Editor-Chefe: Jota Marcelo

Uruaçu, Estado de Goiás, 13 de dezembro 2018

Enel Distribuição Goiás investe R$135 milhões na região de Uruaçu

A Enel Distribuição Goiás está investindo R$135 milhões para garantir a qualidade e a confiabilidade do fornecimento de energia elétrica na região de Uruaçu. O volume de recursos, focado na infraestrutura e modernização da rede elétrica, inclui os investimentos feitos desde que a Enel assumiu o controle da Distribuidora, em fevereiro do ano passado.

Para oferecer serviço de qualidade, a Enel tem realizado série de ações na região de Uruaçu. A empresa está ampliando as subestações de Uruaçu, Colinaçu, Nova Iguaçu de Goiás e Porangatu.

Também investe na construção e ampliação de redes de média e alta tensão e, concluiu a instalação da Linha de Distribuição de Média Tensão Colinaçu-Bijuí, que conta com 33 quilômetros de extensão. Em Porangatu, está melhorando 16 quilômetros de Linhas de Distribuição de Média Tensão e 90 quilômetros de Linhas de Transmissão de Alta Tensão.

As redes de distribuição já existentes também ganham modernização e passam por frequentes manutenções. Só em 2018, foram podadas quase 5 mil árvores e substituídos cerca de 620 postes em toda a região. A Distribuidora também está realizando inspeções aéreas e termográficas nas redes de média e baixa tensão.

Além disso, a Distribuidora vem acelerando as novas conexões rurais e as ações para a automação da rede, por exemplo, com a instalação de religadores automáticos, equipamentos que permitem a identificação e a correção de falhas na rede de distribuição à distância. Também já instalou cerca de 150 monitores de ramal, equipamentos que possibilitam o aviso imediato da falta de energia ao Centro de Operação da Distribuição (COD), que fica na sede da Distribuidora, em Goiânia e, otimizam o atendimento às ocorrências.

“Desde que assumimos a gestão da Distribuidora, estabelecemos um novo ritmo de investimentos e uma nova forma de nos relacionar com nossos clientes, cada vez mais próxima e transparente”, afirma o presidente da Enel Distribuição Goiás, Abel Rochinha. “Um bom exemplo é Cristalina. Estivemos na cidade em outubro do ano passado para discutir as necessidades dos produtores rurais. Ampliamos a subestação do Município e no início do mês entregamos uma nova linha de distribuição. Ainda temos muito trabalho pela frente, mas o importante é que estamos abertos para ouvir e atender às necessidades dos nossos clientes”, ressalta.

 

Previsão de R$2 bilhões até 2020

Desde que assumiu o controle da companhia, em fevereiro de 2017, a Enel tem ampliado os investimentos e automatizado a operação do sistema elétrico para modernizar e ampliar a capacidade da rede de distribuição. Apenas em 2017, a empresa investiu R$830 milhões, mais que o dobro dos R$300 milhões anuais investidos antes da privatização (em 2015 e 2016).

Para 2018, a previsão é de que outros R$800 milhões sejam investidos em Goiás. A Distribuidora idealizou investir outros R$2 bilhões até 2020 na modernização da rede de distribuição do Estado, o que trará melhorias aos clientes.

 

Telecontrole

Um dos pilares dos novos investimentos em Goiás é o Projeto Telecontrole, que consiste na automação da rede elétrica de média tensão, por meio da instalação de equipamentos telecomandados e de um sistema de gestão remota, que permite identificar e isolar, com mais agilidade e à distância, falhas ocorridas na rede. Apenas em 2018, um total de um mil dispositivos serão instalados em diversas regiões do Estado de Goiás e a expectativa é que este número chegue a 7 mil até 2020.

O grupo Enel já utiliza esta tecnologia em outros Países, como Itália e Romênia e, no Brasil, principalmente no Rio de Janeiro, com melhorias significativas nos indicadores de qualidade da Enel Distribuição Rio, que fornece energia a 66 Municípios no Estado. Nos últimos dois anos, por exemplo, o DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) daquela Distribuidora reduziu nove horas.

Igualmente foi acelerado o número de novas conexões rurais e urbanas. Mais de 1,6 mil dessas novas conexões foram realizadas em 2017 e, até o fim de 2018, estão programadas outras duas mil (algumas por meio do programa do governo federal Luz para Todos). Em áreas urbanas, já foram realizadas cerca de 48 mil novas conexões e, até o fim de 2018, estão projetadas pelo menos outras 64 mil.

 

Projetos Sociais

Desde que chegou a Goiás, a Enel iniciou série de projetos sociais em todo o Estado. As iniciativas são desenvolvidas de forma integrada e compõem o Programa de Sustentabilidade da Enel no Brasil. O objetivo é estimular o consumo consciente de energia elétrica e impulsionar o desenvolvimento socioeconômico local. Entre esses projetos está o Enel Compartilha Eficiência, que consiste na troca de geladeiras antigas por outras novas e com selo de eficiência A do Procel de clientes em situação de vulnerabilidade social.

O objetivo é promover o uso eficiente de energia elétrica por meio de projetos que demonstrem a importância e a viabilidade econômica da melhoria da eficiência energética de equipamentos, processos e usos finais de energia. O projeto é contínuo e, desde a sua estreia, já trocou cerca de 4,8 mil geladeiras no Estado, inclusive em Colinas do Sul, Montividiu do Norte e São Miguel do Araguaia.

Para participar, os clientes de áreas de vulnerabilidade social precisam se cadastrar e concorrer ao sorteio de uma geladeira nova. Os premiados entregam eletrodomésticos velhos para a Distribuidora, que dá a destinação correta para 100% dos resíduos gerados pelo produto.

 

Sobre a Enel

A empresa, subsidiária da multinacional italiana Enel, serve a 237 Municípios goianos, abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de área de 336,8 mil quilômetros quadrados.

A Região Metropolitana de Goiânia representa a maior concentração do total de 2,9 milhões de clientes atendidos pela companhia.

Projeto Enel Compartilha Eficiência: troca de geladeiras – Fotos, inclusive da página principal: Divulgação/Enel

(Informações, sob adaptações: Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!!