SAÚDE DO CORAÇÃO

DR. JOÃO JOAQUIM DE OLIVEIRA

TEMPOS TENEBROSOS

Nestes tenebrosos tempos da pandemia da Covid-19, além de ouvir as dicas e preleções científicas de Natalia Pasternak, do Instituto Questão de Ciência, um excelente livro, bem a caráter, seria O Mundo Assombrado pelos Demônios, de Carl Sagan (1934-1996).

Quando me refiro à Dra. Pasternak, ela é apenas uma exímia amostra grátis do que é a ciência brasileira. Dá-me uma imensa dó e pesar em saber que muitas de nossas brilhantes inteligências são obrigadas a emigrar do País. Irem brilhar, pesquisar e fazer ciência em outros Países. Aqui temos muitos daqueles idealistas e abnegados. Todos com limitações de recursos e insumos técnicos conseguem, mesmo assim, trazer grandes contribuições em várias áreas do conhecimento, com ensaios, experimentos, testes e observação cientifica. São belos exemplos nesse aspecto o Instituto Butantan em SP e a Fiocruz (RJ).

Uma pandemia como a da Covid-19 é por demais útil em demostrar o confronto entre a ciência e a fé. Ou em outros termos, um paralelo entre a razão e a superstição, entre o que propõe um cientista e um sofista, um mentiroso, um charlatão e embusteiro. O mundo assombrado pelos demônios, do astrofísico americano Sagan versa extensamente sobre esse embate do que seja pseudociência, superstição, crendice, delírios, imaginação versus ciências. Quantas são as pessoas, as imensas levas da humanidade que são induzidas a tomar essas assertivas, esses discursos como verídicos e funcionais?

Basta ter em conta que o cérebro humano, a mente humana, enfim, ela é extremamente funcional, volúvel e plástica. As pessoas trazem em si a tendência em acreditar no que despende menos esforço e menos energia. Nós, humanos, temos de forma inata a inclinação ao ócio, à inércia, à preguiça intelectual. Pensar, elaborar e criticar racionalmente dá trabalho (de tripalium, esforço) e poucas pessoas estão dispostas a esse empreendimento, a essa “malhação cerebral”.

Carl Sagan publicou O Mundo Assombrado pelos Demônios em 1996. Passado esse tempo o quanto ele é atual nesses tormentosos tempos de tanta mentira, tantas fake news, tanta enganação e charlatanismo. Como referido por Carl Sagan, a sociedade vive a celebrar, a incensar, a aplaudir a ignorância, as bravatas, os delírios e fantasias.

Todavia, apesar de tantos factoides, de tantos idiotas e charlatões, os cientistas e as ciências vêm demonstrando a sua força, a realidade nua e cristalina, com fundamentos em pesquisas científicas, em demonstrações com rígidos protocolos como são as diretrizes das ciências.

O iluminismo cultural e científico sempre há de triunfar em favor da vida, do planeta, do meio ambiente e da humanidade, inclusive para o bem e para a saúde de pessoas medíocres e insensatas que infestam nossa sociedade. Tenebrosos tempos, infestados tempos de tudo quanto há de ruim e pernóstico.

VAMOS ler a bela obra O Mundo Assombrado pelos Demônios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!