Complexo Jamel Cecílio inaugurado por Rogério melhora trânsito e valoriza áreas

Durante ato público realizado em 13 de maio, com participação do governador, prefeito entrega obra que compreende três níveis. “Além de dar fluidez ao trânsito e ligar as regiões Norte e Sul, o complexo valoriza os imóveis residenciais e comércios de bairros próximos”, afirma.

Trecho urbano goianiense importante, envolvendo a avenida Jamel Cecílio, a Marginal Botafogo e a alameda Leopoldo de Bulhões – Fotos: Daiany Pereira e Jackson Rodrigues/Prefeitura

 

Prefeito Rogério Cruz, juntamente com outras autoridades, entrega complexo viário Luiz José Costa

 

Rogério Cruz, ladeado pelo governador Ronaldo Caiado, inaugura complexo viário, primei-ra de três grandes obras projetadas para entrega em maio

 

Dividido em três níveis, estrutura permite fluidez ao trânsito de Goiânia

 

Também beneficia os eixos Norte-Sul

 

Além dos eixos Leste-Oeste

 

O prefeito Rogério Cruz (Republicanos) inaugurou, em 13 de maio, o complexo viário Luiz José Costa, conhecido como complexo viário Jamel Cecílio, em evento acompanhado pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB). A estrutura leva o nome do cantor sertanejo Leandro, que fazia dupla com Leonardo, e faleceu em decorrência de câncer, em 1998. A obra é a primeira de grande complexidade com entrega prevista para o mês de maio.

A obra recebeu investimentos de R$32,5 milhões e, por ele, passarão mais de 200 mil veículos por dia. O projeto é dividido em três níveis: o viaduto na avenida Deputado Jamel Cecílio, liberado para o tráfego de veículos em dezembro de 2020, a rotatória no nível da alameda Leopoldo de Bulhões e a trincheira da Marginal Botafogo.

Rogério Cruz destacou que a obra transformará para melhor o trânsito goianiense, em especial nas regiões Sul e Leste. “A capital cresce em ritmo exponencial, o que exige o acompanhamento da mobilidade, por isso, a importância desse projeto, que trará fluidez ao trânsito”, disse.

Ele lembrou que a entrega do complexo faz parte do seu Plano de Governo, no qual consta a continuidade das obras iniciadas na gestão passada, além de novos grandes projetos. “Trata-se do respeito ao cidadão goianiense, e faz jus ao legado que herdamos”, pontuou. Salientou que, além de interligar com eficiência importantes regiões da cidade, o complexo “valorizará os imóveis residenciais e comércios dos bairros próximos”.

Rogério Cruz elencou as entregas previstas para este mês, os viadutos Lauro Belchior e da Perimetral Norte, além de esclarecer sobre o andamento do Terminal Isidória. “A parte estrutural está pronta e a tecnológica encontra-se em vias de finalização para entrega ao usuário”, assinalou.

O governador celebrou a parceria entre os Poderes municipal e estadual em mais uma grande obra de mobilidade. “Tudo que diz respeito a essa área deve ser feito em parceria, a exemplo do que iniciamos no transporte público, com o Bilhete Único e Passe Livre do Trabalhador”. Segundo Caiado, “é um trabalho conjunto, cujo foco é o usuário”.

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Everton Schmaltz, a importância do complexo vai além da fluidez de trânsito, uma vez que se trata de uma obra-eixo. “O projeto não apenas liga duas regiões, mas fornece resultados viários aos dois eixos principais da capital, isto é, Norte-Sul e Leste-Oeste”. Schmaltz ponderou que os benefícios então se estendem tanto aos bairros vizinhos quanto aos mais distantes.

Além da mobilidade, a obra do complexo rende benefícios ao meio ambiente. O córrego Botafogo foi despoluído, uma vez que houve a implantação do sistema coletor de esgoto. Também foram plantados 2,3 mil metros quadrados de grama e mudas de espécies nativas.

 

Orientações de trânsito

As obras do complexo viário começaram em setembro de 2019 e, mediante a entrega, possibilitam fluidez ao trânsito que segue em direção à BR-153, GO-020 e a condomínios residenciais, começando pelo Jardim Goiás. Por se tratar de via rápida, o tráfego da Marginal seguirá sem interferência semafórica da avenida Goiás, no setor Crimeia Oeste, até a avenida 2ª Radial, no setor Pedro Ludovico, e vice-versa.

O motorista que desce pela alameda Leopoldo de Bulhões poderá acessar o Jardim Goiás pela direita, o setor Sul pela esquerda, a Marginal Botafogo pelos dois lados, ou voltar para a alameda, caso queira fazer o retorno.

No nível intermediário, há 1,1 mil metros quadrados de calçadas acessíveis para que pedestres e pessoas com deficiência se locomovam com segurança. O complexo é todo sinalizado, com placas de trânsito e faixas de pedestre.

 

(Informações, sob adaptações: Secom – Prefeitura de Goiânia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!