Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 24 de maio 2019

Uruaçu – Inaugurados Centro Administrativo e galeria de prefeitos antepassados

Nesta reportagem (um documento histórico) contendo 30 fotos, frisa-se que, a noite de 7 de dezembro marcou a inauguração e entrega oficial do Centro Administrativo Feliciano Custódio de Freitas, sede da Prefeitura de Uruaçu. O imóvel, localizado na rua Goiás, Centro, onde funcionaram o Hospital Bonsucesso, o Pallace Hotel e, pertencente a uma família tradicional local.

 

Em evento histórico, Centro Administrativo é inaugurado, com a volta da denominação Feliciano Custódio de Freitas. Na foto, o prefeito Valmir Pedro, familiares do homenageado, outras autoridades e, personalidades, ao descerrarem a placa – Fotos: ASCOM/Prefeitura. Fotos da página principal: ASCOM/Prefeitura e Márcia Cristina/Jornal Cidade

 

Galeria homenageia ex-prefeitos uruaçuenses. Confira, na submatéria, informações sobre a galeria – Foto: Márcia Cristina/Jornal Cidade

 

Gabinete do Executivo: Valmir Pedro recepciona parte dos ex-prefeitos/representantes de outros

 

Sede da Prefeitura de Uruaçu se localiza no Centro… – Foto: Márcia Cristina

 

…Rua Goiás, onde funcionaram o Hospital Bonsucesso e Pallace Hotel. Na imagem, dois dos filhos de Feliciano: Wanildo Freitas (vereador [PSDB]) e, Walzate Freitas (Zata), servidor público municipal – Foto: Márcia Cristina

 

Centro Administrativo esse, que sedia praticamente toda a estrutura ligada à Administração pública municipal – Gabinete da chefia do Poder Executivo; Secretarias; Departamentos; e, Superintendências. Mais: Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon Goiás); Banco do Povo; Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Goiás (Sebrae/GO)/Unidade Uruaçu; Superintendências; Junta de Serviço Militar (JSM); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg); Sistema Nacional de Emprego (Sine); e, Corpo de Bombeiros Militar. Espaços próprios interno e externo para a realização de eventos institucionais da municipalidade se tornarão realidade em pouco tempo.

Em junho, o Jornal Cidade publicou: 80% dos serviços públicos se concentrariam em um só espaço, sob maior segurança e comodidade aos funcionários públicos e usuários.

Trata-se do segundo endereço da Prefeitura, após cessão, dez anos atrás, da então sede própria para implantação do Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG).

Antes, na mesma Goiás, o endereço do Executivo era no prédio onde funcionou o Hospital Santa Helena (um dos vários empreendimentos do visionário médico Clewton Barbosa de Castro, falecido em 2004). A saída foi, permanece na forma litigiosa e judicializada, com aluguéis atrasados das gestões anterior e atual. A família dona também reclama ter havido alteração na parte imóvel e danificação de mobília. O prefeito Valmir Pedro (PSDB) reiterou publicamente que jamais teve a meta de prejudicar a família, que a nova instalação é adequada física e humanamente, mais a economia mensal de cerca de R$20 mil mensais com aluguéis e outras despesas.

Marco histórico, igualmente o acontecimento foi oportunidade para a inauguração de galeria em homenagem aos ex-prefeitos da localidade nortense que está próxima de completar 88 anos de emancipação político-administrativa.

 

Nova sede. Volta da homenagem

De Valmir Pedro, basicamente, durante o discurso e em entrevista coletiva nos bastidores da solenidade: “Esse Centro Administrativo nós pensamos em duas frentes: a maior comodidade e agilidade na prestação de serviços para o cidadão. E, para a Administração, economia no aluguel, na energia, material de limpeza, nos funcionários… De forma, que acabou promovendo a qualidade de vida, tanto da população – no atendimento do serviço público –, como dos servidores”.

“Hoje, nós estamos, de forma oficial, prestando homenagem ao ex-prefeito Feliciano, dando ao Centro Administrativo seu nome [a sede governamental voltou a homenageá-lo, com o nome], com descerramento da placa e, inaugurando a galeria dos ex-prefeitos, prestando homenagem a todos aqueles que dedicaram parte de suas vidas em favor da nossa cidade”.

Acentuando que Feliciano foi uma bênção para Uruaçu, disse: “Quando o [Luiz] Pauferro [ex-prefeito] construiu o Centro Administrativo e deu o nome dele – além de Feliciano ter sido um grande prefeito, foi um prefeito honesto, trabalhador –, digo que foi bênção porque o Centro Administrativo se transformou, no futuro e, passou a sediar o Instituto Federal local. É uma instituição muito importante para os nossos jovens que, na instituição, têm oportunidades para estudar e formar. Foi uma ação super inteligente e ousada da ex-prefeita Marisa Araújo [chefe do Executivo nos períodos 2001-2004 e 2005-2008, exitosamente ela enviou projeto ao Legislativo para analisar, debater e votar pela doação do imóvel ao governo federal]. Então, nada mais justo que prestar essa homenagem, devolver essa homenagem, que é o Centro Administrativo, com o seu nome”.

 

Feliciano

Feliciano Custódio de Freitas foi vereador duas vezes na Terra de Coronel Gaspar, se destacando pela habilidade nas articulações políticas em favor das boas práticas legislativas e em prol da municipalidade. Em toda a história uruaçuense, foi um dos vereadores mais próximos das pessoas, diante quem sempre conversava, com buscas sucessivas de apoios junto ao Executivo para atendimento coletivo e público ao que pedia a comunidade.

Prefeito em dois mandatos em Uruaçu, o primeiro foi por completo, após se tornar um sucesso como parlamentar: 08/02/1951 a 31/01/1955.

Feliciano foi o prefeito que ousou em meados dos anos 1950, com êxito, idealizar e construir no Centro o prédio para abrigar a Prefeitura e a Câmara. Décadas se passaram e o prédio permanece sendo uma das edificações destaques da cidade, abrigando há anos o Museu Dom Prada, na praça da Bandeira, patrimônio público histórico e cultural onde, de vez, deve ser proibido o funcionamento de pontos comerciais fixos e ambulantes, inclusive nos trechos (asfaltos) das três vias que o margeiam: avenida Tocantins, avenida Araguaia e rua Benedito Almeida Campos.

Do filho Wanildo Freitas (atual vereador [eleito em 2012, reeleito em 2016], pelo PSDB) ao Jornal Cidade em 2012: “O que eu mais admiro na pessoa de meu pai como prefeito foi ele ter feito o prédio da Prefeitura numa época em que nem Brasília existia. É um orgulho muito grande saber que meu pai tenha feito um prédio de grande envergadura para a época. Vieram chegar prédios em Uruaçu bem depois. A Prefeitura funcionava embaixo e a Câmara Municipal em cima”. Ele usou da palavra, representando a família.

E, por presidir a Câmara Municipal na época – após afastamento de então titulares do governo 1961-1965 –, durante cerca de 11 meses antecedentes à posse da primeira Administração de Roberto Izidoro de Almeida, ocorrida em 31 de janeiro de 1966. Conforme já publicado pelo JC, o vice-prefeito que fora eleito (no exercício do cargo de prefeito) Benedito Alves da Silva foi cassado pelo Legislativo, face inabilidade para administrar. Benedito, que havia substituído o titular Marcionílio Francisco de Mendonça (que assumira dia 31 de janeiro de 1961, vindo a falecer no exercício do cargo). Feliciano, na condição de presidente da Casa de Leis, assumiu como prefeito, responsabilidade que lhe coube até 31 de janeiro de 1966, data em que fora sucedido por Roberto, vitorioso no pleito 1965, quando venceu Otaciano de Carvalho e Silva por diferença de apenas cinco votos. Feliciano faleceu dia 2 de março de 1985. Dados: arquivo da Câmara e, livros dos historiadores locais doutor Cristovam Ávila e Ezecson Fernandes de Sá.

Patriarca, com filhos vereadores (Vany Custódio [1989-1992 e 1997-2000]; Walzate Freitas, o Zata [1993-1996 e 2001-2004]; e, Wanildo Freitas), Feliciano recebeu homenagem póstuma na gestão 1989-1992, com o então prefeito Luiz Lourenço Moreira sancionando projeto, aprovado pelos vereadores, versando sobre o nome do Centro Administrativo construído pelo popular Luiz Pauferro. Veio a doação e o Instituto Federal baniu (temporariamente [2008-2018]) tudo: homenagem, nome, placa, história.

 

Quase toda a estrutura ligada à Administração municipal ficou concentrada. No letreiro que a imagem mostra, parte dos órgãos – Foto: Márcia Cristina

 

Cerimônia contou com dezenas de pessoas, testemunhas de resgates históricos – Foto: José Nilton dos Santos/Uruaçu Informa

 

80% dos serviços se concentrariam em um só espaço: maior segurança e comodidade ao funcionalismo e aos usuários

 

Valmir Pedro: “…Promovendo a qualidade de vida, tanto da população – no atendimento do serviço público –, como dos servidores”

 

Iniciativa visou também economizar com aluguéis e outras despesas

 

Leia mais nas submatérias.

 

 

Uma galeria que espelha dedicação histórica

 

Muita história de dedicação e empreendedorismo na Prefeitura de Uruaçu. Dos prefeitos pioneiros aos recentes. Como afirmou o atual gestor, Valmir Pedro (PSDB), “uns deixaram legados maiores, outros, legados menores, mas, uma casa é assim, feita assim, com tijolos grandes, tijolos pequenos e cada um dá sua contribuição”.

 

Na galeria estão expostas as passagens dos ex-prefeitos pelo comando do Executivo de Uruaçu – Fotos: ASCOM/Prefeitura

 

Galeria, na entrada principal do Centro Administrativo, pode ser visitada durante horário de expediente

 

Autoridades, familiares, amigos e populares prestigiaram a inauguração do Centro e, da galeria de fotos dos gestores antepassados

 

Inauguração: ex-prefeito Carlos de Almeida Mascarenhas discursou em nome dos demais

 

Valmir Pedro (esq.): “Uruaçu é a cidade que é hoje graças aos que renunciaram a vida privada, ao conforto, lazer, para dedicarem parte de seus tempos em favor de Uruaçu”

 

Vereador Wanildo Freitas, ao pronunciar, destacou e agradeceu pelo pai Feliciano

 

Localizada no hall da entrada central do Centro Administrativo Feliciano Custódio de Freitas, a galeria em homenagem aos ex-prefeitos de Uruaçu foi inaugurada em situação histórica, contando com a presença de personalidades que comandaram o Município e familiares representantes.

Compareceram doutor Cristovam Francisco de Ávila (gestão 31/01/1970 a 31/01/1973); Carlos de Almeida Mascarenhas ([31/01/1977 a 02/02/1983], que discursou em nome dos homenageados); Edeguimar Antônio Vasconcelos (1º/01/1993 a 07/03/1993); e, Solange Abadia Rodrigues Bertulino (1º/01/2013 a 31/12/2016). A Prefeitura informou ter remetido, sem discriminação, convites para todos os ex-prefeitos e aos familiares dos falecidos.

Outros se fizeram representados – Lourenço Pereira Filho (Lourencinho [mandato 1º/01/2009 a 31/12/2012]); Mozart Antônio de Vasconcelos (02/02/1983 a 31/01/1989); Luiz Lourenço Moreira (Luiz Pauferro [31/01/1989 a 1º/01/1993]); Enéas Fernandes de Carvalho (06/11/1935 a 07/06/1936) –, em evento que agrupou vereadores; secretários municipais; familiares e amigos dos homenageados.

Sobre José Ponce Leones (06/02/1935 a 06/11/1935): o autor desta reportagem (Jota Marcelo) é filho dele, porém compareceu profissionalmente (colhendo dados e opiniões, fotografando, para edição e publicação de conteúdo jornalístico) e para prestigiar as iniciativas históricas e justas de 7 de dezembro. Ao contrário do que foi afirmado na cerimônia e publicado em alguns canais de comunicação, nada de representar o saudoso prefeito, mais conhecido como Zezin Ponce ou Zezinho Ponce, que, in memoriam, conta, em Uruaçu (e outros centros), com filhos do casamento oficial dele, que tem também na cidade nortense a irmã Dirce Ponce. Em apenas um exemplo, o mais conhecido é Antônio Carlos Leonis (Tóim Ponce), homem de reserva moral maiúscula dentro de Uruaçu. Surpreso com ausências de familiares (com os quais sempre manteve excelente relacionamento), Jota Marcelo fez questão de procurar Tóim Ponce posteriormente, visando saber a razão dos não comparecimentos. O irmão por parte de pai comentou: não foi convidado e, provavelmente, ninguém recebeu convite. Disse ainda: ficou sabendo do evento com ele prestes a começar, quando participava de uma missa e alguém (deixando o recinto santo para se dirigir ao Centro Administrativo) narrou o motivo do deslocamento. O adequado, nessas ocasiões, é a Prefeitura providenciar convites por escrito, protocolando o contato, solicitando presença e confirmando participação. A Prefeitura não desprezou ninguém, mas houve infeliz equívoco.

 

Discurso representativo

Discursando em nome dos prefeitos, Mascarenhas particularizou que a nova estrutura oferece melhor atendimento ao público e desempenho nas atividades de seus servidores. “É de uma beleza visual! Não poderia deixar de registrar o manifesto de congratulações de todos os ex-prefeitos ao prefeito Valmir Pedro pelas grandes obras e serviços que vem realizando em nossa cidade, bem elogiado pelo povo e por todos aqueles que aqui visitam”. Mascarenhas finalizou desejando ao chefe do Executivo todo sucesso à frente da Prefeitura “para que ele possa, na graça de Deus, com sua vocação política e capacidade administrativa, enfrentar os desafios de dificuldades [que surgem] em virtude da crise financeira, econômica e política que ora ocorre em nosso País”.

Segundo o prefeito Valmir Pedro (PSDB; no cargo, desde 1º de janeiro de 2017), coordenando mesa formada por várias pessoas e, que se fazia acompanhado da primeira-dama Anne Lígia, a noite era de reconhecimento, homenagem a todos os “que dedicaram parte de suas vidas em favor do Município”.

Dias antes do acontecimento, Valmir Pedro havia exposto à reportagem ser um reconhecimento justo aos que ajudaram administrar o Município e o tema foi pauta de distintas publicações deste periódico, em diferentes épocas. Conforme publicamos recentemente e relato do prefeito no discurso da cerimônia, Anne Lígia lidará com providências para concretizar homenagem idêntica às ex-primeiras-damas.

Comunicando não se tratar de ação partidária, Valmir Pedro comentou aos presentes: “Não é uma ação ideológica, não é uma ação de concordância com método usado por A ou B para governar a cidade. Esta é uma ação de homenagem, reconhecimento que sabemos que cada um deixou. Uns deixaram legados maiores, outros, legados menores, mas, uma casa é assim, feita assim, com tijolos grandes, tijolos pequenos e cada um dá sua contribuição. Uruaçu é a cidade que é hoje graças aos que renunciaram a vida privada, ao conforto, lazer, para dedicarem parte de seus tempos em favor dela.

Após as oratórias, foi descerrada a placa que denomina o Centro Administrativo, com parentes de Feliciano ganhando destaque no ato. Em seguida, os convidados visitaram parte das dependências da nova, enorme sede administrativa, com homenageados se dirigindo ao gabinete do prefeito.

A Administração 2017-2020, que atesta preservar as ‘raízes históricas’ da Prefeitura de Uruaçu e construir ‘novos caminhos rumo ao progresso’, certificou: a galeria compreende (fotos, nomes, períodos) desde o ano de 1931, quando Francisco Fernandes de Carvalho assumiu, até 2016, ano em que Solange Bertulino transmitiu o cargo para Valmir Pedro.

 

Procura-se mais fotos

O levantamento e colhimento geral dos dados são de responsabilidade da secretária municipal da Educação, Claudinea Braz Theodoro, auxiliada por assessores e colaboradores internos e externos.

Até o fechamento da reportagem, ainda não haviam sido obtidas as fotos dos ex-prefeitos João Pereira do Couto (Administração 05/01/1938 a 25/07/1939), Oscar Muniz (25/07/1939 a 30/09/1939), Oswaldo Leal de Albuquerque (30/09/1939 a 31/03/1941), Manuel Rodrigues Parentes (31/03/1941 a 31/03/1942), Francisco de Oliveira Barreto (20/12/1944 a 20/12/1945), José Salgado Filho (20/12/1945 a 30/01/1946) e, Roberto Izidoro de Almeida (31/01/73 a 31/01/77 [segundo mandato]).

Quem possuir ou souber de alguém que tenha fotografias frontais ou não desses ex-gestores), a Prefeitura solicita contato, “por gentileza, pois é importante completar esse importante espaço”, comenta Claudinea.

 

Vereador Taroba (Pros [eleito presidente da Câmara Municipal para 2019]), que também é historiador, elogiou e destacou a dupla iniciativa

 

Muita história de dedicação e empreendedorismo na Prefeitura. Dos prefeitos pioneiros… – Foto: Márcia Cristina/Jornal Cidade

 

…Aos recentes. Como afirmou Valmir Pedro, “uns deixaram legados maiores, outros, legados menores, mas, uma casa é assim, feita assim, com tijolos grandes, tijolos pequenos e cada um dá sua contribuição”

 

Faltam algumas fotos de ex-prefeitos. Quem possuir ou souber de alguém que tenha fotografias frontais ou não deles, a Prefeitura pede contato – Foto: Márcia Cristina

 

Mais informações na submatéria final.

 

 

A opinião de homenageados e representantes

 

O Jornal Cidade colheu, com exclusividade, alguns depoimentos em relação ao reconhecimento pelo desempenho empreendido por cada prefeito uruaçuense.

Confira o que foi dito à reportagem.

 

Para Edeguimar Vasconcelos (durante o evento, ao centro, terceira fila, de camisa azul), representa muita coisa na vida de cada homenageado. “Fazer parte de 87 anos de história, ser um representante dos 34 ex-prefeitos que estão na galeria é uma glória, uma honra” – Fotos: ASCOM/Prefeitura

 

De Luiz Carlos Moreira (doutor Luiz Carlos), que estava acompanhado da mãe Divina dos Santos Moreira (melhor primeira-dama que Uruaçu já teve) (na foto, entre o prefeito Valmir Pedro e Moacir Galdino [chefe de Gabinete]): “Esse momento é um marco histórico para nossa cidade, nosso município, um reconhecimento aos que dedicaram parte de suas vidas em prol do nosso desenvolvimento. Parabenizo o prefeito Valmir Pedro por essa atitude de um estadista que, além de estar reconhecendo o trabalho dos ex-prefeitos, também está enriquecendo nossa história”

 

Doutora Lourivânia Pereira, representante do irmão Lourencinho: “É uma grande alegria estar aqui recebendo essa homenagem. Só agradecer, primeiramente ao criador de todas as coisas, Deus! Quando recebi o telefonema do Lourenço, falando que gostaria muito que eu o representasse, entendi que foi deixado um grande legado em razão de tudo que foi feito em prol da cidade de Uruaçu e, deveria estar aqui. Só gratidão, agradecer por tudo! E faço a memória dos meus pais, a pessoa maravilhosa, ao gestor que ele foi, que ele é, e, tudo mais que pode vir. Relembrada pelo Jornal Cidade que o pai dela, Lourenço Pereira Pinto (Seu Lourenço), foi destacado vereador uruaçuense, doutora Lourivânia expressou: “Com certeza! Quatro mandatos com muita maestria, exercendo cada um deles sempre com as mãos dadas ao ser humano” – Foto: Rede social

 

Solange Bertulino atestou se sentir “muito feliz e honrada. A gratidão é um sentimento maravilhoso” – Foto: Rede social

 

Walzate Freitas Carvalho, filho de Feliciano Custódio de Freitas, afirmou se sentir “muito feliz”. À esquerda, os vereadores Robson Pimentel (PTB) e Taroba (Pros) e, o presidente do PSDB local, Mauri Lemes – Foto: Jota Marcelo/Jornal Cidade

 

Doutor Cristovam, procurado pela reportagem do Jornal Cidade por telefone, comentou ter sido “uma homenagem, bonita, em consideração à função exercida na época e, fiz isso com muita justiça, tanto, que, por outro lado, sempre fui elogiado pelo povo uruaçuense. Ser prefeito é uma função difícil. Não é tão fácil o exercício desse compromisso!”. Relembrando ter se esforçado “ao máximo para atuar a contento e realizar a função com qualidade e presteza”, disse que “as realizações certas vão de encontro com o que esperam os munícipes. Realizei a função com todo prazer e tive a satisfação de receber essa homenagem da atual Administração”

 

Valmir Pedro: “Todos os prefeitos deixaram sua contribuição e a gente não poderia deixar de prestar esta homenagem”

 

Prefeito Valmir Pedro na sala de reuniões do novo gabinete. Um dos ídolos de Valmir é Pedro Ludovico Teixeira (realçado no quadro) – Foto: Márcia Cristina/Jornal Cidade

 

Em entrevista coletiva, o prefeito Valmir Pedro patenteou: “Todos os prefeitos deixaram sua contribuição e a gente não poderia deixar de prestar esta homenagem”. Reiterou também, na condição de historiador e prefeito, que todos os homenageados “são merecedores dessa honraria”, uma preservação da identidade política e histórica de Uruaçu. “Eu não poderia jamais deixar de prestar essa homenagem para que as futuras gerações aprendam reconhecer e respeitar aqueles que deixaram seus legados em favor de Uruaçu”, acrescentou.

Uma semana antes do evento, Valmir Pedro disse à reportagem que “o administrador tem que ouvir as boas ideias. Nós fomos despertados para essa importância [nome do Centro voltar e organização da galeria] pelo Jornal Cidade, pela sua pessoa [Jota Marcelo]. Nós, de imediato, pedimos seu apoio para ajudar levantar o histórico, as fotos, as informações dos ex-prefeitos”. Outras pessoas e representações também sugeriram a iniciativa.

O JC foi incisivo, ainda mais, quanto ao reparo de injustiça desenfreada uma década atrás junto à memória e aos familiares de Feliciano Custódio de Freitas.

Ponto para Uruaçu! Ponto para a história e cultura do Município! Ponto para a Administração 2017-2020, que, comandada por um historiador e educador, compreendeu, resgatou historicamente, culturalmente tantos valores e legados.

 

(Jota Marcelo)

error: Conteúdo Protegido!!