Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 13 de outubro 2019

Caminhada do ‘Setembro Amarelo’ em Uruaçu faz alerta e orienta

Além de outras atividades, no encerramento da programação da campanha, a Prefeitura da cidade do Norte goiano realiza caminhada, externa mensagens e orientações, coloca psicólogos à disposição e ajuda com a mobilização que previne o suicídio.

 

Setembro Amarelo: ajudando salvar vidas, com a observação de que nos demais meses todas as atividades também são importantes – Fotos, inclusive as duas da página principal: Márcia Cristina e Jota Marcelo/JORNAL CIDADE

 

União de forças em favor da vida

 

Manifestação pública da Prefeitura de Uruaçu, na quinta-feira 26, no encerramento do Setembro Amarelo: prevenindo o suicídio

 

Caminhada monumento Pássaro Grande-Parque das Araras, em Uruaçu: participação coletiva

 

Presença do Grupo Alegria Em Movimento, da vizinha cidade de Alto Horizonte

 

De alunos e professores…

 

…De várias unidades de ensino

 

Autoridades, a exemplo da secretária municipal da Educação, Claudinea Braz Theodoro (esq.), do secretário Padre Crésio Rodrigues e, vereadores Raimundo Ferreira e Fátima Alves Oliveira (representando a Câmara), em uma das alas da Caminhada pela Vida

 

Uma manhã especial. E, aquela saudação popular de alto astral para o grande evento e as lentes do JORNAL CIDADE

 

Apoio também do Lions Clube, com dedicados representantes

 

Também da Comunidade Católica Missão Maria de Nazaré

 

Do Serviço de Convivência e Fortalecimento dos Vínculos

 

Alunado (curso Técnico em Enfermagem); e, Samu

 

Você pode ajudar. Muitos precisam de ajuda

 

Momento oportuno para entrega de panfletos com orientações

 

Em dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), por ano aproximadamente 1 milhão de pessoas se matam…

 

…E, 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos

 

Secretário municipal da Saúde, Josimar Nogueira e, colegas: objetivo comum

 

Maria Graciano (esq.) e Domingas Gouveia de Carvalho (presidente da Associação Quilombola); Claudinea Braz Theodoro; e, assistente social Alessandra Melo

 

Campanha é direcionada às famílias…

 

…Famílias de todas as classes sociais

 

Uruaçu ajuda…

 

…Na campanha de âmbito nacional

 

Momento de oração…

 

…Inclusive, agradecimento pela vida

 

Claudinea Braz Theodoro (esq.), Rodrigo Santana (Comunidade Terapêutica Vida Nova), vereadora Fátima Alves Oliveira, Alessandra Melo e vereador Raimundo Ferreira ladeiam o secretário Padre Crésio Rodrigues, durante oração

 

Uruaçu: participação efetiva em favor da vida

 

Do secretário Josimar Nogueira, ao JORNAL CIDADE: “Vale a pena estender a mão, vale a pena ouvir, vale a pena se calar, vale a pena dá um abraço na pessoa e um conforto, porque todos precisam de ajuda”

 

Vereador Raimundo Ferreira: “Aqui não tem cor e, também não tem cor partidária. Que o máximo de parceiros venha somar com nós, para evitarmos o máximo de suicídio em nosso Município e também no Brasil”

 

Vereador Professor Gigi (dir., em pé): “Fico satisfeito de termos em nossa cidade, essa manifestação ordeira e com participação de muitos órgãos e entidades, além de outras ações”

 

Vereadores Raimundo Ferreira e Professor Gigi, Elizeu Honorato (CRAS), Grupo Alegria Em Movimento, juntamente com outros compromissados da mesma missão

 

Plantão no Parque das Araras, com psicólogos para orientações, direcionamentos

 

Sempre existe um alguém precisando de ajuda. Ajude!

 

Nas fotos seguintes, três exemplos de outras atividades desenvolvidas recentemente – Fotos: Divulgação/NASF

 

 


 

Na manhã de 26 de setembro, a Prefeitura de Uruaçu realizou caminhada coletiva no Centro da cidade, orientando e aconselhando a participantes e transeuntes reflexão maior sobre a necessidade de prevenção de doenças e distúrbios que podem levar ao suicídio.

10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. A iniciativa integra o Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, criada em 2015, no Brasil, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), com a proposta de associar a cor ao mês que marca a data 10.

Na chegada da Caminhada pela Vida, momento especial de oração, liderado pelo secretário municipal de Desenvolvimento Social, Padre Crésio, que pediu solidariedade, apoio fraternal de todos em favor da causa. Em tendas montadas no Parque das Araras, interessados receberam atendimento de psicólogos com atuação na Prefeitura, com orientações e encaminhamentos.

No local, foi servida pipoca aos participantes, que ainda curtiram brincadeiras e testemunharam apresentação de capoeiristas infantis da Associação da Comunidade do Quilombo Urbano João Borges Vieira.

 

Trabalho conjunto

Dados do Poder Executivo informam que em Uruaçu a iniciativa é comandada pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e pelas Secretarias Municipais da Educação; Saúde; e, do Desenvolvimento Social (os secretários municipais Claudinea Braz Theodoro e Josimar Nogueira também participaram), com apoio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro Especializado de Atendimento à Mulheres (CEAM), Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e Instituto Federal de Goiás (IFG).

A Prefeitura informou que ao longo do mês de setembro, equipes da Prefeitura, alunos e servidores do IFG e voluntários realizaram diversas ações de conscientização sobre o tema – palestras e oficinas nas unidades e instituições de ensino, mais panfletagens e orientações em vias públicas, pontos comerciais e de prestação de serviço e, nos eventos.

 

Participação mesclada

No percurso monumento Pássaro Grande-Parque das Araras, além de nomes, profissionais das representações mencionadas, participaram da caminhada alunos de todas as fases de ensino; profissionais da área educacional; servidores públicos ligados ou não ao assunto e afins; idosos de projetos sociais e assistenciais; populares; e, vereadores Raimundo Ferreira (Pros) e Fátima Alves Oliveira (MDB) e, no encerramento, Professor Gigi (PTC), que se encontrava lecionando.

Igualmente, integrantes do Lions Clube; da Comunidade Terapêutica Vida Nova (Diocese de Uruaçu); do Serviço de Atendimento Médico de Urgências (SAMU); da Comunidade Católica Missão Maria de Nazaré; da Associação Quilombola; e, do Serviço de Convivência e Fortalecimento dos Vínculos (SCFV).

Presente assiduamente nos eventos do Executivo, Valmir Pedro (PSDB) havia acabado de chegar de viagem e tinha compromissos burocráticos no gabinete, se fazendo representado na caminhada pelo auxiliar Padre Crésio Rodrigues.

 

Opiniões

Comentando se tratar de problema de saúde pública sério ao extremo, o secretário Padre Crésio Rodrigues pontua que o suicídio não deve ser prioridade para ninguém e que dialogar, compartilhar com todos da sociedade é uma alternativa importante.

Também atendendo a reportagem, Josimar Nogueira expressou ser muito importante todos celebrarem a vida e, que aquele momento de conscientização ajuda amenizar a adversidade que atinge famílias de todo o mundo. “Um momento em que a gente celebra a vida – Esse mês, Setembro Amarelo. Mas, devemos sempre lembrar que fazer campanha, conscientizar, ouvir as pessoas, promover essa conscientização da vida é para todo o ano. As pessoas estão precisando de ajuda, de um ouvido, precisando de uma fala, uma palavra enfática em todo o ano”.

Realçando ser interessante as pessoas procurarem ajudas, Josimar Nogueira manifestou à reportagem ser vital uma boa reação de quem é procurado: “Às vezes a gente ajuda de uma forma que está atrapalhando. Então, quando não se tem nada para dizer é melhor ouvir e, procurar saber como posso ajudar essas pessoas, pois vivemos uma realidade hoje no mundo contemporâneo: o suicídio é uma realidade cruel e precisamos ter estratégias e momentos como esse para movimentar em favor da vida”.

Relembrando atuar há tempos com pessoas, em diferentes áreas públicas, o secretário da saúde opinou que compensa viver: “Vale a pena estender a mão, vale a pena ouvir, vale a pena se calar, vale a pena dá um abraço na pessoa e um conforto, porque todos precisam de ajuda. Hoje pode ser o meu vizinho, amanhã pode ser eu. Acho que essa união, empatia, tem que funcionar nesse sentido. Amar o próximo e ajudar a todos”.

Assinalando que não abre mão de prestigiar ao máximo os eventos em favor das pessoas, o vereador Raimundo Ferreira categoriza: “Importante demais essa conscientização, com o Setembro Amarelo. O suicídio, pelo mundo afora, no Brasil mesmo, tem um índice muito grande e, a cada 45 minutos, em média, acontece um suicídio aqui no nosso Brasil. Toda essa parceria que em Uruaçu temos, liderada pela Prefeitura, através de seus órgãos e de outros, além de outras representações, são fundamentais. Estão presentes nesse movimento, conscientizando as famílias simples, humildes, ricas. Aqui não tem cor e, também não tem cor partidária. Que o máximo de parceiros venha somar com nós, para evitarmos o máximo de suicídio em nosso Município e também no Brasil”.

Professor Gigi reforça a informação de que não apenas em setembro o assunto deve ser trabalhado. Para ele, os dias e meses referências são primordiais, com atenção voltada para o terrível mal, mas nos demais 11 meses é fundamental todos desenvolverem ações que possam ajudar quem necessita.

“Fico satisfeito de termos em nossa cidade, essa manifestação ordeira e com participação de muitos órgãos e entidades, além de outras ações que, sabemos, têm, inclusive nas escolas e nos colégios, nas Faculdades”, destaca o parlamentar que também é pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ).

 

(Jota Marcelo)

error: Conteúdo Protegido!!