esse órgão, que está correspondendo a todas as expectativas do povo goiano. Isso, fazendo a redução de multas, muitas coisas que não aconteciam nas gestões anteriores. Hoje reduzimos os pardais, eliminamos várias exigências que vinham onerando o cidadão. Foram feitos estudos para que isso acontecesse, com o nosso presidente tomando atitudes, juntamente com o governador Ronaldo Caiado [Democratas], para que houvesse várias reduções. Inclusive, o valor da taxa de vistoria veicular foi reduzido – além de outros –, e, algumas taxas foram retiradas. Estamos fazendo um trabalho que a comunidade estava cobrando, o contribuinte não aguenta mais ficar pagando determinadas despesas injustas. Hoje estamos bem interagidos com a população, viabilizamos incentivo fiscal, permitimos o parcelamento do IPVA [Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores]. Então, as pessoas estão satisfeitas com o Detran. Esse é um novo método de fazer política pública, ajudando o povo.

 

Ou seja, sobre as várias novidades da nova presidência: são praticadas ações que valorizam as partes material e humana, os colaboradores e usuários. É a qualidade aliada à modernidade?

Exatamente! Esse é o objetivo: o Detran compartilhar com o povo goiano, fazer com que as pessoas tenham reduzidos os valores gastos com a documentação dos veículos. Eu reforço: o pessoal não estava aguentando mais pagar taxas a mais. Tem a inadimplência, que está crescendo a cada dia, se está crescendo é porque o povo não aguenta e, nós temos que diminuir mais, achar um novo método, dentro da legalidade da lei e, fazer com que sejam reduzidas as taxas, para que aconteça a assiduidade do pagamento do cidadão. Esse é o Detran que nós queremos, com os usuários e a sociedade reconhecendo o trabalho.

 

Veículo com débito de taxa de licenciamento: condições facilitadas para quem pretende pagar a dívida. Todo mundo pode aproveitar a oportunidade para regularizar sua situação. Correto?

São feitas as campanhas, o Detran tem várias campanhas, inclusive a de incentivar proprietários de veículos registrados em Goiás poderem fazer o uso do parcelamento dos débitos de IPVA, licenciamento, do Seguro DPVAT e das multas, em até 12 vezes no cartão de crédito, perante a Secretaria da Economia [Secretaria de Estado da Economia]. Esse parcelamento de débitos e multas veiculares permite que as pessoas andarem em dias. Se andar irregularmente, a Polícia tem que autuar e fazer o trabalho da multa, com apreensão do veículo. Para que isso não aconteça, foi viabilizado o programa de parcelamento, inclusive do licenciamento. Agora, perante as multas, as pessoas têm que entender: multas são geradas de acordo com o órgão e, hoje quem multa é a Goinfra [Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes], nas rodovias estaduais. As Prefeituras conveniadas são responsáveis pelas multas municipais e, o Dnit [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes], pelas multas federais. O Detran é só o gerenciador para receber as multas desses órgãos. Às vezes, as pessoas confundem, pensando que é o Detran e, não é o Detran que multa, mas sim cada órgão originador da multa: Prefeitura, Goinfra e Dnit.

Nota da Redação, em dados da Gerência de Comunicação da autarquia: empresas encontram-se credenciadas pelo Denatran para parcelamento de débitos via cartão de crédito para órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito credenciada pelo Detran Goiás. A Resolução número 736 do Contran, de 5 de julho de 2018 e a Portaria Denatran número 149, de 12 de julho de 2018, estabelecem e normatizam os procedimentos quanto ao uso de cartões de crédito ou débito para pagamento de débitos do Detran. A autarquia goiana promoveu chamamento público e efetuou o credenciamento de empresas para atuarem nesse segmento, de acordo com a Portaria interna número 204, de 12 de março de 2018

 

Entre os serviços, muita atenção para com as questões das cidades de todas as regiões do Estado. Essa interiorização terá sequência em 2020 e nos anos seguintes?

Sim! Além do que já fizemos neste quase um ano, está sendo feito um estudo, através do Governo de Goiás, que nós vamos implantar, pois o Detran, agora mais avançado, moderno, vai chegar, de fato, ao interior, lá na ponta, através das Ciretrans [Circunscrições Regionais de Trânsito {Uruaçu, sede deste periódico, tem a 16ª Circunscrição Regional de Trânsito}]. As Ciretrans hoje estão todas reestruturadas, com investimentos físicos e humanos, com treinamentos de qualificação dos funcionários, atualmente eles são treinados e qualificados aqui na sede e, trabalham com mais experiência nas Ciretrans. Agora o atendimento está mais plausível para os usuários, com mais humanidade, educação e, modo de tratamento diante dos próprios funcionários e do público que nos procura. Antigamente era maltratado o usuário, mas hoje todo o nosso trabalho no Estado está sendo feito de outra maneira. Isso é muito importante e, com humildade, o Governo de Goiás, nesta gestão do Ronaldo Caiado e na presidência do doutor Marcos, está chegando, vai chegar mais até lá, na ponta, ao usuário. Dessa maneira é que vai ser o novo Detran Goiás. Espero que a população esteja gostando, que essa qualificação, esse incentivo motivem mais as pessoas pagarem a parte pendentes – débitos e multas veiculares. É através do bom gestor que as coisas vão acontecer. Os usuários estão fazendo questão de pagar os impostos de seus carros para que sejam feitos investimentos através da saúde, educação, do transporte e, é nesse sentido que o governo Ronaldo Caiado quis, quer e vai trabalhar. Estamos à frente desse órgão para fazer essas melhorias, com o pagamento sendo revertido em prol da população do Estado de Goiás.

 

Como se sente em ser chefe de gabinete do doutor Marcos Roberto, considerado um dos melhores assessores diretos do governador Ronaldo Caiado?

Muito orgulhoso. Aceitei essa função, estou fazendo a minha parte, espero que o presidente esteja satisfeito. Estou aqui como se fosse o olho do presidente e, o presidente é o olho do governador. Espero, com minha honestidade, acima de tudo, representá-lo bem perante a sociedade e o povo goiano.

 

(Jota Marcelo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!