Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 13 de dezembro 2018

Tribunal Eclesiástico Diocesano de Uruaçu já tem data de instalação

Reunião cuja pauta foi a instalação do Tribunal – Foto: Diocese de Uruaçu

Sede do Tribunal Eclesiástico Diocesano de Uruaçu, localizado na rua Coronel Aristides, esquina com rua Benedito Almeida Campos, no Centro de Uruaçu – Foto: Jota Marcelo/Jornal Cidade

Uma reunião realizada nesta segunda-feira, 26, definiu os preparativos e a data de instalação do Tribunal Eclesiástico Diocesano de Uruaçu (TEDU). O Tribunal será instalado no dia 22 de dezembro. Para isso, já está tudo organizado: prédio, infraestrutura e a equipe que vai trabalhar. A instalação atende ao desejo do papa de que cada Igreja particular tenha o seu Tribunal Eclesiástico Diocesano (TED).

Para a Diocese de Uruaçu, conforme Dom Messias, é motivo de alegria instalar o tribunal. “Com muito esforço e preparação nós conseguimos dar esse passo tendo a aprovação da Santa Sé; por isso, no dia 22 teremos uma cerimônia de instalação e abertura do nosso Tribunal Eclesiástico”, disse.

O Tribunal da Diocese de Uruaçu contará com o padre Crésio sendo juiz único. Ele terá a ajuda de outros sacerdotes e leigos. Padre Crésio é doutor em Direito Canônico e mais quatro pessoas irão compor a equipe, sendo três sacerdotes e, uma advogada, leiga, cursando o mestrado em Direito Canônico. Padre Crésio será o juiz presidente; os juízes instrutores e assessores serão o padre Franciel Lopes e padre Geferson Pereira e, a doutora Patrícia Rodrigues. O defensor de vínculo é o padre Cleber Alves Matos; o notário, padre Thiago Alvarino; e, Luciana a secretária de expediente.

 

Estudos

A Santa Sé não autorizou que os padres Franciel e Geferson e a doutora Patrícia Rodrigues fossem juízes para que possam continuar bem os estudos sem serem prejudicados. Posteriormente, dentro de um ou dois anos eles serão também constituídos juízes para julgar as causas do matrimônio. O TED de Uruaçu é autorizado para todas as causas, não apenas para as questões matrimoniais.

A Diocese contará também com uma Pastoral Canônica. Em cada Forania terá um padre responsável por dinamizar essa Pastoral, realizando encontros com casais em segunda união ou com aqueles que estão amasiados. Assim, em todas as Foranias – São Mateus, São Marcos, São Paulo, São Lucas e São João –, haverá um sacerdote responsável para exercer e organizar essa Pastoral Canônica.

“Fico feliz que a Diocese de Uruaçu esteja dando esse passo conforme foi organizado e preparado pela Santa Sé. É motivo de alegria e júbilo grande para toda a Diocese. Sei que não poderei ver os frutos desse Tribunal, mas o entrego nas mãos da Diocese para que possa ajudar a muitas pessoas que precisam desse benefício”, destacou Dom Messias.

 

Confira também: Tribunal Eclesiástico na Diocese de Uruaçu… Entenda o que é. Padre Crésio é o autor do artigo. Leia aqui.

 

(Informações, com adaptações: diocesedeuruacu.com.br)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!